mato grosso

Com 63% de áreas preservadas Mato Grosso bate recorde de produção

Depois de 10 anos no vermelho, Estado recupera sua economia, investe na indústria, no comércio e no agronegócio, sem tirar o olho da preservação

Publicados

em

Por Edmundo Pacheco | Portal Mato Grosso

Apesar da crise econômica brasileira, na esteira da pandemia da Covid-19, Mato Grosso, vive um novo ciclo de crescimento, com foco no agronegócio. O estado, que tem o maior produto interno bruto (PIB) agrícola do Brasil, é líder na produção de soja, milho, algodão e carne bovina, e está desenvolvendo uma série de novas cadeias produtivas, como o etanol de milho, piscicultura etc. 

Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes

“Nosso Estado tem números sempre crescentes de áreas plantadas, aumento de produtividade das lavouras, novas tecnologias e isso é o que tem feito de Mato Grosso uma referência mundial em agricultura e produção”, destacou o governador, Mauro Mendes.

Só no primeiro trimestre desse ano o Estado exportou U$ 7,5 bilhões (contra U$ 6,3 bilhões do mesmo período de 2020) o que representou 9,5% do total de exportações brasileiras. “Este ano vamos destinar 15% da receita corrente líquida a investimentos, resultado de um esforço empreendido pelo atual governo desde o início do mandato, em janeiro de 2019, salientou o Governador. Segundo ele, mesmo tendo encontrado o Estado numa situação financeira muito difícil, com a folha atrasada e quase 500 obras paradas, as ações de governo têm resultado na alavancagem da economia com muito sucesso.

“Foi preciso fazer um duro ajuste fiscal e um esforço em várias frentes para cortar gastos e aumentar a receita. O comprometimento com o funcionalismo caiu de 59% para 44% da arrecadação, por exemplo”, citou Mauro Mendes. “Esse saneamento foi fundamental para que o governo pudesse focar na gestão e no fomento da economia”.

Nesse sentido, desde o início da pandemia a Agência de Fomento de Mato Grosso (Desenvolve MT) flexibilizou e dispensou a solicitação de alguns documentos, ao Microempreendedor Individual (MEI) e micro e pequenas empresas do segmento de bares, restaurantes e eventos para a concessão do crédito emergencial. A medida tem o objetivo de agilizar o processo de contratação de crédito. A agência está destinando R$ 45 milhões repassados pelo governo do Estado e outros R$ 10 milhões da Assembleia Legislativa.

O Governo ainda isentou  o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) dos produtos da cesta básica e de itens de combate à covid-19, prorrogou o pagamento do ICMS para 180 mil empresas cadastradas no Simples nacional e isentou do Imposto sobre Veículos Automotores (IPVA) motoristas de aplicativos e donos de motos de até 160cc. 

Em socorro aos mais necessitados distribuiu mais de 400 mil cestas básicas por meio do programa Vem Ser Mais Solidário e uma ajuda de R$ 150 por mês para 100 mil famílias cadastradas no Ser Família Emergencial.

Paralelamente o Governo está desenvolvendo um grande programa de investimentos, asfaltando 1.500 km de rodovias, está construindo 5 hospitais de grande porte, além de reformar 300 escolas, inclusive com a instalação de ar-condicionado em todas elas e o fornecimento de um notebook para cada professor da rede estadual, com plano de internet por três anos. 

Somado ao esforço do governo, o crescimento do agronegócio coloca o Mato Grosso na vanguarda da economia brasileira, como um destaque mundial. A safra de milho 2020/21 do Estado deverá atingir 34,6 milhões de toneladas, segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), com crescimento de 5% da área plantada. A safra de soja de Mato Grosso esse ano também deve ser recorde, com 36,05 milhões de toneladas, alta de 1,83% em relação ao ano passado.

“Essas projeções colocam nosso Estado na posição de principal produtor de grãos, como soja e milho, e dono do maior rebanho comercial do país”, destacou o Governador Mauro Mendes. “Nosso Estado ficou 10 anos no vermelho e em um ano e meio conseguimos reverter muitos dos problemas que encontramos. Com isso estamos conseguindo imprimir uma transformação que permita à economia do Estado crescer, gerar empregos, oportunidades para nossa população, nossos empresários, e ainda incentivando o agronegócio que é nosso principal motor. Fazemos isso incentivando a produtividade, as novas tecnologias, convertendo áreas de pastagens em agricultáveis e tudo isso sem deixar de preservar. Nossa produção poderá ser duplicada nos próximos 10 anos mesmo mantendo 63% do nosso território preservado”, finalizou o governador.

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Professor Allan Kardec abre campanha a deputado federal com live ‘Do Pantanal ao Congresso Nacional”

Parlamentar defende propostas e ideias para melhorar a vida real das pessoas, como trabalho, emprego e renda e acesso de qualidade à saúde, educação, esporte e lazer, entre outras prioridades

Publicados

em

Deputado Professor Allan Kardec (PSB-MT) | Foto: JL Siqueira

Deputado Professor Allan Kardec (PSB-MT) lança nos primeiros minutos desta terça-feira (16/8) sua campanha a deputado federal em uma LIVE com pedido de voto ao eleitor, em suas redes sociais. 

O parlamentar concorre pelo Partido Socialista Brasileiro Brasileiro (PSB) a uma das 8 vagas a que Mato Grosso tem direito em disputa para a Câmara dos Deputados, em Brasília. A propaganda de rua e na internet com materiais já pode ser feita a partir desta data.

Com o mote “Do Pantanal ao Congresso Nacional”, o deputado pretende fazer uma campanha propositiva, principalmente com ideias e práticas no poder público que favoreçam a redução das desigualdades sociais em Mato Grosso.

Entre essas propostas, o deputado destaca o acesso e qualidade da educação, saúde, segurança pública, esporte e lazer, cultura, agricultura familiar, geração de emprego e renda e turismo e preservação dos ativos ambientais do Estado.

Propostas para vida real

“Nós precisamos como legisladores atuar com projetos e ideias para a vida real das pessoas. Naquilo que elas mais precisam de imediato para ter dignidade, como trabalho e renda, comida na mesa. Acesso à educação e saúde de qualidade, por exemplo”, aponta Professor Allan Kardec.

Ele lamenta que a possível guerra política, as vaidades e ódio tomem conta da campanha, como já demonstra com o cenário posto. “Temos que ter o dever moral de defender, propor e debater um patamar de política conectada com as necessidades cotidianas das pessoas. Temos que propor e criar mecanismo, por exemplo, para que a produção do agronegócio de Mato Grosso seja industrializada no Estado para gerar emprego e renda”, diz.

“Nosso algodão, que representa quase 70% da produção nacional, tem que ser beneficiado aqui com fiação, tecelagem e confecções. Para justificar benefícios para a população”, reforça o Professor Allan Kardec.

Sobre propaganda eleitoral

Começa nesta terça-feira (16/8) a propaganda eleitoral nas ruas e na internet pelos candidatos, partidos e federações partidárias, com liberação do pedido de voto ao eleitor. Comícios podem ser realizados das 8h às 22h, horário que pode ser prorrogado até meia-noite. A propaganda eleitoral vai até dia 1/10/2022, véspera da eleição.

Até as 22h também podem ser feitas a distribuição de materiais de campanha e a circulação de carros de som. É vedado os chamados “showmícios”. A propaganda de rádio e TV começa dia 26 de agosto.

Também é proibido propaganda por telemarketing e o impulsionamento de conteúdo por apoiadores. Opção legal e válida só por conta cadastrada na Justiça Eleitoral do candidato, partido e federação.

Já a propaganda em sites e redes sociais é permitida, identificada como publicidade, e deve constar o nome do candidato, partido, coligação ou federação partidária para candidaturas majoritárias (Presidente, governo e Senado).

A propaganda eleitoral em jornais e revistas também é permitida com até 10 anúncios, com espaço de ⅛ de jornal e ¼ de revista por edição.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana