EDUCAÇÃO

Colações de grau online e por drive thru são alternativas para formandos

O novo formato é uma das apostas da Imagem, empresa de Cuiabá que atua no segmento de organização e realização de eventos universitários há mais de 23 anos.

Publicados

em

Tão esperados na linha de frente das unidades de saúde durante a pandemia do novo coronavírus, formandos de Medicina que estão à espera da graduação já contam com a possibilidade de realizar cerimônias de colação de grau virtualmente ou no sistema drive thru.

O novo formato é uma das apostas da Imagem, empresa de Cuiabá que atua no segmento de organização e realização de eventos universitários há mais de 23 anos.  

A primeira experiência ocorreu em Rondônia. No início deste mês, formandos de Medicina do Centro Universitário Aparício Carvalho (FIMCA), participaram de uma cerimônia de colação de grau inusitada: por drive thru.

Eles entraram de carro, desceram e individualmente receberam o diploma, sem ter qualquer contato, afinal, os professores mantiveram a distância segura e em alguns casos, familiares permaneceram nos carros.

Os formandos também tiveram a temperatura monitorada, álcool gel à disposição e o uso de máscaras foi obrigatório.

A recém-formada, Letícia de Almeida Trintinaglia já está atuando em um posto de saúde em Ariquemes (RO). Ela conta que até chegar à sua vez na colação viveu uma verdadeira aventura.

“Saí de Ariquemes, viajei 200 km, enfrentei engarrafamento na estrada por conta de um acidente e a 40 km de Porto Velho o carro quebrou. Faltando 40 minutos para tudo começar”, relembra ao comentar o ‘sabor’ da vitória.

Mas Letícia conseguiu estar lá no momento certo. “Na fila de carros, momentos antes da colação eu só sabia chorar e agradecer. Ia vendo meus amigos realizando o sonho e sabia que logo, logo seria eu. Foi como planejamos? Não! Mas foi especial e marcante. Um filme passava na cabeça. Das lutas e vitórias”. Sobre a mudança de planos, declara: “Quando achávamos que tudo se encaixava, algo de surpreendente ainda nos esperava”.

Reinvenção

O diretor da Imagem, Márcio Nascimento, diz que no mercado instável, teve que redobrar os esforços.

“E como a criatividade é o combustível do nosso negócio e a inquietude nos impulsiona, respondemos rapidamente às mudanças culturais que se descortinavam. Afinal, quem imaginaria que uma colação de grau ocorreria por drive thru, não é mesmo?”.

Outro formato já aplicado, foi uma colação de grau realizada virtualmente. “De beca e sem sair de casa, formandos fizeram juramentos transmitidos via tablets, smartphones e computadores”.

Márcio adianta também, que em setembro um evento digital de grandes proporções reunirá formandos de 150 turmas – atendidas atualmente pela empresa – e suas comissões de formatura, em um movimento de integração e solidariedade.

“Eles são de várias universidades de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Goiás, estados onde atuamos”, explica. Porém, ele guarda a surpresa para breve.

Ele explica que a empresa tem preocupação em “manter a chama acesa nesses corações”. Afinal, para muitos, a festa vem coroar anos e anos de dedicação. “Essas são alternativas que encontramos em tempos de protocolos sanitários muito rigorosos.

Por enquanto, apenas as colações são viáveis respeitando-se as recomendações da Organização Mundial de Saúde, de distanciamento e higiene, bem como uso de EPIs pela equipe da Imagem e formandos”.

As primeiras festas do pós-pandemia estão previstas para janeiro de 2021. “No caso dos formandos em Medicina, as colações de grau online e por drive thru foram muito importantes para que eles começassem a atuar rapidamente. A presença deles era muito aguardada em unidades de saúde em Cuiabá, Campo Grande, Porto Velho e Goiânia, dentre outras cidades do país”.

Por fim, a empresa que realiza sonhos, se moldou no presente, para preparar o futuro dos clientes.

“A Imagem se reinventou e a virada tecnológica já está totalmente incorporada à empresa. Nos últimos meses, as viagens de carro foram substituídas por videoconferências e a Imagem acabou por se aproximar ainda mais dos membros das comissões de formatura, realizando muito mais encontros que antes”. Novos tempos!

 

 

Comentários Facebook
Propaganda

EDUCAÇÃO

Estudante conquista vaga na universidade antes de concluir o ensino médio

Publicados

em

Estudante Anna Vitória Medeiros Metello

Por Hernandes Cruz

A estudante Anna Vitória Medeiros Metello, de 18 anos, vai conseguir realizar o sonho de cursar a faculdade de Arquitetura logo depois de concluir o ensino médio. Ela obteve nota suficiente no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2020, para ocupar uma vaga na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), quando ainda estava cursando o 3º ano, no Colégio Salesiano São Gonçalo. 

O ano de 2020 foi difícil para todo mundo, mas a qualidade dos estudos oferecidos pelo Colégio São Gonçalo, a estrutura à disposição dos estudantes, as estratégias e dedicação dos professores e da direção do colégio foram ferramentas fundamentais para que ela e outros alunos conseguissem ingressar na universidade. 

Com a sua dedicação, Anna soube explorar o que há de melhor no Colégio São Gonçalo, para que alcançasse a nota 692,7. Na redação, ela tirou quase mil pontos.

Toda a conquista é resultado de dedicação e enfrentamento aos desafios. Realizar sonhos é algo que exige determinação. E foi assim, superando cada dificuldade que Anna Vitória manteve o foco nos estudos, orientada pelo colégio até chegar ao grande objetivo.

Houve respeito aos limites e ao próprio tempo que cada um tem para executar uma tarefa ou chegar a um objetivo importante. A estudante conta que, além de assistir as aulas da escola no formato online, criou em casa também uma rotina para estudar e fazer exercícios em conteúdos que devem cair no Enem de 2021.

Ela afirma que não estava conseguindo acompanhar a carga horária da escola. Na busca por uma nota boa no Enem, ela assistia as aulas gravadas depois. 

“Eu não contava as horas, estabelecia os estudos por matéria. Cada dia eu estudava uma ou duas matérias, geralmente de manhã e à noite”, explica Anna Vitória. 

Ela também cita outra ação do colégio que a ajudou na conquista da vaga na universidade. “Foi muito bom, por parte da escola, oferecer no final do ano as aulas ao vivo com professores da Poliedro, como uma revisão para o Enem e vestibulares de São Paulo” conta. A estudante é mais um dos grandes exemplos de vitória.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana