economia

Coca-Cola lança novo “sabor pixels” nos EUA; conheça

Publicados

em


source
Coca-Cola Byte
Divulgação

Coca-Cola Byte

Após lançar o sabor “starlight”, inspirado na “luz das estrelas”, a Coca-Cola anunciou um novo sabor “pixel”. A Coca-Cola Zero Sugar Byte promete “elementos brilhantes no início e refrescante no final”. A informação foi divulgada pela CNN Brasil.

“A Coca-Cola Zero Sugar Byte torna tangível o sabor intangível do pixel”, disse Oana Vlad, diretora sênior de estratégia da Coca-Cola à emissora.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia 

É “o sabor da Coca-Cola que você conhece e ama com elementos brilhantes no início e refrescante no final”, completou. 

A inovação faz parte da divisão “Coca-Cola Creations” da empresa, que tem focado em abandonar bebidas desatualizadas e criar novas para comercialização. 

A ideia é estimular a curiosidade nos consumidores e, segundo executivos, a recepção tem sido boa. 

“Nossos fãs estão intrigados – eles adoram a novidade lúdica”, acrescentou ela. “A natureza abstrata das descrições de sabor oferece uma oportunidade para debate e discussão.”

A Starlight foi apresentada em um show da estrela pop Ava Max, já a “Byte” apelou para os gamers aparecendo no jogo Fortnite. A ilha, batizada de Pixel Point, foi criada pela Coca-Cola e seu parceiro PWR, que cria experiências virtuais dentro do Fortnite. 

Leia Também

Na ilha, o usuário pode jogar diferentes jogos, incluindo um que ocorre dentro de uma garrafa de Coca-Cola. 

Ao comprar o produto, os clientes poderão jogar um jogo de realidade aumentada digitalizando o rótulo pixelado com seus telefones.

O produto será lançado no dia 2 de maio, nos Estados Unidos, e custará cerca de US$ 15 mais frete.

“Byte” estará disponível para venda em alguns países da América Latina na segunda-feira e na China em 23 de maio.


Comentários Facebook
Propaganda

economia

Aneel mantém bandeira tarifária verde para julho

Publicados

em

source
Hoje, há 212 localidades isoladas do SIN, com consumo energético abaixo de 1%
Agência Brasil

Hoje, há 212 localidades isoladas do SIN, com consumo energético abaixo de 1%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu acionar a bandeira verde no mês de junho para todos os consumidores conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN). De acordo com a agência, dessa forma, não haverá cobrança extra na conta de luz no próximo mês.

É o segundo anúncio de bandeira verde realizado pela Aneel desde o fim da Bandeira Escassez Hídrica , que durou de setembro de 2021 até meados de abril deste ano. Em maio, a agência já havia acionado a bandeira verde . Segundo a Aneel, na ocasião, a bandeira verde foi escolhida devido às condições favoráveis de geração de energia.

Criadas em 2015 pela Aneel, as bandeiras tarifárias refletem os custos variáveis da geração de energia elétrica. Divididas em níveis, as bandeiras indicam quanto está custando para o SIN gerar a energia usada nas casas, em estabelecimentos comerciais e nas indústrias.

Quando a conta de luz é calculada pela bandeira verde, significa que a conta não sofre qualquer acréscimo. Quando são aplicadas as bandeiras vermelha ou amarela, a conta sofre um acréscimos, que variam de R$ 1,874 por 100 quilowatt-hora (kWh) consumido a 9,492 por 100 kWh.

O Sistema Interligado Nacional é dividido em quatro subsistemas: Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte. Praticamente todo o país é coberto pelo SIN. A exceção são algumas partes de estados da Região Norte e de Mato Grosso, além de todo o estado de Roraima.

Atualmente, há 212 localidades isoladas do SIN, nas quais o consumo é baixo e representa menos de 1% da carga total do país. A demanda por energia nessas regiões é suprida, principalmente, por térmicas a óleo diesel.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana