AGRO & NEGÓCIO

CITROS/CEPEA: Precipitações frequentes limitam qualidade das laranjas

Publicados

em


Cepea, 22/1/2021 – As chuvas constantes das últimas semanas nas principais regiões citrícolas do estado de São Paulo não ocasionaram perdas nos pomares, mas estão limitando a qualidade das laranjas. De acordo com pesquisadores do Cepea, a elevada umidade do solo favorece a proliferação de doenças fúngicas. Além disso, com as precipitações frequentes, as frutas estão crescendo muito, fazendo com que a oferta de laranjas graúdas aumente – muitas vezes, atingindo tamanhos acima do desejado pelo mercado de mesa e com alta sensibilidade da casca. Nesse cenário, o número de laranjas destinado à moagem deve crescer nos próximos dias, já que as exigências de qualidade deste segmento são menores e que a demanda no mercado de mesa está desaquecida, o que típico para este período do ano. Na média da parcial de janeiro (até o dia 21), a laranja pera é negociada a R$ 39,41/cx de 40,8 kg, na árvore, 9% inferior à de dezembro. Fonte: www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Propaganda

AGRO & NEGÓCIO

Projeto utiliza recursos digitais para disseminar tecnologias de saneamento rural

Publicados

em


     O Projeto “Tratô na Roça” – realizado pela ONG Veracidade no interior de São Paulo – buscou, nos recursos digitais, as alternativas para disseminar as tecnologias sociais de saneamento básico rural desenvolvidas pela Embrapa Instrumentação (São Carlos – SP), a partir da pandemia do novo Coronavírus, que limitou as atividades presenciais.

     Financiado pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) de São Paulo, o projeto capacitou agricultores sobre saneamento rural em municípios de pequeno porte da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré – Itirapina (18 mil habitantes), Boa Esperança do Sul (15 mil habitantes) e Ribeirão Bonito (13 mil habitantes).

     Além da instalação de sete Fossas Sépticas Biodigestoras (tratamento do esgoto) e seis Cloradores Embrapa (tratamento da água de consumo), foram desenvolvidos vídeos com o passo a passo da FSB e do Clorador, além de uma cartilha sobre saneamento rural. Todo o material foi distribuído para os participantes e divulgado via redes sociais como Facebook, Instagram e WhatsApp.

     “A pandemia do Coronavírus trouxe para a equipe o desafio de capacitar agricultores, sem colocar a saúde de todos em risco, por isso, após alguns meses de pausa em 2020, retomamos as atividades realizando oficinas apenas com os beneficiados. Para garantir a disseminação das tecnologias para mais pessoas, produzimos os materiais com os recursos digitais”, detalha a bióloga Aline Zaffani.

Sorteio e contrapartida

     Além das tecnologias sociais desenvolvidas pela Embrapa, o “Tratô na Roça” também instalou três Cisternas (para captação da água de chuva) e seis Composteiras (para transformação dos resíduos orgânicos em adubo). Algumas tecnologias foram sorteadas para os interessados, que receberam o material para a instalação, participaram da montagem com a equipe do projeto e forneceram a mão de obra.

     “Foram mais de 100 pessoas diretamente envolvidas, participando de oficinas das tecnologias e mais de 7000 pessoas que, indiretamente, tiveram acesso às ações do projeto (que começou em 2019) através de vídeos, material didático e visitas às casas que receberam as tecnologias”, acrescenta Aline Zaffani.

     “Os resultados foram muito significativos e ainda serão amplificados, pois os locais que recebem as tecnologias se comprometem a disseminar as informações para outros interessados. Antes da pandemia realizamos uma capacitação presencial em São Carlos e a oficina de instalação, agora vemos que a parceria em cooperação técnica com a ONG Veracidade trará novos multiplicadores para o saneamento rural”, avalia Wilson Tadeu Lopes da Silva, pesquisador da Embrapa Instrumentação.

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana