Saúde

Cidade de SP vai concentrar pacientes com Covid para garantir fluxo de oxigênio

Publicados

em


source
Cidade de SP vai concentrar pacientes com Covid para garantir fluxo de oxigênio
Erlon Rodrigues/PC-AM

Cidade de SP vai concentrar pacientes com Covid para garantir fluxo de oxigênio

O secretário municipal da Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou, neste sábado (20), que a Prefeitura está “mudando a logística” e concentrando pacientes com  Covid-19  nos dois “hospitais-catástrofe” do município, no Jabaquara e em Itaquera, para garantir o abastecimento de oxigênio.

“Nós estamos mudando toda a logística, concentrando nossos pacientes de Covid-19 nos grandes hospitais, para que a gente possa ter um abastecimento constante de oxigênio”, disse o secretário, em entrevista ao SP1, da TV Globo.

A mudança na postura vem após a transferência de  10 pacientes de uma UPA na Zona Leste durante a madrugada deste sábado (20) por uma falha no abastecimento de oxigênio do local.

Para atender a demanda por oxigênio, que cresceu 121% na cidade, o secretário ainda disse que a prefeitura pediu ajuda à Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) para o empréstimo de mais cilindros. Segundo ele também, o município está se preparando para montar um esquema distribuição com caminhões para garantir que todo o sistema municipal receba o insumo.

Segundo a White Martins, empresa fornecedora do insumo para a rede pública e privada, em janeiro, o volume diário de oxigênio consumido foi de 75 mil metros cúbicos na cidade de São Paulo. Nesta última quarta-feira (17), o volume atingiu a marca de 166 mil metros cúbicos por dia.

Situação crítica no estado 

Pelo menos 54 cidades do estado estão com o estoque de cilindros de oxigênio em estado crítico, segundo um levantamento do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de São Paulo (Cosems/SP) divulgado neste sábado (20).

Dos 654 municípios do estado, 69 responderam ao questionamento sobre a falta de cilindros de oxigênio no levantamento do Cosems/SP.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Rio: 24 cidades estão sem mortes por covid-19 há duas semanas    

Publicados

em


Dos 92 municípios do estado do Rio, 24 estão há duas semanas sem registrar mortes por covid-19. O levantamento é de técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado nesta sexta-feira (30). A análise levou em consideração dados das semanas epidemiológicas 27 e 28, período de 4 a 17 de julho.

As cidades sem óbitos provocados pela doença são: Aperibé, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cambuci, Cantagalo, Cardoso Moreira, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Laje do Muriaé, Macuco, Miguel Pereira, Paracambi, Paty do Alferes, Rio das Flores, Santa Maria Madalena, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Sumidouro, Trajano de Moraes e Varre-Sai.

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe disse que é importante destacar que essa análise não pode ser feita com semanas tão próximas. “É preciso respeitar 15 dias, ao menos, para que as informações estejam mais consolidadas. O resultado é consequência da vacinação no estado do Rio de Janeiro, que já atingiu mais de 50% de toda população fluminense adulta com ao menos uma dose da vacina”, avaliou.

A secretaria informou ainda que muitos casos são notificados após a data do óbito. Por essa razão, desde o início da pandemia, recomenda-se que a análise das informações seja feita pela data de ocorrência da morte; e não pela data de notificação ou confirmação.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana