economia

Chefe do FMI: sanções à Rússia vão ampliar impacto econômico da guerra

Publicados

em


source
Kristalina Georgieva
Reprodução

Kristalina Georgieva

As sanções financeiras internacionais aplicadas contra a Rússia vão ampliar os impactos econômicos da guerra na Ucrânia, afirmou nesta sextra-feira (25) Kristalina Georgieva, diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI). Segundo ela, as sanções aumentarão os preços de grãos e energia, pressionando a inflação. As informações são da Reuters.

Georgieva acrescentou que a incerteza nos mercados financeiros causada pela invasão russa à Ucrânia pode causar “saídas de capital de mercados emergentes, quando precisamos exatamente do oposto: mais financiamento entrando lá”.

Na quinta-feira (24), tanto o Banco Mundial quanto o FMI sinalizaram que estão preparados para auxiliar a Ucrânia, acrescentando que o ataque da Rússia causará repercussões na recuperação econômica global. Georgieva havia dito que está “profundamente preocupada” com as consequências da guerra.

De acordo com a France Presse, Georgieva ainda disse que, além da Ucrânia, o FMI também está pronto para ajudar outros países afetados pelo conflito, caso isso seja necessário.

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Preço do diesel e gasolina sobem nas bombas e batem recorde, diz ANP

Publicados

em

source
Diesel ultrapassou a gasolina em preço médio pela primeira vez, diz ANP
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL

Diesel ultrapassou a gasolina em preço médio pela primeira vez, diz ANP

O diesel subiu pela terceira semana seguida nos postos, diz a pesquisa de preços da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Na bomba, a gasolina também voltou a crescer para os consumidores após recuo na última semana.

Segundo a ANP, o preço médio do diesel passou de R$ 6,906 para R$ 7,568. É o maior preço médio já verificado na pesquisa do órgão regulador. É uma alta de 9,58% nessa semana.

O mesmo patamar recorde foi verificado na gasolina, que avançou de R$ 7,23 para R$ 7,390, um aumento de 2,18%.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

O avanço dos preços nos postos reflete o aumento anunciado pela Petrobras há uma semana. Desde o último sábado, a gasolina subiu nas refinarias de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro, um aumento de 5,18%. Com o diesel, o preço por litro aumentou de R$ 4,91 para R$ 5,61, o que equivale a um reajuste 14,25%.

Mas, apesar do reajuste feito pela Petrobras, os preços dos combustíveis seguem defasados no Brasil, segundo a Abicom, que reúne os importadores. A diferença é de 8% (R$ 0,34 por litro) no caso da gasolina e de 10% no diesel (de R$ 0,61 por litro).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana