Tangará da Serra

Casal acusado de matar idoso para roubar TV é preso pela Polícia Civil

Publicado

O casal apontado como principal suspeito do latrocínio que vitimou um idoso, de 81 anos de idade, no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, após ser identificado em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O crime que vitimou Lorival Tasca ocorreu na sexta-feira 04 de setembro, na residência do idoso, na Agrovila 12, Assentamento Antônio Conselheiro. Na ocasião, os suspeitos espancaram a vítima para roubar um aparelho de TV 32 polegadas.

A vítima morava sozinha e o fato só foi percebido na segunda-feira (07) pelos vizinhos, quando o idoso foi socorrido e encaminhado para o hospital. Devido a gravidade dos ferimentos, o idoso não resistiu e morreu cinco dias após o ocorrido.

Assim que foi acionada dos fatos,, a equipe da Derf iniciou as investigações, conseguindo informações sobre os possíveis autores do crime, um casal que morava em sítio na Agrovila 18, local conhecido por aglomerações de pessoas para uso de drogas e bebidas alcoólicas.

Com base nos elementos colhidos nas investigações, o delegado Edmar de Faria Filho, representou pelo mandado de prisão preventiva dos suspeitos pelo crime de latrocínio, os quais foram deferidos pela Justiça.  O suspeito foi preso na terça-feira (22) em Campo Novo do Parecis onde já cumpria pena por envolvimento em outro roubo.

Já a mulher teve a ordem de prisão cumprida na manhã de quarta-feira (23) no município de Tangará da Serra. Interrogados, os suspeitos confessaram o crime e disseram que entraram para roubar, porém o idoso acordou enquanto eles estavam na casa.

Após o roubo, o casal fugiu e abandou a televisão e a motocicleta utilizada no crime.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Rotam prende suspeitos e fecha escritório luxuoso do crime em Cuiabá

Publicado


Policiais do Batalhão Rotam fecharam um escritório de golpes de venda pela internet, na tarde de segunda- feira(19), no bairro 1º de Março, em Cuiabá. Um casal foi pego com quatro pedaços grande e porções de maconha.

Durante patrulhamento pelo Residencial Jonas Pinheiro, a equipe da Rotam identificou um casal em um carro Gol em fundada suspeita. O homem de 31 anos e a mulher (18) foram abordados pelos policiais que encontraram com a suspeita com uma porção de maconha escondida na cintura. 

O homem confessou que a porção de maconha encontrada com  a suspeita, era dele e que  havia mais drogas em sua residência localizada no bairro Três Barras. Na diligência, os militares encontraram na casa do suspeito quatro pedaços grandes maconha, R$ 1,5 mil e  35 chips de celular.

O suspeito relatou aos policiais que integra uma quadrilha especializada em aplicar golpes em um site de venda e que o escritório do grupo criminoso fica localizado na Rua Altamiro de Souza, no bairro 1º de Março, ainda na capital.

 

A Rotam ainda em diligência foi até o local apontado como escritório da quadrilha. Com a chegada da polícia, vários indivíduos fugiram; pulando o muro da residência para se esconderem em um matagal; abandonando os aparelhos celulares no telhado do imóvel. 

 

Dentro da casa, os policiais apreenderam impressoras, celulares e máquina de cartões; objetos  utilizados para aplicar os golpes via internet. A polícia observou que no imóvel que estava em obras já sido construída uma piscina e espaços gourmet. Uma  carreta de som  que estava em um dos cômodos foi apreendida na ação policial.  

 

O casal foi preso e conduzido à Central de Flagrantes. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

 

Serviço

 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes

 
Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana