Tangará da Serra

Casal acusado de matar idoso para roubar TV é preso pela Polícia Civil

Publicado

O casal apontado como principal suspeito do latrocínio que vitimou um idoso, de 81 anos de idade, no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, após ser identificado em investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

O crime que vitimou Lorival Tasca ocorreu na sexta-feira 04 de setembro, na residência do idoso, na Agrovila 12, Assentamento Antônio Conselheiro. Na ocasião, os suspeitos espancaram a vítima para roubar um aparelho de TV 32 polegadas.

A vítima morava sozinha e o fato só foi percebido na segunda-feira (07) pelos vizinhos, quando o idoso foi socorrido e encaminhado para o hospital. Devido a gravidade dos ferimentos, o idoso não resistiu e morreu cinco dias após o ocorrido.

Assim que foi acionada dos fatos,, a equipe da Derf iniciou as investigações, conseguindo informações sobre os possíveis autores do crime, um casal que morava em sítio na Agrovila 18, local conhecido por aglomerações de pessoas para uso de drogas e bebidas alcoólicas.

Com base nos elementos colhidos nas investigações, o delegado Edmar de Faria Filho, representou pelo mandado de prisão preventiva dos suspeitos pelo crime de latrocínio, os quais foram deferidos pela Justiça.  O suspeito foi preso na terça-feira (22) em Campo Novo do Parecis onde já cumpria pena por envolvimento em outro roubo.

Já a mulher teve a ordem de prisão cumprida na manhã de quarta-feira (23) no município de Tangará da Serra. Interrogados, os suspeitos confessaram o crime e disseram que entraram para roubar, porém o idoso acordou enquanto eles estavam na casa.

Após o roubo, o casal fugiu e abandou a televisão e a motocicleta utilizada no crime.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Polícia Civil inicia entrega de rádio comunicadores digitais às unidades das regionais de Cuiabá e VG

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso iniciou na tarde desta quinta-feira (22.10) a distribuição das 125 unidades do kits de rádios digitais, que serão entregues para todas as delegacias de policiais de Cuiabá, Várzea Grande e municípios da região metropolitana da Capital.

 

A primeira unidade policial a receber os equipamentos modernos de comunicação foi a Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), que passará agora a operar no sistema de radiocomunicação digital, em substituição ao sistema analógico. A meta é que até 2022 Mato Grosso deixe de operar totalmente a comunicação analógica. 

Os 125 kits são compostos de um rádio HD acompanhado de antena, carregador com fonte, capa, fone de ouvido e adaptador de tomada.

Os equipamentos foram adquiridos por meio do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e Ministério Público Estadual, sendo em seguida disponibilizados para uso das forças de segurança pública.

Para o delegado da Deletran, Christian Cabral, a aquisição dos aparelhos digitais representam um avanço, não apenas na economia de custo ao poder público, pois agora a polícia deixa de fazer o uso da telefonia, mas também no ganho da eficiência e segurança.

Os aparelhos permitem a comunicação com qualquer cidade abrangida pela rede digital e também a integração com os outros órgãos de segurança, que estejam fazendo uso do equipamento.

“Com isso agora a gente desobstrui o serviço de despachamento de ocorrência do Ciosp, pois a Deletran poderá modular diretamente com as equipes e com as demais forças de segurança que atuam nos atendimentos de acidente de trânsito!”, destacou o Cristian Cabral.

“Além de permite a maior agilidade nas comunicações, haja vista que esses policiais não precisam mas fazer o uso de telefones, que são burocráticos e demorados, e ainda geram custo. Podendo assim a economia financeira ser revertida em ação de melhorias para segurança pública”, finalizou o delegado.

A entrega dos rádios comunicadores digitais é realizada pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação (Coti), conforme cronograma de programação.

 

As unidades policiais, quando informadas para comparecem para receber os equipamentos, deverão proceder com a entrega dos rádios HT analógicos que estão instalados nas delegacias, que posteriormente serão redistribuídos para as unidades da Polícia Civil do interior do Estado.

O sistema de radiocomunicação digitalizado e criptografado é uma reivindicação antiga da área de segurança. A primeira etapa do sistema abrange, que começou a funcionar na semana passada, abrange além de Cuiabá e Várzea Grande, as cidades de Poconé, Barão de Melgaço, Santo Antônio de Leverger, Nossa Senhora do Livramento, Jangada, Acorizal, Chapada dos Guimarães, Rosário Oeste, Nova Brasilândia, Planalto da Serra, Nobres e os distritos de Agrovila das Palmeiras e Paraíso do Manso.

A Sesp adquiriu 19 conjuntos de Estações Repetidoras (ERB’s), 950 unidades de rádio portátil, 160 rádios móveis e 80 fixos, além de demais instrumentos necessários para distribuição a todas as forças de segurança do Estado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana