Cuiabá

Carnaval é vetado em Cuiabá e feriado da festa vira dia útil de trabalho

Publicados

em

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, assinou na sexta-feira (22.01), um novo decreto com ações de enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19). Conforme a determinação, está proibida a realização de eventos carnavalescos na Capital nas datas de 15 e 16 de fevereiro de 2021. O decreto ainda transforma as datas 15, 16 e 17 em dias úteis. Dessa forma, o expediente no serviço público municipal funcionará normalmente.

O Prefeito determinou ainda que às secretarias municipais competentes, que suspenda a emissão de qualquer tipo de autorização para eventos e festejos nas datas citadas sob pena de multa para quem descumprir o decreto.

A medida, conforme o gestor, foi tomada por causa do crescente número de casos confirmados, bem como de óbitos decorrentes do vírus. A festa, que é uma tradição no país, evidencia uma probabilidade de alta transmissibilidade e risco de agravamento do atual quadro de saúde pública vivenciada, decorrente da pandemia do Coronavírus.

Para atendimento das denúncias referentes ao descumprimento das disposições contidas no decreto, o Município disponibiliza os seguintes canais de comunicação: Disque Silêncio (fone: 99341-3000) e Polícia Militar (fone: 190). A fiscalização será realizada pelas secretarias municipais de Ordem Pública, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, de Mobilidade Urbana (Semob), Vigilância Sanitária, além da Polícia Militar (PM).

Confira  O DECRETO

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Prefeito e secretária de Educação lamentam falecimento de alunas da EMEBC Herbert de Souza (ATUALIZADA)

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

Foi com imensa tristeza que o Prefeito Emanuel Pinheiro e a secretária de Educação de Cuiabá, Edilene de Souza Machado receberam a notícia do falecimento, vítimas de um incêndio, de duas irmãs, de 5 e 6 anos, estudantes da Escola Municipal de Educação Básica do Campo (EMEBC) Herbert de Souza, neste domingo.

O fogo começou de madrugada, quando a família dormia na casa, localizada numa chácara, na  Linha 15, onde o pai recentemente começou a trabalhar como caseiro.

De acordo com as informações, os pais retiraram as duas crianças do quarto onde dormiam ao perceberem a fumaça e acionaram o Serviço de Assistência Móvel de Urgência (Samu). Os médicos que prestaram atendimento atestaram que as meninas morreram intoxicadas com a fumaça.

A Polícia Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) também foram até o local para atender a ocorrência.

As meninas estudavam na Pré Escola I e 1º Ano da EMEBC Herbert de Souza. A diretora, Luzinete Mendes de França Araújo contou que a equipe gestora e todos da unidade estão bastante abalados com a morte das duas irmãs e, estão acompanhando a família, inclusive com apoio psicológico da equipe de saúde que atende a região.

“É uma fatalidade. Aos pais e a família nossos mais sinceros pesar. Rogamos a Deus que dê forças a essa família para superar esse momento tão doloroso e trágico”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

A secretária Edilene Machado lamentou e disse que a Educação se une aos pais e familiares em orações. “A morte é um momento doloroso, mas quando se trata de crianças ainda é mais angustiante. A Secretaria de Educação e toda a rede se unem em orações por essa família”, disse ela.

O velório será na residência da família, na Linha 15, Cinturão Verde e o sepultamento será as 08:30 horas, desta segunda-feira (19), no Cemitério São Gonçalo. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana