mato grosso

Cão fareja droga e mulher é presa tentando ingressar com ilícitos em presídio

Publicado


.

Cão farejador da Penitenciária da Mata Grande, em Rondonópolis, alertou aos policiais penais que havia algo de errado no ventilador que era entregue por uma mulher nesta terça-feira (04.08), dia em que familiares podem levar roupas e objetos de higiene aos recuperandos da unidade.

Por volta das 8h30, uma mulher chegou na unidade com o ventilador e ficava o tempo todo mexendo no próprio celular. Quando o cão fez o alerta, os policiais penais desmontaram o ventilador e encontraram duas porções de maconha, 1 celular dual chip, bateria e carregador.

A mulher e os objetos aprendidos foram encaminhados para a delegacia de Polícia. Já o recuperando de 20 anos, que iria receber o material ilícito foi encaminhado para a ala de segurança da unidade.

A presença dos cães farejadores tem ajudado a Polícia Penal a flagrar a tentativa de ingressar com materiais ilícitos na unidade.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Harpia ferida em rede elétrica passa por exames no Hospital Veterinário da UFMT

Publicado


Uma harpia ferida foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, em Juína, e entregue à Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), que a levou para atendimento no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

No Hospital Veterinário a equipe responsável constatou que a ave colidiu com a rede elétrica, além da suspeita de trauma encefálico, de acordo com a avaliação neurológica. Exames mais detalhados ainda serão realizados.

A harpia ou gavião real é a maior ave de rapina da América do Sul e está entre as maiores do mundo, podendo chegar a dois metros de envergadura (medida feita de ponta a ponta de cada asa). O macho pesa de 4 a 5 kg e a fêmea pode chegar a 9 kg.

A ave tinha sua distribuição bastante disseminada nas florestas tropicais e mata atlântica, mas nas últimas décadas a população entrou em declínio, entre as espécies ameaçadas de extinção e sua ocorrência hoje está praticamente restrita ao bioma amazônico.

Em Mato Grosso, além da ocorrência no bioma amazônico, em 2011 foi publicado um artigo na Revista Brasileira de Ornitologia sobre o registro da ocorrência dela, em 2009, na planície do Pantanal mato-grossense, no entorno da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) SESC Pantanal. O artigo é intitulado “Primeiro registro de harpia para o bioma Pantanal, com dados sobre atividade reprodutiva”.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana