ENTRETENIMENTO

Cantora Clau comenta explante de silicone: “A gente pode se amar do jeito que é”

Publicados

em


source
A cantora Clau publicou um vídeo nas redes sociais comentando sua experiência do explante de silicone
Divulgação

A cantora Clau publicou um vídeo nas redes sociais comentando sua experiência do explante de silicone

A cantora Clau vivia com  próteses de silicones nos seios há cinco anos, mas fez o explante no início de 2021, após as peças virarem de lado dentro do corpo dela. A cirurgia foi complexa e contou com  outros procedimentos  como a retirada de pele e preenchimento dos seios com gordura de outras partes do corpo, para reconstrução completa deles. 

Em entrevista ao iG Gente, a artista diz que o material não rompeu e que a situação não gerou nenhum risco para sua vida. Mesmo assim, ela diz ter sentido muito desconforto. “Inicialmente, eu nem sabia que podia retirar o silicone. Cheguei a me programar para fazer a troca por outra prótese porque estava doendo bastante e ficou muito desconfortável. Quando soube que podia tirar, me interessei”, lembra.

Nessa época, Clau encontrou por acaso um vídeo publicado pela ex-BBB Amanda Djehdian, que também retirou o silicone e contou a experiência em uma rede social. “Eu nem seguia ela. O depoimento dela simplesmente apareceu no meu Instagram e quando descobri que podia retirar a prótese, eu decidi que seria o melhor a fazer, do que trocar por outra que, no futuro, poderia dar algum problema novamente”, comenta Clau.

A partir disso, ela comenta que foi uma “decisão de vida”. “Refleti muito o que eu queria para mim e para a minha saúde. Eu não pensei na questão estética. Conforme foi chegando mais perto da cirurgia, eu fui me preparando para o resultado porque eu sei que poderia não ter ficado bonito e afetar minha autoestima. Preparei bastante o meu psicológico, pois achei que seria um impacto bem grande, mas, na verdade, nada disso aconteceu. Desde o primeiro dia que fiz o procedimento foi tudo bem tranquilo”. De acordo com o cirurgião plástico Leandro Faustino, as indicações para retirada de próteses mamárias são quando há algo de estranho com o silicone, como doenças inflamatórias raras ou alguma doença autoimune, que também é raro, o rompimento do silicione, a vontade da paciente de retirar ou mal posicionamento da prótese. A cirurgia da cantora foi complexa porque além da retirada das próteses ela também optou por fazer a reconstrução completa dos seios. Nesse processo, é feito uma mastopexia, que é a retirada de pele que sobra e o levantamento dos seios, e também uma lipoenxertia, que é o preenchimento do seio com um pouco de gordura retirada de outra parte do corpo. “Foi uma cirurgia complexa e eu fiquei bem nervosa, nem imaginava que a recuperação seria tão tranquila. No dia mesmo da cirurgia eu já estava caminhando e indo ao banheiro sozinha. Em uma semana, a recuperação já estava quase 100%. Bem diferente do implante, que teve uma recuperação bem mais lenta e muito mais dolorida. Tive dor com o explante também, tomei remédio, claro. É uma cirurgia, não dá para esperar que não tenha isso”, esclarece. O cirurgião explica que o explante em si não é complicado, mas que, como qualquer cirurgia, é algo delicado. “O procedimento, tecnicamente, não é complicado, mas ressalva-se que, como toda cirurgia, existem riscos associados, como ter alguma reação, alergia a algum medicamento, algum tipo de anestesia, o riscos de trombose, embolia. Mas essas complicações são em torno de 1% dos casos ou menos”, afirma Faustino. Clau ressalta que a escolha do cirurgião plástica foi algo muito importante para que ela se sentisse segura para fazer o procedimento. Ela queria fazer com um médico em quem confiasse bastante no trabalho.

Você viu?

“Meu médico me passou toda a confiança do mundo e inclusive me falou sobre os possíveis problemas, tudo o que poderia acontecer. Eu estava ciente da situação e isso me deixou bastante certa de que queria fazer.”.

A cantora Clau é promessa da música pop nacional
Divulgação/Ricardo Penna

A cantora Clau é promessa da música pop nacional

Faustino não foi o responsável pelo procedimento de Clau, mas tem muita experiência no explante de próteses de silicone. Ele elenca cinco cuidados e questões importantes para refletir antes de realizar o procedimento. Para o médico, esses itens compõem, juntos, o que ele chama de “cirurgia consciente”. “Primeiro é importante ter a motivação correta. A paciente não deve fazer a cirurgia motivada por interesses de outras pessoas, marido ou amigos, e nem por pressão estética, mas sim por um desejo dela. Em segundo lugar vem o principal fator, a segurança, que deve determinar onde vai fazer a cirurgia e com quem. A questão financeira não deve ser a única importante . A informação também é fundamental e ela deve ser passada pelo cirurgião para a paciente, sem sensacionalismo ou erros. A quarta questão são as expectativas reais. É preciso trabalhar com isso para não ter uma frustração após o procedimento realizado. E, por último, mas não menos importante, ter cuidado com o marketing e as redes sociais. Existem muitas fotos manipuladas e resultados falsos, feitos com intuito comercial”, pontua Faustino. “Esses assuntos devem ser tratados de maneira consciente porque cirurgia sempre tem riscos. A paciente deve se informar, buscar um médico capacitado, alguém que converse, que explique para ela o que vai acontecer. A pessoa tem que estar consciente de tudo, sobre o que vai acontecer com ela no pós-operatório e não simplesmente tomar as decisões baseada no que existe na internet”, explica.

Já perto de completar um mês que realizou a cirurgia, Clau está se recuperando bem e diz que está muito feliz com o resultado e com a possibilidade de influenciar positivamente outras pessoas sobre a questão do explante. “Minha intenção não é demonizar a cirurgia plástica ou falar que ninguém pode fazer, mas é preciso ter mais consciência e pensar bem. Quando eu coloquei o silicone, não era um sonho ou algo que mudaria a minha vida. Existe muita pressão estética, uma busca por um corpo inalcançável. Espero poder ajudar outras meninas que passam por essa mesma situação. Se tiver uma única menina, uma mulher que eu possa ajudar a se amar e aceitar como é, falando da minha experiência, já valeu. É bom poder ser um exemplo positivo e falar que não precisamos disso, que a gente pode se aceitar e se amar do jeito que é”, declara Clau.

Pouco tempo depois de passar pelo procedimento, a cantora publicou nas redes sociais um vídeo que teve grande repercussão sobre o tema. Ela conta que recebeu muitos comentários positivos de mulheres que contaram que, por causa dela, mudaram de ideia sobre o silicone, mas também alguns negativos, que criticavam por ser uma espécie de “modinha”. “Como se tivesse tido a moda de colocar o silicone e agora teria a de tirar (risos). Isso não faz nem sentido. Não é por moda, beleza, por corpo perfeito, muito pelo contrário. O fato de uma mulher ter colocado o silicone algum dia não impossibilita ela de, hoje, estar lutando contra esse padrão. A gente quer se libertar disso também”, finaliza. Veja o vídeo da cantora nas redes sociais:


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Nego do Borel é intimado a prestar depoimento esta semana

Publicados

em


source
Nego do Borel
Reprodução/Instagram

Nego do Borel

Nego do Borel  foi intimado a prestar depoimento sobre as acusações das ex-namoradas  Duda Reis e Swellen Sauer esta semana. O funkeiro deve comparar à DEAM de Jacarepaguá nos próximos dias. Segundo o jornal Extra, a polícia já ouviu algumas testemunhas do caso e pretende intimar outras após o depoimento do cantor.

Além de todas as denúncias feitas por Duda Reis , como estupro de vulnerável, ameaça com faca, injúria e lesão corporal,  Nego do Borel também responderá pelas acusações feitas por outra ex-namorada, a analista internacional Swellen Sauer.

Um pouco sobre o caso

Tudo começou em janeiro de 2021 , quando Duda Reis registrou um boletim de ocorrência contra o cantor. Segundo documento, em depoimento Duda relatou diferentes violências que teria sofrido ao longo do relacionamento, tais como psicológica, sexual e física. 

Pouco tempo de depois, Swellen Sauer também registrou um boletim contra o artista alegando violência psicológica e física. Em entrevista a um canal no YouTube a ex-namorada declarou que Nego do Borel lhe “enforcou com um cabo de celular” e lhe golpeou “com um soco na costela”.

Desde então Nego do Borel vem sendo investigado. Duda Reis e Swellen Sauer já prestaram depoimentos. Não há previsão para novos desdobramentos no caso.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana