AGRO & NEGÓCIO

Candidato a chefe da Embrapa Instrumentação apresenta plano de trabalho em audiência pública virtual

Publicados

em


O candidato a chefe-geral da Embrapa Instrumentação (São Carlos – SP) José Manoel Marconcini apresenta, nesta quinta-feira (14), em audiência pública virtual, seu plano de trabalho. Ele terá 60 minutos para apresentação – das 14h30 às 15h30 – sem interrupção, seguidos de 30 minutos para responder aos questionamentos – das 15h30 às 16 horas.

A audiência será coordenada por Ruy Fontes, chefe de gabinete do presidente da Embrapa, e poderá ser acompanhada no endereço https://www.youtube.com/watch?v=LZefI_wREfE, onde o chat estará aberto para perguntas ao candidato.

A etapa seguinte é uma entrevista conduzida pela Diretoria Executiva da Embrapa, que deve ocorrer até 04 de novembro. A divulgação da escolha do novo chefe-geral da Unidade ocorrerá até o dia 09 de novembro, e a designação pelo presidente da Embrapa deverá ser feita até o dia 12 de novembro – o mandato é de dois anos, prorrogável por até duas vezes de igual período.

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Propaganda

AGRO & NEGÓCIO

Nascimento de bezerros exige cuidados do produtor

Publicados

em


Veterinário recomenda algumas medidas para melhorar o bem-estar dos recém-nascidos  

O período de nascimento de bezerros requer muita atenção e cuidado nas propriedades leiteiras.

Assim que o animal nasce, ele precisa receber o colostro, primeiro leite secretado pela mãe pós-parto. O colostro é considerado “a primeira vacina” do filhote, já que a placenta não passa a imunidade ao recém-nascido.

De acordo com o veterinário Eduardo de Oliveira, da Embrapa Pecuária Sudeste (São Carlos – SP), curar o umbigo é um manejo básico e muito importante, principalmente na época chuvosa. O local pode ser uma porta de entrada para infecções e a chuva deixa o cordão umbilical úmido, favorecendo a proliferação de microrganismos. O veterinário recomenda que a cura do umbigo seja feita duas vezes ao dia, durante três dias, com solução de iodo (10%), garantindo assim a cauterização química completa para não haver risco de infecção.

Outra ocorrência muito comum nesta época de chuvas é a pneumonia nos bezerros. Segundo Oliveira, o produtor deve ficar atento a sinais, como: falta de apetite, cansaço e febre.

Diarreia também é bastante frequente nos recém-nascidos. Algumas medidas contribuem para redução dessa enfermidade, como limpeza do comedouro e do bebedouro, higienização dos utensílios usados para fornecimento de leite e do local onde os animais ficam. Assim, evita-se a transmissão e proliferação de microrganismos.

A separação dos bezerros pode ser uma alternativa para impedir a contaminação cruzada.

Manter o calendário de vacinação em dia e fazer a vermifugação adequada são essenciais à sanidade e ao bem-estar de todo o rebanho.

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana