mato grosso

Campanha visa conter aumento do número de mortes por acidentes

Publicado


.

Entre janeiro e julho de 2020, Mato Grosso registrou 362 mortes no trânsito, 38% a mais que no mesmo período de 2019, quando houve 263 casos. Já as lesões corporais no trânsito reduziram. Este ano, foram 3.099 registros, contra 3.474 no ano passado (-11%). Os dados são da Superintendência do Observatório da Violência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

Reduzir esses dados, por meio da prevenção de acidentes, é o principal objetivo da Semana Nacional do Trânsito, celebrada de 18 a 25 de setembro. O mote deste ano é “Perceba o risco, proteja a vida” e um dos focos está nos usuários vulneráveis, que são os pedestres, ciclistas, motociclistas e pessoas com deficiência. Outra abordagem da campanha educativa é a importância do respeito, com orientações que incentivem o combate à violência no trânsito e o cuidado consigo e com o próximo.

A primeira ação, de caráter educativo, ocorrerá na próxima sexta-feira (18.09), a partir das 18h, na Av. Historiador Rubens de Mendonça, em frente ao Pantanal Shopping, em Cuiabá. Em seguida, as forças de segurança seguirão para Várzea Grande, na Avenida da FEB, no Trevo Mufatão. Os condutores de veículos e pedestres receberão orientações e dicas voltadas à segurança no trânsito.

Apesar de terem ocorrido ações de fiscalização a fim de evitar o consumo de álcool pelos condutores de veículos, a operação Lei Seca ficou suspensa desde março de 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A retomada dessa ação integrada também marcará a Semana Nacional do Trânsito, e ocorrerá em diferentes pontos da região metropolitana.

As atividades contam com a participação da Sesp-MT, por meio do Gabinete de Gestão Integrada (GGI); Polícia Militar, por meio do Batalhão de Trânsito (BPMTran); Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran); Sistema Penitenciário; Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Ministério Público Estadual (MPE); Secretaria de Mobilidade Urbana de Cuiabá (Semob) e Guarda Municipal de Várzea Grande.

Outras atividades

Em Mato Grosso, a campanha terá ainda a transmissão de lives do Comitê Estadual Vida no Trânsito, pela Escola de Saúde Pública do Estado, no canal do YouTube. Os encontros virtuais ocorrerão nos dias 18 e 21 de setembro, das 14h30 às 17h30, nestes links, respectivamente: https://youtu.be/ueK-zku0waM e https://youtu.be/k0dKinjvpDg.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Sete municípios concluem pesquisa epidemiológica em Mato Grosso

Publicado


Os municípios de Tangará da Serra, Água Boa, Juína, Sinop, Várzea Grande, Barra do Garças e Alta Floresta já concluíram a fase de coleta da pesquisa soroepidemiológica viabilizada pelo Governo de Mato Grosso. A ação tem o objetivo de monitorar a infecção pela Covid-19 no Estado. 

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), dos dez municípios que participam da pesquisa, três solicitaram prorrogação do prazo: Cuiabá, Rondonópolis e Cáceres. Com o intuito de cumprir o objetivo proposto, esses municípios prorrogaram a conclusão da etapa de coletas para até 9 de outubro.

A SES divulgará o resultado da pesquisa após a finalização dessa fase e análise dos materiais junto aos municípios. A previsão é de que o relatório final do monitoramento seja concluído entre os meses de outubro e novembro. 

O trabalho é coordenado pela equipe técnica da SES, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e conta com o apoio dos Escritórios Regionais e Secretarias Municipais de Saúde dos municípios envolvidos no estudo. 

A metodologia utilizada na pesquisa é a estratégia quantitativa e transversal. A realização do exame é por meio de teste de sangue. As análises são realizadas exclusivamente pelo o Laboratório Central do Estado (Lacen); já as coletas são feitas por agentes de saúde, por meio das secretarias dos municípios.

As cidades selecionadas terão amostras coletadas de 250 a 700 pessoas, de acordo com o número populacional. O setor censitário testado será sorteado, bem como a casa e o morador do domicílio.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana