CIDADES

Campanha solidária de apoio ao prefeito de Novo Horizonte do Norte que está em tratamento em SP

Publicado


O prefeito de Novo Horizonte do Norte, Silvano Pereira Neves continua internado na UTI do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com covid-19. Ele está com 75% do pulmão comprometido, e o estado de saúde é considerado grave. Diagnosticado com o novo coronavírus no dia 29 de setembro, ele foi internado no Hospital Municipal de Juara e depois transferido para a Santa Casa em Cuiabá.

Diante do quadro de saúde agravado, a família decidiu pela transferência do prefeito  Silvano para São Paulo, no último  dia 20 de outubro. Foi aberta na última quarta-feira uma campanha online, em nome da primeira-dama, Luciara Neves, para angariar fundos com o objetivo de custear as despesas da UTI do hospital Sírio Libanês e da UTI aérea para São Paulo.

Conforme a descrição no site da vaquinha virtual, a família precisou fazer pagamento de R$ 400 mil antecipado para pagamento da UTI e as diárias do hospital.   O valor a ser arrecadado de R$ 500 mil seria para pagar 12 dias na terapia intensiva e os gastos extras.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Neurilan Fraga, desde o início, vem acompanhado a situação do prefeito Silvano, e se empenhou para a transferência dele para São Paulo. Fraga está mobilizando os demais prefeitos nesta causa.  A meta é unir esforços para ajudar o prefeito neste momento tão difícil para ele e sua família.

Qualquer pessoa pode participar dessa campanha solidária doando valores que ajudarão no pagamento das despesas do hospital e da equipe médica que está assistindo o prefeito. “Se você pode doar qualquer valor, faça isso, pois a sua colaboração estará ajudando salvar a vida do prefeito e amigo Silvano“, disse o presidente da AMM.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

CIDADES

Todos os municípios de MT continuam com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (26.11) o Boletim Informativo nº 263 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Nesta edição do Boletim, os 141 municípios do Estado configuram na classificação de risco baixo de infecção pelo coronavírus, conforme mostra documento a partir da página 12.

Esse status já se mantém por 24 dias. Em 02 de novembro, Ribeirãozinho foi a última cidade classificada com risco “moderado”. Desde então, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, representado pela cor vermelha e que indica alerta máximo de contaminação, ou amarela, que indica alerta moderado.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana