POLÍTICA NACIONAL

Câmara entrega prêmio a pessoas e instituições na área de saúde mental

Publicados

em


A Câmara dos Deputados entregou hoje (20) o Prêmio Nise da Silveira de Boas Práticas e Inclusão em Saúde Mental. Entregue anualmente, o prêmio reconhece o trabalho de pessoas e instituições que promovam políticas de respeito integral às pessoas em sofrimento psíquico e situação de vulnerabilidade.

Este ano, o júri, formado por 12 parlamentares premiou cinco trabalhos entre 23 indicações de candidatos entre associações, médicos e outras personalidade de destaque no tema de humanização do tratamento mental no Brasil.

“São pessoas e instituições que têm desempenhado um papel de enorme importância para dignidade e apoio a milhares de brasileiros e brasileiras que se encontram em situação de sofrimento psíquico e de vulnerabilidade mental e social, inclusive considerando a enorme desigualdade que temos em nosso país”, disse a deputada Marília Arraes (PT-PE), responsável pela entrega do prêmio.

O certame, criado em 2019, homenageia a médica psiquiatra Nise da Silveira, uma das primeiras mulheres que se formaram em medicina no Brasil, na década de 20 do século passado, e que é reconhecida por humanizar o tratamento psiquiátrico no Brasil.

“Em sua trajetória, Nise condenou tratamentos aplicados na época, como o confinamento em hospitais psiquiátricos, a lobotomia e o eletrochoque. Ela trabalhou com seus pacientes para que expressassem o seu mundo interior por meio da arte, fundou ateliês de desenho, oficinas de pintura e esculturas”, explicou a deputada.

Premiados

Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes, entidade beneficente do Rio Grande do Norte cuja missão é ofertar atendimento a dependentes químicos mediante internação hospitalar no momento da crise aguda;

Associação de Pessoas com Transtornos Mentais, seus familiares, cuidadores e pessoas interessadas em saúde mental no estado do Piauí (Âncora), uma associação sem fins lucrativos que presta serviços na defesa dos direitos das pessoas com sofrimento psíquico, no fortalecimento do protagonismo dos usuários e familiares e no estímulo de políticas públicas na área da saúde mental;

Psiquiatra e psicanalista Evaldo Melo de Oliveira, que implantou na prefeitura do Recife a rede de atenção a pessoas com problemas decorrentes do uso de álcool e outras drogas em todos os distritos sanitários da cidade;

Hospital Mahatma Gandhi, instituição que atende em São Paulo pacientes de municípios da região acometidos por problemas mentais;

Psiquiatra Rostan Silvestre da Silva, que é conhecido em Alagoas pela atenção ao paciente em seus atendimentos e pela dedicação na psiquiatra, psicoterapia individual e de grupo.

*Com informações da Agência Câmara

Edição: Nádia Franco

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Morre Sérgio Rubens, vice-presidente do PCdoB; políticos lamentam

Publicados

em


source
Sérgio Rubens, vice-presidente do PCdoB
Reprodução

Sérgio Rubens, vice-presidente do PCdoB

Sérgio Rubens de Araújo, vice-presidente do PCdoB, morreu no último domingo (5) em decorrência de uma parada cardíaca. Ele tinha 73 anos. O anuncio do falecimento foi feito pelo Partido Comunista do Brasil. 

Em nota, a presidenta nacional do Partido, Luciana Santos, lamentou a “intempestiva” perda e reforçou o legado de Sérgio Rubens. Confira:

“PCdoB e o Brasil perdem Sérgio Rubens

É com o coração atravessado de dor e tristeza que comunicamos o falecimento de Sérgio Rubens de Araújo Torres, vice-presidente e membro do núcleo dirigente do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), ocorrido na noite deste domingo (5). Perdemos um grande brasileiro e um revolucionário de estatura elevada.

Sérgio Rubens tem uma trajetória de décadas de militância e liderança, que vem do lendário Movimento Revolucionário Oito de Outubro (MR-8) e de seu sucedâneo, o Partido Pátria Livre (PPL), até chegar, com muita honra, ao PCdoB, em 2019.

Diante das graves ameaças advindas da vitória da extrema-direita em 2018, Sérgio Rubens tomou uma decisão histórica ao promover a união de forças entre o PPL e o PCdoB. Decisão que foi construída harmonicamente entre as direções das duas legendas.

Foi expoente e liderança de primeira grandeza de uma corrente política patriótica, revolucionária e marxista. Sua atuação como dirigente do PCdoB enriqueceu nossa legenda em sagacidade tática, visão estratégica, cultura patriótica e formação teórica marxista.

Seu exemplo de compromisso e dedicação sem limite ao Partido, ao Brasil, ao povo ficará para sempre em nosso coletivo militante. Foi de uma lealdade irretocável, e de uma generosidade que nos alimentava de valores revolucionários elevados.

Homem de cultura densa, amante do cinema, entremeio às suas tarefas gerais complexas, trabalhava com afinco para que os bons filmes pudessem ser assistidos pelo povo. Tinha convicção de que o cinema tem o grande papel de descortinar horizontes de liberdade e de impulsionar projetos políticos de transformação.

São apenas breves referências, sob o impacto da grande dor que sentimos pela morte de Sérgio Rubens. Sua biografia é longa, densa, rica, de amor ao Brasil e ao povo.

A bandeira vermelha de nosso Partido, entrelaçada à bandeira verde amarela de nossa pátria, se curva em honra à memória e ao legado de Sérgio Rubens. Nossos sentimentos afetuosos aos familiares, aos camaradas que com ele lutaram por décadas, ao conjunto de nossa militância e dirigentes que sabem da grande perda que o Brasil e o nosso Partido acabam de sofrer.

Leia Também

Camarada Sérgio Rubens, saberemos honrar seu exemplo de grande revolucionário, saberemos honrar teu rico legado!

Recife, 5 de dezembro de 2021

Luciana Santos

Presidenta do Partido Comunista do Brasil (PCdoB)

Nesta segunda-feira (6), diversos políticos lamentaram a perda. O ex-presidente Lula, relembrou a luta de Sérgio Rubens contra a ditadura militar:

Companheiros de partido também se manisfetaram. A deputada federal Jandira Feghali fez uma publicação dizendo que Rubens “dedicou a vida à luta pela pátria e pelo povo”:

O deputado federal, Orlando Silva, também do PCdoB, relembrou a felicidade de Rubens ao contar que tinha tomado a terceira dose da vacina contra a Covid-19:

Rubens Jr., deputado federal, afirmou que a “integridade e coerência política” sempre marcaram a carreira política de Sérgio Rubens:

Além da política, Rubens seguiu carreia como cineasta e foi destaque na cultura nacional e popular. Homenagens fora feitas na manhã desta segunda-feira e o seputalmento foi às 15h30 no cemitério São Pedro, em São Paulo. 


Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana