BRASIL E MUNDO

Caixa inicia pagamento do ciclo 2 do benefício nesta sexta (28)

Publicado


.

A Caixa inicia, nesta sexta-feira (28), o Ciclo 2 de pagamentos das parcelas do Auxílio Emergencial. Os créditos começam pelos beneficiários nascidos em janeiro. Neste ciclo, foram incluídos três novos públicos. Ao todo, quase quatro milhões de brasileiros vão receber o benefício.

Trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho; que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou App Caixa | Auxílio Emergencial, de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis; e beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas tenham tido o pagamento reavaliado em agosto, serão contemplados neste novo ciclo de pagamentos.

O calendário de pagamentos do Auxílio Emergencial é organizado em ciclos de crédito em conta Poupança Social Digital e saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento.

Aqueles que tiveram os pagamentos retidos vão receber todas as parcelas a que têm direito de uma só vez, dentro do Ciclo 2, que começa nesta sexta-feira e vai até 27 de outubro. Já os trabalhadores que optaram por realizar o cadastro nos Correios e aqueles que contestaram, receberão a primeira parcela também nesta sexta-feira (28), dentro do Ciclo 2. A segunda e terceira parcelas serão pagas no Ciclo 3 e, a quarta e quinta parcelas, no Ciclo 4.

“Começamos mais um ciclo desse que é o maior programa de transferência de renda da história do país”, afirma o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. “A Caixa é o esteio que permite ao Brasil atravessar esse período de dificuldades. Ajudando a população mais carente, além das pequenas empresas, a instituição confirma sua vocação principal de ser o banco de todos os brasileiros”, completa. A Caixa já pagou R$ 179 bilhões para 66,9 milhões de pessoas.

 

Com informações da Caixa Econômica

Fonte: Brasil.gov

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

Inscrições para o Fies terminam terça-feira, dia 3

Publicado


Candidatos não matriculados em instituição de educação superior podem se inscrever para concorrer às vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), do Ministério da Educação, para o segundo semestre de 2020 até as 23h59 da próxima terça-feira (3).

Já para os estudantes que estão matriculados em instituições particulares, o prazo de inscrição às vagas remanescentes do Fies termina às 23h59 do dia 27 de novembro.

As inscrições são realizadas pela internet, exclusivamente na página do Fies.

Todos os candidatos devem ficar atentos aos prazos e lembrar que a ocupação de vagas ocorre por ordem de conclusão de inscrição.

Segundo o Ministério da Educação, neste processo, a oferta de vagas remanescentes engloba 4.213 cursos de 881 instituições privadas de educação superior do país.

Até a última quinta-feira (29), o sistema eletrônico do Fundo de Financiamento Estudantil registrou mais de 13 mil inscrições concluídas. As vagas remanescentes são aquelas não preenchidas durante os processos seletivos regulares do Fies de 2020.

O Fies beneficia estudantes em todo o país a cursar o ensino superior. É o caso de Carine Sousa, de 22 anos, estudante de Jornalismo, em Brasília. Desde o ano passado, ele depende do Fies para pagar a faculdade e concluir o curso. 

“Acabei recorrendo ao Fies, porque estava puxado pagar a mensalidade com o salário de estagiária”, contou. “Ele [Fies] tem me ajudado bastante. Sem ele, eu não estaria fazendo faculdade”, disse.

Com o curso concluído, Carine não pensa em parar de estudar. “Depois que eu sair da faculdade eu pretendo me especializar mais e talvez recorra ao Fies novamente para poder me auxiliar até eu estiver estabilizada financeiramente”

Fies para bolsista parcial do Prouni

As vagas remanescentes do Fies também podem ser ocupadas por quem já estuda com bolsa parcial (50%) do Programa Universidade para Todos (Prouni) e deseja financiar a outra metade da mensalidade do curso com subsídios do Governo. Para esses alunos, o prazo final de inscrição também é 27 de novembro.

O Prouni oferece bolsas de estudo integrais e parciais em instituições particulares de educação superior. Para concorrer às bolsas integrais, o estudante deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até 1,5 salário mínimo. Para as bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal deve ser de até 3 salários mínimos por pessoa.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil foi criado por lei em 2001 e tem como objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos. A ideia, por meio do Fies, é o estudante cursar a faculdade e só começar a pagar depois, quando conseguir um emprego.

O Fies conta com uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. Para participar do programa, o estudante deve comprovar renda familiar de até 3 salários mínimos por pessoa. Outro critério para solicitar o programa, é o estudante ter participado do Enem, o Exame Nacional do Ensino Médio, e ter tirado média igual ou maior do que 450 pontos, e nota maior ou igual a 400 na redação.

Fonte: Brasil.gov

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana