economia

Caixa começa a pagar abono salarial PIS/Pasep nesta terça; veja quem recebe

Publicados

em


source

Agência Brasil

abono salarial pis caixa
Reprodução

PIS/Pasep começa a ser pago nesta terça-feira (19) pela Caixa e o BB

Cerca de 3,4 milhões de trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber, nesta terça-feira (19), R$ 2,75 bilhões referentes ao abono salarial do calendário 2020/2021 – ano-base 2019. A Caixa Econômica Federal depositará o dinheiro na conta corrente informada ou na conta poupança digital, usada para pagar o auxílio emergencial, para quem não é cliente do banco.

As poupanças digitais podem ser movimentadas pelo aplicativo Caixa Tem . Disponível para telefones celulares, o aplicativo permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), boletos bancários, compras com cartão de débito virtual pela internet e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em estabelecimentos parceiros.

Para os funcionários públicos ou trabalhadores de empresas estatais, vale o dígito final do número de inscrição do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público ( Pasep ). A partir desta quarta, fica disponível o crédito para inscritos com final 5. O Pasep é pago pelo Banco do Brasil.

Os trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro receberam o abono salarial do Programa de Integração Social ( PIS ) em 2020. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2021.

Os servidores públicos com final de inscrição do Pasep entre 0 e 4 também receberam em 2020. Já as inscrições com final entre 5 e 9 ficaram para 2021. O fechamento do calendário de pagamento do exercício 2020/2021 ocorre em 30 de junho.

Confira os calendário do PIS e do Pasep

PIS: Nascidos em/data de pagamento para não correntistas

Você viu?

  • Julho – 16/07/2020;
  • Agosto – 18/08/2020;
  • Setembro – 15/09/2020;
  • Outubro – 14//10/2020;
  • Novembro – 17/11/2020;
  • Dezembro – 15/12/2020;
  • Janeiro – 19/01/2021;
  • Fevereiro – 19/01/2021;
  • Março – 11/02/2021
  • Abril – 11/02/2021;
  • Maio – 17/03/2021; e
  • Junho – 17/03/2021.

Pasep: Número de inscrição/data de pagamento para não correntistas

  • 0 – 16/07/2020;
  • 1 – 18/08/2020;
  • 2 – 15/09/2020;
  • 3 – 14/10/2020;
  • 4 – 17/11/2020;
  • 5 – 19/01/2021;
  • 6 e 7 – 11/02/2021; e
  • 8 e 9 – 17/03/2021.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial 2020/2021 o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou e-Social, conforme categoria da empresa.

Recebem o benefício na Caixa os trabalhadores vinculados a entidades e empresas privadas. Em todo o calendário 2020/2021, a Caixa deve disponibilizar R$ 15,8 bilhões para 20,5 milhões de trabalhadores.

As pessoas que trabalham no setor público têm inscrição no Pasep e recebem o benefício no Banco do Brasil (BB). Nesse caso, o beneficiário pode optar por realizar transferência (TED) para conta de mesma titularidade em outras instituições financeiras, nos terminais de autoatendimento do BB ou no portal www.bb.com.br/pasep , ou ainda efetuar o saque nos caixas das agências.

Para o exercício atual, o BB identificou abono salarial para 2,7 milhões trabalhadores vinculados ao Pasep, totalizando R$ 2,57 bilhões. Desse montante, aproximadamente 1,2 milhão são correntistas ou poupadores do BB, e aqueles com final de inscrição de 0 a 4 receberam seus créditos em conta antecipadamente no dia 30 de junho, no total de R$ 580 milhões, segundo a instituição financeira.

Abono salarial anterior

Os trabalhadores que não sacaram o abono salarial do calendário anterior (2019/2020), finalizado em 29 de maio deste ano, ainda podem retirar os valores. O prazo vai até 30 de junho de 2021. O saque pode ser feito nos canais de atendimento com cartão e senha Cidadão, ou nas agências da Caixa.

A consulta sobre o direito ao benefício, bem como ao valor à disposição, pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Trabalhador, pelo atendimento Caixa ao Cidadão (0800-726-0207) e no site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/ .

No caso do Pasep, os recursos ficam disponíveis para saque por cinco anos, contados do encerramento do exercício, de acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat). Os abonos não sacados são transferidos automaticamente para o próximo exercício, sem necessidade de solicitação do trabalhador.

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Bolsonaro diz que PEC Emergencial está sendo reavaliada para ser aprovada direto

Publicados

em


source
O presidente concedeu entrevista em frente ao palácio da Alvorada nesta segunda-feira (8)
Reprodução/CNN Brasil

O presidente concedeu entrevista em frente ao palácio da Alvorada nesta segunda-feira (8)


Nesta segunda-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) Emergencial que foi aprovada pelo Senado Federal é a ideal e que também passará pela Câmara dos Deputados. 

“A Pec ideal é a que vai ser aprovada pela Câmara”, disse o presidente, e completou: “Eu sou o presidente, não devo interferir, mas conversei com o relator [Daniel Freitas (PSL-SC)] e com o Arthur Lira sobre as mudanças que foram propostas”.

Leia também

Segundo o presidente, a “Bancada da segurança” queria fazer alterações na proposta, que se não fossem feitas, podem acarretar na rejeição da nova medida.

Você viu?

“Isso já deve ter sido levado pelo relator ao presidente da Câmara, Arthur Lira, que vai conversar com os líderes para que ela [Pec] não volte ao Senado e, o que é pior, não seja aprovada”, diz. 


Outros pontos 

Na entrevista, Bolsonaro também comentou a decisão do ministro Edson Fachin que  anula todas as condenações do ex-presidente Lula. Na avaliação dele, a decisão deve ir para o plenário da corte, já que “não pode um homem sozinho tomar uma decisão dessas, nem ser o senhor do destino”.  

O presidente afirma que “a administração do PT foi catastrófica” e que “o povo brasileiro não quer um candidato desses nas próximas eleições ”, apontado que “todos nós sofremos com uma decisão como essa daí”, em referência à alta do dólar e a queda do Índice Bovespa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana