POLÍCIA

Bope é recebido a tiros e dois suspeitos morrem durante confronto

Publicado

Drogas e armas encontradas com os suspeitos

Equipes do Bope identificaram na noite desta quarta-feira (05.08), os dois homens que atiraram nos policiais que realizavam ronda, no bairro Altos da Serra, na capital. Devido à represália, a atitude foi revidada e os suspeitos atingidos vieram a óbito.

Por ser uma região já conhecida pela incidência do tráfico de droga, a equipe patrulhava, quando numa certa rua foi recebida por disparos de armas de fogo. Foi iniciado o procedimento tático com cerco estratégico pelo local e as equipes divididas em duas.

Em uma das ruas, um grupo percebeu uma casa abandonada e quando se aproximava, um dos suspeitos atirou na direção dos militares e no revide, ele foi atingido.

Em outro ponto, a segunda equipe também foi recebida por disparos de arma de fogo, sendo o homem também atingido.

Com os dois homens foram encontrados um revólver calibre 38 e uma pistola 380. Na vistoria no local, os militares localizaram dois tabletes de maconha.

Foi prestado socorro a ambos e encaminhados à Upa do Planalto, mas constatado a morte pela equipe médica.

Devido à situação terminar em confronto com morte de suspeitos, a Corregedoria da PM irá instaurar um procedimento interno para apurar os fatos.

Via sistema, constou no nome de um dos suspeitos passagens criminais por roubo, sequestro, ameaça e um furto a agência bancaria. Os crimes foram nos anos de 2015, 2018 e 2020 – respectivamente.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Suspeito de estupro de vulnerável de enteada em Cáceres tem prisão cumprida em Cuiabá

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem investigado pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá pelo crime de estupro de vulnerável, teve o mandado de prisão cumpridos na tarde desta sexta-feira (25.09), pela Polícia Civil em Cuiabá, em ação realizada pelos policiais da Delegacia  Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE).

O suspeito, de 27 anos, foi alvo de investigação da Delegacia da Mulher de Cáceres, em setembro de 2019, pela prática de estupro de vulnerável contra a sua enteada de apenas 10 anos de idade. Segundo as investigações, o suspeito manteve relação sexual com a vítima diversas vezes, fato comprovado por exame de corpo delito realizado pelo menor.

Os fatos foram percebidos pela coordenadoria da escola onde a criança estuva, que percebeu mudanças de comportamentos da aluna, que reclamava de dores na parte debaixo da barriga e chorava com facilidade. Durante conversa com a menor, ela revelou que estava sendo abusada sexualmente pelo padrasto.

Na delegacia, a menor foi ouvida e deu detalhes que comprovavam os abusos praticados pelo padrasto. Diante das evidências, a delegada Judá Maali Pinheiro Marcondes, representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foragiu da cidade.

Com a ordem de prisão decretada e informações do possível paradeiro do investigado na cidade de Cuiabá, a equipe da Delegacia da Mulher de Cáceres entrou em contato com os policiais da DRE. O suspeito foi localizado e teve a ordem de prisão cumprida em uma obra em que estava trabalhando, no bairro Bandeirantes.

Após ter o mandado cumprido, o suspeito foi apresentado na DRE para as providências cabíveis.

.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana