BRASIL E MUNDO

Bolsonaro participa de motociata e volta a atacar urnas eletrônicas

Publicados

em

 

 

source
Bolsonaro
Divulgação

Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participa neste sábado, em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, de um passeio de motocicleta com apoiadores.

Em vídeo postado nas redes sociais pelo Patriotas, Bolsonaro aparece cercado de apoiadores, com roupas de motoqueiro, capacete e, como de costume, sem máscara de proteção contra a covid-19.

Ainda na cidade, ao meio-dia, o presidente visita o Hospital de Esperança, que será oficialmente credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Também em Presidente Prudente, às 14 horas, o presidente terá encontro com alguns prefeitos de cidades do Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo, antes de retornar para Brasília.

Antes de embarcar para Presidente Prudente, Bolsonaro utilizou as redes para novamente atacar as urnas eletrônicas e defender o voto impresso. Para isso, elogiou o sistema eleitoral do Paraguai.

“O Paraguai é exemplo para o Brasil quanto à confiabilidade das suas urnas”, escreveu.

Vale lembrar que, no último dia 29, Bolsonaro promoveu uma live na qual prometeu apresentar provas de que as eleições de 2018 foram fraudadas. Entretanto, durante o evento, ele comentou que “não tem como se comprovar que as eleições não foram ou foram fraudadas”.

O presidente ainda exibiu o que chamou de “indícios” de fraude, porém, com nenhuma comprovação de veracidade, e usou o tempo para levantar uma série de dúvidas sobre o atual sistema de votação brasileiro. O Tribunal Superior Eleitoral, por sua vez, emitiu nota alertando que o chefe do Executivo propagou notícias falsas em sua live.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Menino de 15 anos é submetido a cirurgia após tentar medir pênis com cabo USB

Publicados

em


source
Imagem radiográfica pélvica simples do menino de 15 anos
Foto: Reprodução

Imagem radiográfica pélvica simples do menino de 15 anos

Um garoto de 15 anos ficou com um cabo USB preso no pênis enquanto tentava medir o membro. O adolescente precisou realizar uma cirurgia para remover o fio eletrônico da uretra. O caso ocorreu em Londres, na Inglaterra e a identidade do menino não foi divulgada.

O incidente foi relatado pela revista científica “Urology Case Reports”. O periódico conta que o menino tentou retirar o cabo sozinho, mas acabou ficando com “as duas pontas penduradas em seu membro”. Após urinar sangue, ele procurou os médicos.

A família o levou a um hospital que o encaminhou para o  University College Hospital London, para um melhor tratamento. No local, ele necessitou de avaliação urológica terciária urgente e tratamento cirúrgico aberto. Para retirar o cabo USB, foi realizada uma uretrostomia penoescrotal, que é um corte entre a genitália e o ânus do adolescente.

Ainda, segundo o papper, o cabo estava com nós e foi revelado na face proximal da uretra peniana e cortado do restante do cordão. Ambas as pontas do fio foram puxadas com sucesso. Após a cirurgia, o menino recebeu alta no dia seguinte com analgesia simples, antibióticos orais e cateteres suprapúbicos, para a drenagem da urina.

“Não existiam evidências de transtorno psiquiátrico e a ‘medição’ foi apontada como a causa da inserção. Isso constituiu outro caso de curiosidade sexual resultando em uma emergência urológica desafiadora, gerenciada efetivamente com cirurgia aberta e sem complicações de curto prazo”, declarou a revista.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana