economia

Bolsonaro diz que vai pedir retorno da “bandeira normal” da conta de luz

Publicados

em


source
Bolsonaro diz que vai pedir retorno da
Reprodução: iG Minas Gerais

Bolsonaro diz que vai pedir retorno da “bandeira normal” da conta de luz

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que determinará ao ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque, que a bandeira tarifária da conta de luz irá voltar para o patamar “normal” a partir de novembro. Bolsonaro afirmou que o país esteve “na iminência de um colapso” com a crise hídrica, mas agradeceu a chegada das chuvas.

“Meu bom Deus nos ajudou agora com chuva. Estávamos na iminência de um colapso. Não podíamos transmitir pânico para a sociedade. Dói a gente autorizar o ministro Bento, das Minas e Energia, “decreta bandeira vermelha”. Dói no coração, sabemos da dificuldade da energia elétrica. Vou pedir para ele, pedir não, determinar que ele volte a bandeira normal a partir do mês que vem”, disse Bolsonaro, durante evento evangélico em Brasília.

Em agosto, o governo anunciou a criação de uma nova bandeira, batizada de Escassez Hídrica, mais alta que a vermelha e que valeria até abril de 2022. Com um reajuste de 50%, a taxa extra nas contas de luz subiu de R$ 9,49 para R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos.

Ministério alerta

A secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia, Marisete Dadald, afirmou que “a bandeira escassez Hídrica”  não será suficiente para a cobertura de todos os recursos que nós utilizamos para a segurança energética. Os custos do Brasil para o abastecimento elétrico, em meio a maior seca nos reservatórios de hidrelétricas em mais de 90 anos, foram mais altos do que o esperado, devido a um aumento dos preços dos combustíveis em todo o mundo, explicou Dadald.

Leia Também

Dessa forma, as distribuidoras estão tendo custos mais elevados no pagamento de térmicas e só receberiam um retorno no reajuste tarifário do ano que vem. O governo e a reguladora Aneel estudam como tratar o problema. 

A bandeira, em vigor entre setembro deste ano e abril de 2022, foi determinada pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (Creg) e trouxe aumento adicional de 6,78% na tarifa média dos consumidores regulados. Seu patamar tem valor de 14,20 reais a cada 100 kWh consumidos.

Comentários Facebook
Propaganda

economia

Prova de vida para servidores federais aposentados termina dia 31 de dezembro

Publicados

em


source
Prazo para a prova de vida de servidores federais termina no próximo dia 31
Reprodução: iG Minas Gerais

Prazo para a prova de vida de servidores federais termina no próximo dia 31

Todos os servidores públicos federais aposentados, pensionistas e anistiados políticos civis que ainda não realizaram a prova de vida, referente ao período de janeiro de 2020 a setembro deste ano, têm até o dia 31 deste mês para fazê-la.

Para realizar o recadastramento, o beneficiário pode ir presencialmente à agência do banco onde recebe o pagamento, munido de documento de identificação com foto. Outra alternativa é realizar a Prova de Vida Digital, caso tenha a biometria (identificação digital) cadastrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). No celular, é necessário instalar o aplicativo GOV.BR, por meio do qual é realizada a validação facial.

Independentemente da opção escolhida para realizar a Prova de Vida, o aposentado, pensionista ou anistiado político pode acompanhar a sua situação no  SouGov.br, tanto pelo aplicativo no celular como pelo computador. Em qualquer desses canais é possível também obter o comprovante e receber notificações para lembrar o prazo da realização do recadastramento.

Além da Prova de Vida, o SouGov.br disponibiliza outros 12 serviços digitais exclusivos para aposentados, pensionistas e anistiados políticos da Administração Pública Federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana