POLÍCIA

Batalhão Ambiental identifica irregularidades e multa madeireira em Várzea Grande

Publicados

em

Uma equipe do Batalhão de Proteção Ambiental da 1ª Companhia identificou durante uma fiscalização de rotina realizada na terça e quarta-feira (23 e 24.02), irregularidades nas licenças de uma madeira localizada em Várzea Grande.

Durante a inspeção, os militares encontraram duas situações que geraram a ação policial. Na primeira, a divergência estava em 105,2797 metros cúbicos de madeira serrada a mais que no saldo do Sistema de Comercialização e Transporte de Produtos Florestais (Sisflora), mas não encontrada no pátio da empresa. Logo, a madeira foi vendida e não declarada no sistema.

Na segunda, foram encontrado no depósito da empresa 5,8528 metros cúbicos de madeira serrada que não constavam no Sisflora. Nessa situação, a madeira foi apreendida e o proprietário ficou como fiel depositário.

Devido à irregularidade, o dono da empresa foi multado em R$ 33.339,75 mil. Foram emitidos auto de inspeção e infração, além dos termos de apreensão e depósito e a notificação. A madeira apreendida foi encaminhada a Delegacia Estadual de Meio Ambiente.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Rapaz que desapareceu no interior de MT é localizado no interior paulista

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD)da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá localizou nesta quinta-feira (15) Leandro Gouveia Prates, 37 anos. Ele está na cidade de Avaré, interior de São Paulo, e foi levado até à delegacia da cidade para prestar informações, após a Polícia Civil de Mato Grosso comunicar a unidade paulista.

Conforme informações repassadas pela família, ele saiu de Nova Olímpia, no interior de Mato Grosso e disse que viria até Cuiabá realizar uma entrevista de trabalho em uma empresa de telecomunicações. Familiares não tiveram mais contato com Leandro desde que ele pegou um ônibus na rodoviária de Nova Olímpia, no dia 06 de abril.  A família então procurou a Polícia Civil e registrou um boletim pelo desaparecimento do rapaz, que não fez mais contato e estava com o celular desligado. 

Com informações passadas pela família, a equipe do NPD rastreou dados que indicavam que o rapaz teria ido para o estado de São Paulo. Uma irmã de Leandro acessou uma rede social dele e conseguiu o histórico de localização, que foi informado à Polícia Civil.

De acordo com o investigador Rafael Mello, a equipe do núcleo checou os itinerários de ônibus que Leandro poderia ter feito e dificuldade foi maior para localizá-lo porque o rapaz tomou diversas conexões de linhas de ônibus até chegar ao destino final, onde estaria uma namorada que ele conheceu pela internet.

Conforme a apuração do NPD, Leandro recebeu uma proposta de trabalho em uma fazenda de cultivo de tomates, no município de Avaré, e não avisou os familiares para que não ficassem preocupados.

Com os dados do desaparecimento e fotos dele divulgadas nas redes sociais e pela imprensa, funcionários da fazenda onde ele já estava trabalhando tomaram conhecimento da busca por Leandro e o levaram até a delegacia de Avaré. Os policiais civis da cidade paulista então comunicaram a equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana