POLÍCIA

Batalhão Ambiental e Sema apreendem 135 quilos de pescado ilegal

Publicados

em

Equipes do Batalhão de Proteção Ambiental e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), apreenderam nesta segunda-feira (22.02), 135 quilos de pescado sem documentação, em Gaúcha do Norte (a 595 km de Cuiabá).

Os agentes realizavam patrulhamento fluvial pelo Rio Culuene e desceram em uma vila de pescadores. Em uma das residências, um senhor recebeu a equipe e se identificou como pescador profissional.

Questionado se teria pescado armazenado, respondeu que sim. Ele apresentou a declaração de pesca individual e o período, além de exemplares de cachara, jurupensen e boca larga, conforme o documento. Tudo correto.

Mais uma vez, os agentes perguntaram se teria mais pescado no imóvel, o homem respondeu que não, porém, era possível escutar o motor de outro freezer que vinha de um dos cômodos.

No quarto, os policiais encontraram outro freezer cheio de pescado. O senhor alegou que não seria dele e, sim de um conhecido que mora na cidade de Barra do Garças.

Questionado se o denunciado seria pescador profissional, disse que não. E, sobre o documento de origem do pescado, também não teria. Alegou que apenas armazenava os peixes na sua propriedade.

Devido à irregularidade, todo pescado foi apreendido e encaminhado a cidade, sendo exemplares de cachara, cachorra, jurupensen, curvina e matrinchã.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Suspeito de tentar matar companheira em Tangará da Serra é preso pela Polícia Civil cinco dias após o crime

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O autor de uma tentativa de feminicídio ocorrida na segunda-feira (01.03) no município de Tangará da Serra teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, neste sábado em ação da Delegacia Especializada da Defesa da Mulher do município com apoio das equipes do Centro de Detenção Provisória (CDP) e da Delegacia de Campo Novo do Parecis.

 O suspeito de 28 anos teve o mandado de prisão expedido pela Justiça no final da tarde de sexta-feira (05), sendo a ordem judicial cumprida menos de 24 horas depois no município de Campo Novo do Parecis.

O crime ocorreu na noite de segunda-feira (01) quando o suspeito e a vítima tiveram uma discussão, momento em que ele pegou uma faca e desferiu dois golpes contra a companheira, a atingindo na região da cabeça e da barriga. A vítima também teve um corte no dedo enquanto tentava se defender dos golpes Logo após o crime o suspeito fugiu do local.

Uma vizinha que acionou a equipe do Samu e da Polícia, porém antes da chegada dos primeiros socorros, a vítima sofreu convulsões e desmaiou em decorrência dos ferimentos. Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para localizar o suspeito, porém a vítima só teve condições de ser ouvida na quarta-feira (03).

O suspeito já era monitorado por tornozeleira eletrônica em razão de violência doméstica praticado contra outra mulher no município de Barra do Bugres.  

Com base na oitiva da vítima, a delegada Liliane Soares Diogo representou pela prisão preventiva pelo crime de feminicídio, a qual foi deferida pela Justiça no final da tarde de sexta-feira (05).

Imediatamente após a expedição do mandado, a equipe da DEDM de Tangará da Serra iniciou os trabalhos para prender o suspeito e na manhã deste sábado (06), com informações fornecidas pela Centro de Detenção Provisória conseguiu informações de que o procurado estava em Campo Novo do Parecis.

Foi solicitado o apoio da equipe da Polícia Civil do município que conseguiu dar o efetivo cumprimento ao mandado de prisão do suspeito. Ele foi conduzido à delegacia para as providências de praxe e posteriormente será encaminhado para a unidade prisional à disposição da Justiça.  

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana