BRASIL E MUNDO

Avião que caiu em Ubatuba foi fretado por dono de empresa de carros blindados

Publicados

em


source
Sergio Alves Dias Filho estava a bordo da aeronave
Divulgação

Sergio Alves Dias Filho estava a bordo da aeronave

O empresário e campeão brasileiro de Jiu-Jitsu Sérgio Dias, conhecido como Serginho, está entre os dois desaparecidos na queda de uma aeronave que caiu entre São Paulo e Rio de Janeiro na noite da última quinta-feira . Dono de uma empresa de blindagem de veículos, ele foi o responsável por fretar o avião.

Nas redes sociais, o ator Felipe Titto — que é garoto propaganda da empresa de Sérgio — pediu que todos fizessem uma corrente de oração para que o empresário seja achado o mais rápido possível. Horas após a queda ele postou vídeos em suas redes sociais.

Leia Também

“Tivemos uma notícia terrível (há pouco). Um irmãozinho meu sofreu acidente de avião. (Peço) para montarmos uma corrente de energia positiva para encontrarmos ele vivo. Não podemos perder a fé. Ficaram na busca o dia inteiro por ele, o Serginho. Pedimos oração e energia de vocês para isso. Pedimos energia e para Deus para que dê força para a Tati (esposa de Sérgio), para os filhos dele e para todo mundo lá. Ele é um irmãozinho. Rezem por ele, pois tenho esperança de achar ele com vida”, disse o ator em suas redes sociais.

Além de Titto, o ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello e o surfista Pedro Scooby são garotos-propaganda da empresa de Sérgio no Instagram.

Uma amiga da família que prefere não se identificar relatou ao GLOBO contou que a esposa do empresário, Tatiana Fogaça, e os filhos estão muito abalados.

“Ele é uma pessoa muito família, legal, tranquilo e ligado ao esporte. Além de ser superfamília. Todos nós estamos muito abalados com tudo o que aconteceu. Temos esperanças de que ele seja encontrado com vida”, destacou a amiga da família.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Ministério da Economia terá escritório na capital dos Estados Unidos

Publicados

em


O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quarta-feira (26) decreto que cria o Escritório de Representação do Ministério da Economia do Brasil em Washington-DC, capital do Estados Unidos da América (EUA). O texto será publicado na próxima edição do Diário Oficial da União (DOU). 

Segundo o governo, o escritório tem por objetivo “consolidar a imagem do país como ambiente seguro para se fazer negócios, com responsabilidade nas dimensões ambiental, social e de governança”.

Entre as atribuições da equipe que coordenará a representação está a divulgação das reformas econômicas implementadas no Brasil, que podem dar mais segurança na atração de investidores.

“Caberá ao escritório, em total alinhamento com o Ministério das Relações Exteriores, promover as oportunidades de negócios que tragam geração de emprego e renda ao país. Além disso, identificar as barreiras aos investimentos estrangeiros e demonstrar a estabilidade e solidez macroeconômica do país”, informou a Secretaria-Geral da Presidência, em nota.

O Brasil já dispõe de outros órgãos com foco em atração de investimentos estrangeiros, como a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), que possui escritórios nos EUA, além dos setores econômicos das próprias embaixadas.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana