POLÍCIA

Autor de feminicídio que matou jovem com mais de 30 facadas é preso em MT

Publicados

em

Por Camila Molina

Um crime de feminicídio que chocou a cidade de Primavera do Leste (231 km ao sul de Cuiabá) pela crueldade aplicada contra a vítima foi esclarecido pela Polícia Civil, na sexta-feira (02.07), com o cumprimento do mandado de prisão preventiva do autor do crime.

O suspeito de 30 anos foi localizado na cidade de Santa Terezinha (1.160 km a noroeste da Capital), onde estava utilizando nome falso e mantinha um novo relacionamento com a intenção de se casar.

A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Primavera do Leste em parceria com as Delegacias Regional, Municipal e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) da cidade e apoio das Delegacias de Vila Rica e Confresa.

O crime que vitimou Franciele Cosmo Oliveira, de 22 anos, ocorreu no mês de dezembro de 2020 motivado pelo fato de o suspeito não aceitar o fim do relacionamento e acreditar que a vítima o estava traindo, mesmo eles já estando separados.

No dia dos fatos, o suspeito novamente procurou a vítima e após uma discussão ele utilizou um capacete para dar golpes contra a ex-companheira e em seguida a matou com mais de 30 facadas, que atingiram as costas, nuca e abdômen. Após os fatos, o suspeito fugiu e desde então era procurado pela Polícia.

A equipe da DEDM de Primavera do Leste assumiu as investigações sendo representado pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi prontamente deferido pela Justiça.

Durante meses os policiais da Delegacia da Mulher realizavam diligências para localizar o autor o feminicídio e nesta semana, receberam informações de que ele estaria na região de Vila Rica. Segundo as informações, ele estava trabalhando em fazendas da região e utilizando documento falso.

Com base nas informações, uma equipe da DEDM de Primavera do Leste se deslocou para Vila Rica, onde realizou diligências e com base nos levantamentos conseguiu localizar o procurado na cidade de Santa Terezinha. Ele foi encontrado na casa da irmã, onde foi dado cumprimento ao mandado de prisão.

Segundo a delegada da DEDM Primavera do Leste, Anamaria Machado Costa, o suspeito confessou o crime e novamente afirmou que matou a vítima pelo fato de ela estar o traindo.

“A vítima já havia refeito a vida dela e ele não aceitava, dizendo que ela estava o traindo mesmo após o término do relacionamento. O suspeito confessou o crime e revelou que atualmente já estava vivendo um novo relacionamento com outra mulher com a qual ia se casar”, disse a delegada.

“Com a prisão do suspeito, a Polícia Civil consegue dar uma resposta para a sociedade, demonstrando que os autores desse tipo de crime não ficarão impunes e que mesmo que a prisão não seja imediata, as diligências continuam até que o suspeito seja devidamente punido”, destacou Anamaria.

Após ter o mandado de prisão cumprido, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Vila Rica (a mais próxima da cidade de Santa Terezinha, onde foi preso) e posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Policiais civis são homenageados por operação nacional Luz na Infância 8

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá), e da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), foram agraciados com “Moção de Aplausos”, concedida pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

A entrega da honraria de iniciativa do parlamentar Thiago Silva, aconteceu durante solenidade realizada do Plenário Renê Barbour, da Casa de Leis, na Capital, em alusão a operação “Luz na Infância 8” deflagrada no dia 9 de junho deste ano.

Sob a coordenação nacional da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (Seopi/MJSP), a operação “Luz na Infância 8” em Mato Grosso cumpriu quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, sendo três em Rondonópolis e um na cidade de Nova Lacerda.

As ordens judicias foram representadas pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva, da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos. Já o trabalho operacional contou com a coordenação do delegado Ricardo Sarto.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana