POLÍCIA

Aula inaugural abre programação de qualificação do Programa Patrulha Maria da Penha

Publicados

em


A aula inaugural do Programa de Policiamento Patrulha Maria da Penha, realizada nesta quarta-feira (04.08), no auditório do Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso – conta a participação de 90 policiais militares e realizada no mês de agosto e dividida em três polos – Cuiabá, Água Boa e Peixoto de Azevedo.  

Na ocasião, participaram o comandante-geral coronel Jonildo José de Assis e por vídeoconferência o presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares, PMPB Euller de Assis Chaves.

Coronel Assis destacou a importância do programa que trabalha em parceria com outras instituições que asseguram o direto da mulher que precisa ser assistida quando lhe é garantido ser protegida. O comandante parabenizou o trabalho da coordenadoria de Polícia Comunitária de Direitos Humanos que está a frente da iniciativa e não mede esforços em levar conhecimento a todos os policiais lotados nos Comandos Regionais do Estado.

“Estamos satisfeito com o trabalho e os resultados. Reforçamos e estimulamos cada comandante dentro das suas possibilidades operacionais implantar o programa e estimular a tropa a se qualificar”.

Via vídeo conferência, o presidente do Conselho Nacional de Comandantes-Gerais das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares, PMPB Euller de Assis Chaves destacou que combater a violência contra mulher é chegar na raiz da violência humana.

“Precisamos ser protagonistas da política nacional e estimular a qualquer vítima do direito legal de proteção. Nossa missão é fazer a mulher acreditar no sistema legal de amparo”, destaca ele.

A tenente-coronel Emirella Perpétua Souza Martins, comandante da coordenadoria de Polícia Comunitária e Direitos Humanos explica que os policiais estão sendo capacitados para atuar de forma exclusiva no Programa de Policiamento Patrulha Maria da Penha com a missão de fiscalizar as medidas protetivas de urgência deferidas pelo Poder Judiciário. Frisou que a capacitação quer ainda obter um maior número de policiais instruídos para atuarem na Patrulha Maria da Penha.

“Nosso objetivo é evitar novos episódios de violência doméstica, principalmente, o crime de feminicídio. Além de promover uma melhor sensação de segurança para mulheres que se encontram nesta situação”, disse

A capacitação segue nesta quinta em Cuiabá, Água Boa (11 e 12.08) e Peixoto de Azevedo (18 e 19.08). Em cada polo, terá a participação de 30 policiais militares, além de civis da Rede de Proteção à Vítima de Violência Doméstica. Os instrutores são oficiais da PM De Mato Grosso e de Rondônia, juízes, promotores e agentes da Polícia Civil.  

Participaram da solenidade a juíza da 1ª Vara de Violência Doméstica e Familiar de Cuiabá, Ana Graziela Correa, promotora de Justiça Elisamara Portela, capítã PM Dayana Cruz Pereira, secretária executiva da Câmara de Prevenção e Enfrentamento à Violência contra Mulher da Paraíba, deputada federal Rosa Neide, oficiais e militares.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil intercepta veículo com homens que planejavam cometer um roubo

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Três homens que se preparavam para cometer um assalto em Várzea Grande, foram presos pela Polícia Civil, no final da tarde de quinta-feira (23.09), após rápida ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município.

Uma arma de fogo e um veículo também foram apreendidos. Os suspeitos, de 25, 22 e 20 anos, foram autuados em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e associação criminosa.

As investigações iniciaram após denúncia anônima sobre três indivíduos armados que estavam trafegando com um carro Fiat Uno, de cor branca e modelo antigo, planejando cometer um roubo nas imediações do bairro Nova Várzea Grande.

Visando impedir a prática criminosa os policiais civis passaram a diligenciar pela região, quando avistaram um automóvel com as mesmas características informadas e com três rapazes.

Ato contínuo foi feito o acompanhamento de Fiat Uno por certo tempo, bem como percebido que os ocupantes estavam dando voltas no quarteirão. Em seguida foi realizada a abordagem do veículo, e localizado em embaixo do banco do passageiro um revólver de calibre 32 com duas munições.

Diante do flagrante os três suspeitos foram levados até a Derf-VG, onde foram interrogados pela delegada Elaine Fernandes da Silva, e acabaram assumindo a intenção de praticar um roubo, porém se recusaram a contar o local que seria alvo.

Após os depoimentos, os três conduzidos foram presos em flagrante delito por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido e associação criminosa, sendo posteriormente apresentados e colocados à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana