Várzea Grande

Assistência Social criou programas próprios com resultados no enfrentamento  e redução da vulnerabilidade social

Publicados

em


30/12/2020    11

O Relatório de Gestão da Secretaria de Assistência Social de Várzea Grande tem como objetivo cumprir uma determinação legal de avaliação das ações da rede executora da Política de Assistência Social no Município, constituindo-se em um dos instrumentos de publicização e prestação de contas dos recursos financeiros do Fundo Municipal, garantindo transparência e visibilidade ao financiamento da área de Assistência Social na gestão de maio de 2015 à 2020.

“O relatório é um instrumento fundamental para a construção de uma política planejada, efetiva e de impacto sobre as situações de vulnerabilidade e riscos sociais identificados. A Assistência Social é uma política pública, um direito de todo cidadão que dela necessitar, está organizada por meio do Sistema Único de Assistência Social  – SUAS, presente em todo o Brasil. Visa o apoio a indivíduos, famílias e à comunidade no enfrentamento de suas dificuldades, por meio de serviços, benefícios, programas e projetos”, explica a secretária de Assistência Social, Flávia Omar.

Segundo o Relatório de Gestão, a Secretaria Municipal de Assistência Social desenvolve ações concretas e consistentes para juventude e suas respectivas famílias que se encontravam em situação de vulnerabilidade social, objetivando a emancipação e a melhoria da qualidade de vida. Cerca de 50 mil atendimentos foram oferecidos na atual gestão para a população do município.

O relatório de Gestão é norteado por princípios para atender aos requisitos da Gestão Básica: a divulgação dos serviços programas, projetos e benefícios socioassistenciais, dos recursos oferecidos e dos critérios de concessão; a cooperação, articulação e integração entre os órgãos da rede socioassistencial governamental e não-governamental, bem como os órgãos da rede de políticas públicas intersetoriais no desenvolvimento das ações, a universalização dos direitos sociais e o respeito à dignidade humana e ao direito a benefícios e serviços de qualidade.

A Secretaria apresenta os dados quantitativos dos serviços, programas, projetos da rede executora, apontando os avanços e resultados alcançados na gestão na execução das ações relativas às seguintes áreas: Criança e Adolescente, Idoso; Famílias com Enfrentamento da Pobreza e Gestão Participativa, eixos estes que norteiam o Plano Plurianual de Assistência Social – 2015/2020.

O Projeto Juventude Ativa foi executado no Município, desde 2015, sendo pactuado o atendimento de 6.250 mil  crianças/adolescentes e suas respectivas famílias, com oficinas profissionalizantes no contraturno escolar.  O projeto superou em 100% as metas pactuadas processando uma média semestral de 500 atendimentos, conforme relatório de acompanhamento.  

Já o Caderno II, de Formação para o Trabalho e Cidadania,  é um processo de educação com objetivo atender às demandas de qualificação de jovens buscando possibilitar a iniciação profissional e desenvolver atividades potencializadoras de geração de renda de conhecimentos específicos: de gestão, de reflexão e outros conceitos que caracterizam sua condição de cidadão. O programa desde sua implantação atendeu 650 adolescentes da cidade.

“O Programa Amigas Empreendedoras fez a cobertura 13.115 mulheres e  passou a ser compreendido como suporte aos demais Programas Sociais dos quais a família participa, com ênfase nas ações focalizadas no território e no estabelecimento de redes solidárias, entendendo-se a transferência de renda na perspectiva de direito”, disse a secretária.

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) inclui a oferta de serviços de fortalecimento dos vínculos familiares; serviços e processos de fortalecimento da convivência comunitária e de desenvolvimento do sentido de pertencimento às redes microterritoriais; serviços de referência para escuta, informação, apoio psicossocial,defesa e de encaminhamentos monitorados; inclusão nos serviços das demais políticas públicas; desenvolvimento de competências e oportunidades de inclusão no mundo do trabalho e renda. Na gestão maio de 2015-2020 atendeu 20 mil famílias, 1.500 idosos e 3.693 crianças/adolescentes das quatro regiões de Várzea Grande. O Projeto social Pão e Leite beneficiou 2.400 famílias vulneráveis com o fornecimento de pão e leite para incremento da alimentação diária familiar. Já o projeto Laços Maternos atendeu 2.100 gestantes com acompanhamentos médicos e laboratoriais, além de oficinas profissionalizantes e palestras de orientação e cuidados com a gravidez e o bebe.

“A Secretaria de Assistência Social  é uma modalidade de atenção assistencial destinada para indivíduos que se encontram em situação de alta vulnerabilidade pessoal e social; crianças, adolescentes, jovens, idosos e portadores de deficiência. As várias situações caracterizadas como risco pessoal podem constituir: ocorrência de abandono, vítimas de maus-tratos físicos e/ou psíquicos, abuso sexual, usuários de drogas, adolescentes em conflito com a lei, moradores de rua. São vulnerabilidades decorrentes do abandono, privação, perda de vínculos, exploração, violência, delinquência etc”, ressalta a secretária.

Flávia Omar, destaca o empenho e a dedicação das diversas equipes que compõem a secretaria e que trabalham diariamente para oferecer o melhor atendimento e acolhimento aos usuários dos programas e benefícios sociais. A secretária destacou também o fortalecimento do sistema de garantia de direitos humanos e socioassistenciais da criança e do adolescente, dos idosos e das pessoas com deficiências, estes foram, prioridades da gestão.

A secretária reiterou também a importância das ações para redução da vulnerabilidade social no município e sobre a execução e aperfeiçoamento de programas para redução da violência, do desemprego e da pobreza. “A pasta trabalhou em uma construção conjunta para viabilizar políticas públicas, com objetivo de reduzir a pobreza e a vulnerabilidade social da cidade. Neste caminho, a Assistência Social de Várzea Grande maximizou os percentuais do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da cidade”.

“Trabalhamos nesta articulação para captar recursos, por meio de fundos de financiamento, para subsidiar ações de geração de renda, assistencialismo, direitos humanos e política de prevenção e políticas sobre drogas. Somente com apoio de todas as esferas é que o trabalho foi promovido de forma eficaz, eficiente e transparente, conforme os princípios da Administração Pública”, sublinha a secretária.

Por: Cláudia Joséh – Secom/VG

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Publicados

em


Devido ao acidente ocorrido nesta segunda-feira, dia 12, na Subestação de Captação de Água na Estrada da Guarita, em Várzea Grande, o Departamento de Água e Esgoto (DAE) informa que a energia elétrica no local foi interrompida por algumas horas, comprometendo o abastecimento nos bairros: Jardim Glória II, Mapim, Jardim Esmeralda, Jardim Alá, São Mateus, Cabo Michel, Mangabeira, Cohab Tarumã, Residencial Solares do Tarumã, Residencial Veredas, Residencial Jequitibá, Residencial Jacarandá, Marajoara II e Itororó. 

Diante disso, a previsão é de que o abastecimento de água seja normalizado em dois dias.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana