ENTRETENIMENTO

Arthur Picolli confirma block em Carla Diaz: ‘Levo ódio de ninguém’

Publicados

em


source
Arthur Picolli confirma block em Carla Diaz: 'Levo ódio de ninguém'
Instagram

Arthur Picolli confirma block em Carla Diaz: ‘Levo ódio de ninguém’


Fogo no parquinho! Após Carla Diaz contar que foi bloqueada nesta segunda-feira (6), o ex-BBB Arthur Picolli confirmou que foi ele o autor do block no Instagram.


Em seus stories, o crossfiteiro afirmou que agora não seria mais chamado de ‘escorado’. “Pelo menos vai parar de aparecer coisa por aí… Galera me chamando de ‘escorado’, noticiazinhas, entrevistinhas. Então, paz e amor. Não levo ódio de ninguém não”, declarou

As suposições sobre o ex-casal do Big Brother Brasil 21 aconteceram após a atriz contar sobre seu dia no Twitter e contar que foi bloqueada no Instagram. Arthur e Carla se relacionaram durante o confinamento de três meses no programa, mas o relacionamento não foi paa frente após o fim do reality.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

André Martinelli sobre psicóloga no “BBB”: “Hoje precisam mais”

Publicados

em


source
André Martinelli relembra de quando participou do
Divulgação

André Martinelli relembra de quando participou do “BBB 13”

Nesta quarta-feira (26), os participantes do “BBB 22” tiveram acesso pela primeira vez ao atendimento da psicóloga do programa. André Martinelli, que participou do “BBB 13” e do “No Limite”, analisa que hoje em dia os brothers estão mais interessados no atendimento psicológico do que quando esteve na casa mais vigiada do país.

“Tinha psicóloga. Eu não cheguei a falar com ela dentro do programa. Acho que teve uma pessoa que fez atendimento. Antigamente não mostrava muito, não tinha tanto atendimento. Hoje, as pessoas estão precisando mais. Tinha médico também e uma vez até chamei. É um atendimento limitado, sem conversa. É sobre sintomas e como resolver”, relembra o modelo em entrevista ao Podmiga.

Além da procura pela psicóloga do programa, o modelo também enxerga outras mudanças na dinâmica do “BBB” com o passar dos anos. Em 2013, quando esteve no reality, as redes sociais não eram tão fortes quanto atualmente e ele diz que essa força da internet acaba impactando também nas proporções do cancelamento dos participantes.

“Hoje em dia a internet movimenta pensamentos. O pensamento de ódio flui mais na internet do que o de amor. A web quer engajar. Tem muita gente disposta a odiar as outras e elas se sentem bem com isso. Mudou muito da minha época [BBB13] para cá. Eu acho muito precoce você julgar uma pessoa em dois dias. É o caso do Rodrigo, que era amado, mas agora as pessoas não querem perto. Porque está com a energia carregada”, diz.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana