POLÍCIA

Armas de fogo são tiradas de circulação em Várzea Grande e mais cinco cidades

Publicado


.

Policiais militares de Várzea Grande, Ribeirão Cascalheira, Peixoto de Azevedo, Brasnorte, São José do Xingu e Claudia prenderam de sexta-feira a domingo (26 a 28.06), 12 pessoas por porte ilegal de arma de fogo.

Em Várzea Grande, a ocorrência foi no bairro Parque Paiaguás, depois que uma mãe denunciou seus filhos por ameaça. Quando e equipe chegou a casa encontrou a vítima na companhia de um dos denunciados. Ela contou que filho tinha uma arma de fogo. Os policiais encontraram um revólver calibre 38, com cinco munições.

Em Peixoto de Azevedo, os policiais foram acionados por conselheiros tutelares que denunciaram um adolescente de ter uma arma de fogo. No imóvel, o menor negou a informação, mas foi desmentido pelos conselheiros que alegaram que a arma seria usada para o pai do adolescente. Questionado novamente, o jovem confessou que tinha jogado o revólver calibre 36 em um terreno baldio. Depois de vistoria no local, os agentes encontraram a arma de fogo.

Em Claudia, a equipe foi chamada para atender uma ocorrência de violência doméstica. No local, a vítima, uma mulher, disse ter sido ameaçada pelo marido com uma espingarda. O denunciado fugiu antes dos policiais chegarem. A espingarda calibre 20, com uma cápsula deflagrada foi entregue aos policiais.

Em Santa Cruz do Xingu, os militares realizavam visitas nos assentamentos quando foram abordados por uma mulher que alegou ter sido furtada e seu celular levado. Os policiais foram até a fazenda, mas em conversa com as pessoas, nenhuma assumir ter pegado o aparelho. Na vistoria no imóvel, os policiais encontraram uma espingarda calibre 32, com cinco cartuchos. Nenhum dos seis homens que estavam no local assumiu ser dono da arma, por isso, todos foram conduzidos à delegacia.

Em Brasnorte, três pessoas foram detidas depois que policiais militares e civis cumpriam um mandado de busca e apreensão. Na casa dos denunciados os agentes encontraram porções e sementes de maconha, além de uma pistola calibre 380, 15 munições e uma réplica de pistola.  

Em Ribeirão Cascalheira, a ocorrência foi atendida pelos agentes do Batalhão Ambiental e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), durante uma vistoria em um acampamento. Dentro de uma caminhonete Hilux, foram encontrados uma espingarda calibre 12 e um revólver calibre 38, com 29 munições. O proprietário do veículo foi detido.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Servidores da Delegacia Regional de Água Boa fazem doação de sangue

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Servidores da Delegacia Regional de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá) realizaram doação de sangue, na manhã desta segunda-feira (13.07), na Unidade de Coleta e Transfusão do município (UCT).

O delegado regional de Água Boa, Valmon Pereira da Silva, disse que a iniciativa tem o objetivo de reabastecer o estaque baixo de bolsas de sangue. Três servidores da Delegacia Regional participaram da doação, na manhã desta segunda-feira, e outras devem comparecer à unidade nos próximos dias para doar.

“È muito importante, principalmente neste momento de pandemia fazer a nossa parte para suprir as necessidades do hemocentro, ajudando a salvar vidas”, disse.

A doação de sangue na UCT de Água Boa deve ser feita por agendamento, assim como nos demais hemocentros do estado para evitar aglomerações nas unidades de saúde. O número da UCT de Água Boa é (66) 3468-5510.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana