ENTRETENIMENTO

Apresentador Rafinha Bastos mostra preocupação com variante delta do coronavírus

Publicados

em


source
Rafinha Bastos
Reprodução/Instagram

Rafinha Bastos


Rafinha Bastos, que chegou a anunciar uma interrupção nas gravações dos novos episódios do podcast “Mais Que 8 Minutos”, pelo “medo monstro” de testar positivo para a doença e “morrer na fila de um hospital”,  continua apreensivo com os desdobramentos da pandemia e o surgimento de novas cepas. E isso ficou ainda mais evidente em meio às suas críticas, cobranças e elogios a respeito dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

É que o  humorista e podcaster  deu uma pausa nos comentários no Twitter para levantar uma questão: “Nossos picos de casos de corona sempre chegam um pouco depois dos EUA e da Europa. O próximo pico (delta) vai chegar com a vacinação em bons números (50% têm a primeira dose, e boa parte dos mais de 55 anos já tem a segunda). Isso vai fazer com que essa nova onda tenha menos mortes? Vai ser mais leve?”.


Internautas se dividiram nas respostas à postagem. No entanto, vale ressaltar que o afligimento do ex-comandante do “CQC” não é à toa. O número de contaminados com a Covid-19 teve um pequeno aumento na última semana na cidade de São Paulo e acendeu um alerta para as autoridades de saúde sobre um possível efeito da circulação da  mutação do vírus, identificada pela primeira vez na Índia em outubro de 2020, no estado de Maharashtra.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Sósia é tão parecido com Ed Sheeran que precisa se disfarçar para evitar assédio

Publicados

em


source
Ed Sheeran e Ty jones
Reprodução Mirror

Ed Sheeran e Ty jones

Ty Jones, um pescador inglês, nunca imaginou que parecer com uma celebridade poderia dificultar tanto sua vida. Em entrevista ao Jam Press, que reverberou em sites como The Mirror e New York Post, o rapaz explicou que é confundido com frequência com o intérprete de Shape of You. Atualmente vivendo em Manchester, ele diz que precisa até se disfarçar para evitar assédio do público.

Usando a genética a seu favor, Ty já fez alguns trabalhos em eventos como sósia de Ed Sheeran. Segundo ele relatou ao veículo de comunicação gringo, tanto na América, como na Europa, ele foi perseguido por fãs do cantor pop que nem perceberam as pequenas diferenças físicas. “Um grande número de fãs já me seguiu em Hackney, em Londres, e em Los Angeles, a ponto da equipe com a qual eu estava trabalhando ter que me ajudar a fazer um plano de fuga dramático”, contou ele.

Para poder curtir lugares públicos sem causar alvoroço, o sósia disse que se disfarça usando alguns apetrechos, como boné, óculos de sol, entre ouros acessórios. Além disso, ele se habituou a fazer compras a noite para evitar os supermercados lotados. Por mais que o assédio seja intenso, o rapaz afirmou à publicação não pensa em largar o trabalho paralelo de sósia de Ed Sheeran. “Quero dominar as canções dele e me tornar um artista cover. Também penso em continuar tentando minha sorte na atuação ou em diferentes papéis no futuro”, pontuou.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana