TECNOLOGIA

Apple e Epic Games se enfrentam em tribunal dos EUA; entenda

Publicados

em


source
Fortnite leva Apple e Epic Games aos tribunais
Unsplash/Joshua Hoehne

Fortnite leva Apple e Epic Games aos tribunais

Esta segunda-feira (3) não foi um dia qualquer para a Apple . Isso porque a data marcou o início de um novo processo antitruste contra a gigante de Tim Cook . Desta vez, o pivô da ação foi a Epic Games , desenvolvedora do game Fornite — considerado o jogo mais popular do mundo —, que busca reverter as comissões cobradas pela gigante da maçã em todas as transações feitas em aplicativos da App Store .

Antes de entender o impasse, é preciso conhecer o funcionamento do Fornite. Apesar de gratuito, o game lucra por meio dos pagamentos pelo aplicativo para recursos extras. Os jogadores podem pagar para obter novos personagens, skins, movimentos de dança e outros acessórios.

E isso tem dado muito dinheiro para a Epic Games . Em apenas dois anos que o Fortnite ficou disponível na loja da Apple , o game conseguiu captar US$ 700 milhões em receita para a desenvolvedora. O problema é que 30% das transações feitas em aplicativos alocados na App Store vão para a gigante da maçã.

Você viu?

Por achar que a comissão cobrada pela Apple é abusiva, a Epic Games tentou “driblar” a taxa de 30% e implementou um sistema de pagamento próprio no Fortnite. Naturalmente, a Apple não concordou com a medida e removeu o jogo de sua loja de aplicativos. E foi aí que a batalha, efetivamente, começou.

No processo iniciado nesta semana, a Epic Games acusa a Apple de violar a lei antitruste por causa da comissão cobrada pela fabricante de iPhones . O problema é que a Apple afirma não ser capaz de quantificar os lucros de sua loja de aplicativos separadamente.

O processo deve ser longo, e as consequências são mais graves para a Apple . A medida pode ser seguida por diversos outros aplicativos, o que certamente vai impactar nas receitas captadas pela App Store . A Epic Games não terá muito o que perder, já que o Fornite segue como “febre” mesmo sem estar disponível na loja de apps da gigante da maçã.

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

Missão espacial tripulada da SpaceX, de Elon Musk, vai ganhar série na Netflix

Publicados

em


source
SpaceX vai mandar tripulação ao espaço
Divulgação

SpaceX vai mandar tripulação ao espaço

A Netflix anunciou nesta terça-feira (3) que a primeira missão totalmente civil ao espaço será o tema de uma série documental na plataforma de streaming. A missão espacial será realizada pela SpaceX, empresa fundada por Elon Musk, em meados de setembro.

Chamada de “Countdown: Inspiration4 Mission To Space”, esta será “a primeira série documental da Netflix a cobrir um evento quase em tempo real”, anunciou a Netflix. A série será lançada em cinco partes, cobrindo o antes e o depois da viagem.

Dois episódios serão lançados em 6 de setembro e outros dois em 13 de setembro. O lançamento do foguete da SpaceX está planejado para 15 de setembro e, se o cronograma for mantido, o último episódio do documentário deve chegar no final do mês. O documentário está sendo co-produzido pela Time Studios e será dirigido por Jason Hehir.

Anunciada em fevereiro, a missão da SpaceX vai levar uma tripulação civil até a órbita da Terra, onde permanecerá por cinco dias. No anúncio, Musk disse que esse seria “um marco importante para permitir o acesso ao espaço para todos”. As viagens rápidas ao espaço realizadas por Richard Branson e Jeff Bezos são mais simples e não entraram em órbita por não atingirem velocidade e precisão necessárias.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana