BRASIL E MUNDO

Após ser roubada, idosa persegue e derruba ladrão com “golpe ninja”; assista

Publicados

em


source
Câmeras de segurança registraram a operação de resgate empreendida pela dona da bolsa
Reprodução/7 News

Câmeras de segurança registraram a operação de resgate empreendida pela dona da bolsa

Câmeras de segurança próximas a um restaurante na cidade de Gold Coast, na Austrália , registraram cenas de uma briga inusitada na noite da última sexta-feira (19). Após ter a bolsa roubada, uma idosa correu atrás do assaltante e conseguiu recuperar seus pertences após usar um “golpe ninja” para derrubar o suspeito.

Segundo informações do site 7 News, a vítima, que não teve a idade revelada, estava comemorando seu aniversário na Taverna Pimpana quando percebeu que um homem estava roubando sua bolsa . Sem pensar duas vezes, ela tirou os sapatos e iniciou uma curta perseguição, que terminou poucos metros depois da porta do estabelecimento.

As imagens que circularam nas redes sociais e ganharam os noticiários na Austrália mostram a dupla já do lado de fora e a mulher atingindo o suspeito diversas vezes. Quando ele tenta fugir em direção ao estacionamento, ela corre atrás dele e consegue derrubá-lo no chão com um verdadeiro ” golpe ninja “.

Por alguns segundos, a batalha pela bolsa segue com os dois já deitados, até que o homem desiste e corre em direção a um veículo estacionado. Vencedora, a idosa ainda tem tempo de atirar um dos chinelos do suspeito, que havia caído durante o embate, na direção do carro antes de caminhar de volta ao restaurante.

“Não sei o que deu em mim naquele momento”, disse a idosa , em entrevista ao site, ressaltando que não deixaria ninguém atrapalhar ou arruinar sua festa de aniversário. Após a celebração, ela foi encaminhada para um hospital da região, onde tratou os leves ferimentos adquiridos durante a briga.

Ainda de acordo com a publicação, o suspeito, que foi encontrado pela polícia de Queensland poucas horas depois, foi encaminhado a uma delegacia e acusado de furto. Ele deve se apresentar a um tribunal ainda nesta semana para julgamento.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

RJ: bala que atingiu enfermeira em confronto veio de criminosos, diz polícia

Publicados

em


source
Luanna da Silva Pereira, de 28 anos, morta durante confronto no RJ
Arquivo pessoal

Luanna da Silva Pereira, de 28 anos, morta durante confronto no RJ

Na manhã desta quinta-feira (04), no Rio de Janeiro , uma enfermeira morreu durante um confronto entre criminosos e policiais civis , na favela de Vigário Geral, zona norte da cidade. Luanna da Silva Pereira, de 28 anos, dormia em casa com seu companheiro e filha, na comunidade ao lado, Parada de Lucas, quando situação começou . As informações foram apuradas pelo Metrópoles. 

A operação policial acontecia no local para combater o tráfico de drogas na região. Quando houve uma pausa no confronto, ela agradeceu por nada ter acontecido com sua família e ainda foi alertar seus vizinhos para que tomassem cuidado com as balas perdidas, segundo as informações de Marcelo Santos de Oliveira, de 28 anos, namorado da Luanna. 

“Estávamos em casa dormindo com a minha enteada. Escutamos muitos tiros e um barulho estrondoso. Despertamos e deitamos no chão. Ela e a filha ficaram muito nervosas e eu pedia para que elas tivessem calma. Em determinado momento, o tiro parou e ela foi abrir a porta para olhar”, contou Marcelo. 

De acordo com seus relatos, Luanna ainda olhou para cima e disse: “Muito obrigado, Deus, pelo livramento”. “Nesse momento, o tiroteio voltou e deitamos no chão”, declarou o namorado. Ele ainda conta que namorada estava comemorando sua recente admissão no Conselho Regional de Enfermagem ( Coren ). E relata não entender como tudo pode ter acontecido tão rapidamente. 

“A gente vê na TV e pensa: e se fosse com a gente? E quando acontece a gente não tem chão. Ela estava com roupa de dormir. Será que eles não viram?”. 

Segundo a Polícia Civil do RJ, a vítima foi atingida por um disparo feito pelos criminosos durante a operação a 38ª DP (Brás de Pina), com colaboração da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). A Delegacia de Homicídios da Capital ( DHC ) esteve presente em local do crime e abriu um inquérito para apurar de onde veio o tiro que acertou Luanna. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana