MINISTÉRIO PÚBLICO MT

Após reunião com o Ministério Público, editais de Concurso devem ser revistos

Publicados

em

Algumas cláusulas dos editais do Concurso Público Unificado para Segurança Pública deverão ser revistas.

O encaminhamento é resultado de uma reunião realizada na quarta-feira (19.01), com representantes do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, da Comissão Unificada do Concurso Público e Governo do Estado.

De acordo com a promotora de Justiça Valnice Silva dos Santos, em razão do recebimento de várias reclamações junto à Ouvidoria do MPMT, foi instaurado na 6ª Promotoria Cível da Capital procedimento para acompanhamento da organização e realização do certame.

Ela explica que na reunião realizada com os responsáveis pelo concurso foram discutidas questões relacionadas às medidas que serão adotadas para prevenção à Covid-19, já que as provas ocorrerão em uma única data, as condições incapacitantes previstas nos editais e a instabilidade do sistema da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no período de pedido de isenção das inscrições.

Também participaram da reunião, o subprocurador-geral de Justiça Jurídico e Institucional, promotor de Justiça Deosdete da Cruz Júnior; o secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho Júnior; o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante dos Santos e o secretário de Estado de Planejamento, Basílio Bezerra Guimarães dos Santos.

Comentários Facebook
Propaganda

MINISTÉRIO PÚBLICO MT

Treinamento chega à PGJ e vai qualificar público interno sobre consumo

Publicados

em

Após a Sede das Promotorias de Justiça da Capital, será a vez da Procuradoria-Geral de Justiça passar pelo treinamento virtual sobre eficiência energética. Essa qualificação está marcada para o dia 1º de junho, às 9 horas. O link de acesso ao evento será enviado pelo e-mail institucional. Nesta etapa, o público-alvo é formado por membros, servidores, estagiários e terceirizados que atuam na sede do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, localizada no Centro Político e Administrativo (CPA), em Cuiabá.

A finalidade do treinamento é difundir práticas de eficiência energética utilizadas no prédio da PGJ visando a redução do consumo de energia elétrica. Os conhecimentos que serão repassados poderão, inclusive, ser aplicados nas residências dos colaboradores para que possam multiplicar as boas maneiras, contribuindo para uma matriz energética mais sustentável e limpa, racionalizando o consumo. O treinamento será ministrado por consultor da empresa Eden Tecnologia.

De acordo com informações do Departamento de Engenharia, a Sede das Promotorias de Justiça da Capital e da PGJ foram contempladas nesta primeira etapa do projeto por meio de seleção em Chamada Pública, com recursos do Programa de Eficiência Energética (PEE) executado pela Energisa Mato Grosso, com base em critérios definidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Com investimentos da ordem de R$ 1,161 milhão, as melhorias que estão sendo implementadas nos dois prédios proporcionarão um consumo mais eficiente de energia com benefício econômico anual de R$ 254.806,27. Com os dois projetos, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso deve economizar 684,93 megawats hora/ano (MW/h), energia suficiente para abastecer 2.740 residências com consumo médio de 250 Kwh por mês. A chamada pública que contempla esses dois projetos ocorreu em 2019.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO – A promoção de ações de sustentabilidade e de eficientização no uso dos recursos naturais é um dos objetivos estratégicos estabelecidos no Planejamento Institucional (2020-2023). Sob responsabilidade da Procuradoria-Geral de Justiça, por meio dos Departamentos de Apoio Administrativo (DAA) e de Engenharia, o objetivo estratégico estabelece três macroações.

Ao DAA compete o desenvolvimento de iniciativas que promovam a sustentabilidade socioambiental e a redução de custos administrativos e modernização e sustentabilidade da frota de veículos. E ao Denge, a substituição de energia não renovável por energia renovável.

O projeto de eficiência energética também vai ao encontro das metas estabelecidas pelo programa de qualidade de vida no trabalho “Vida Plena – MPMT pensando em você”, no que se refere à sustentabilidade.

Eficiência energética consiste num conjunto de ações que busca a racionalização no consumo de energia elétrica de modo eficiente para se obter um determinado resultado. É a relação entre a quantidade de energia empregada em uma atividade e aquela disponibilizada para sua realização. Ou seja, significa gerar a mesma quantidade de energia com menos recursos naturais ou obter o mesmo serviço com menos energia.

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana