Cuiabá

Após nove anos, unidade de saúde do Jardim Independência é revitalizada e entregue à população

Publicado


.

O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário de Saúde Luiz Antônio Pôssas de Carvalho entregaram nesta terça-feira (30) a revitalização completa da Unidade de Saúde da Família (USF), do bairro Jardim Independência. Após nove anos sem grandes reformas, a unidade, que atende média de 15 mil pessoas, foi devolvida à população totalmente climatizada, com novas mobílias, equipamentos de última geração e uma equipe de saúde odontológica.

A USF também recebeu reforço na Estratégia de Saúde da Família (ESF) e passa a contar com mais um clínico geral 40 horas, enfermeira, mais dois técnicos, Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e mais uma equipe EAP, que consiste nos atendimentos especialistas em ginecologia, pediatria e mais um clínico geral. A equipe multiprofissional composta por técnicos administrativos, recepção, farmácia, limpeza, vigilantes e segurança de patrimônio também foi reforçada.

De acordo com a coordenadora regional da unidade, Creuzinalda Costa Ferreira, a nova composição e estrutura proporcionará melhorias também no atendimento da Unidade de Saúde do bairro Cidade Verde.

“A estrutura precária da unidade fez com que precisássemos redesenhar o atendimento do local e encaminhar uma equipe para o Cidade Verde. Agora, essa equipe retornará para o Independência e, assim, desafoga o Cidade Verde e a população que estava precisando se deslocar ainda mais para ser atendida passa a ter mais humanização e comodidade mais próximos de suas casas”, explicou a coordenadora.

Para o prefeito Emanuel Pinheiro, a satisfação de estar proporcionando a promoção e prevenção em Saúde cada vez mais perto da população é a prova de que a virada de página na Saúde esta consolidada.

“Prometi levar saúde com qualidade para os bairros mais carentes, para promover a saúde, prevenindo assim que a população adoeça e consequentemente precise ainda mais de atendimentos nas UPAs e policlínicas e também nos hospitais. O Independência estava há nove anos sem uma grande reforma e agora recebe não apenas novas ESF, mobílias e equipe odontológica. Sobretudo, estamos entregando qualidade de vida e condições humanizadas de receber atendimento de saúde de qualidade nas bases, onde de fato estão a maior parcela da população que mais precisa do poder público. Essa é a mais nítida prova de que estamos consolidando a virada de página que prometemos para a Saúde da Capital e até o fim do mandado novas obras e mais reformas serão entregues”, finalizou Pinheiro.

PRESENTES

Para evitar aglomerações, além do prefeito e secretário de Saúde, participaram do ato de entrega o vereador Dr.Xavier, diretora de Atenção Básicas, Miriam Naschenweng e equipes da unidade de saúde.

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Pesquisa Gazeta Dados aponta empate técnico; eleitores indecisos decidirão a eleição

Publicado

Por Pablo Rodrigo | Gazeta Digital

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e o vereador Abílio Júnior (Pode) chegam empatados na pesquisa Gazeta Dados com uma pequena vantagem para o emedebista, indicando disputa voto a voto. Pinheiro alcançou 50,40% das intenções de votos válidos contra 49,60% de Abílio.

Com a margem de erro de 3% para mais ou para menos, Emanuel teria de 47,40% a 53,40%. Já Abílio ficaria entre 46,60% e 52,60%.

Para se chegar ao percentual de votos válidos, desconsideram-se os índices de brancos e nulos e os de não sabem e/ou não responderam (indecisos) na amostragem de voto estimulado, aquele em que ao entrevistado é apresentada a lista de todos os candidatos para que o eleitor indique em quem pretende votar.

Incluindo os votos brancos e nulos e quem não respondeu à pesquisa, Emanuel obteve 42,60% das intenções de voto ficando à frente de Abílio Júnior, que chegou a 41,92%. Votos brancos e nulos somam 7,67%, e quem não soube ou não quis responder reúnem 7,81%. A pesquisa foi realizada em parte na tarde de sexta-feira (27), após o debate da TV Vila Real, e o restante no sábado (28), após o debate levado ao ar pela afiliada da Rede Globo em Cuiabá.

Na modalidade espontânea, quando o entrevistado responde o nome de seu candidato sem receber uma lista prévia de nomes, os dois estão empatados com 40% das intenções de votos cada um. Nulos e brancos totalizam 9% e quem não souberam ou não quiseram responder, 11%.

Resultado está nas mãos de indecisos

O Gazeta Dados aponta que os indecisos vão definir o nome de quem comandará a Capital mato-grossense pelos próximos 4 anos. Se comparada com as últimas pesquisas deste 2º turno, realizadas por outros institutos, o Gazeta Dados também identificou um crescimento de Emanuel Pinheiro desde a reta final do 1º turno. Abílio Júnior aparece estacionado, não conseguindo crescer na intenção de votos. Esses institutos também mostram Abílio Júnior e Emanuel Pinheiro tecnicamente empatados nas vésperas da eleição.

O Gazeta Dados detectou que a maioria dos eleitores de Gisela Simona (Pros) no 1º turno migraram para Emanuel Pinheiro, assim como os eleitores que votaram em Julier (PT) têm preferência pelo emedebista. Já a maioria dos eleitores de Roberto França (Patri) migraram para Abílio Júnior. O resultado oficial do 1º turno em 15 de novembro terminou com Abílio Júnior em primeiro lugar com 90.631 votos válidos (33.72%) e Emanuel 82.367 (30.65%).

Universo pesquisado

A pesquisa ouviu 800 moradores em 118 bairros de Cuiabá entre os dias 27 e 28 de novembro. Deste total, 54% dos entrevistados são do sexo feminino e 46% do masculino. 26% têm entre 45 e 60 anos e os de 35 a 44 anos são 23%. Na faixa de 25 a 34 anos atingem 22% e 14% dos entrevistados têm entre 16 e 24 anos. Entrevistados com mais de 60 anos somaram 15%.

Em relação ao nível de escolaridade dos moradores de Cuiabá entrevistados, 43% possuem ensino médio completo ou incompleto. E 34% estão cursando ou já completaram o ensino superior. Quem possui ensino fundamental completo ou incompleto são 19% e 4% não sabem ler e nem escrever. Cinquenta e dois por cento dos entrevistados recebem entre um a 5 salários mínimos. Quem recebe mais de 10 salários são 21%, 15% ganham de 5 a 10 salários e 12% um salário mínimo.

O método utilizado é o Survey, que consiste em pesquisa de metodologia quantitativa com realização de entrevistas utilizando-se questionário estruturado junto a uma amostra representativa da população.

O intervalo de confiança é de 95%. Ou seja, se fossem realizadas 100 pesquisas, em 95 delas os resultados estariam iguais a este, dentro da margem de erro estipulada e 3 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral com o número MT-08162/2020.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana