TECNOLOGIA

Após Nintendo Switch, Fall Guys é confirmado também para Xbox

Publicados

em


source

Olhar Digital

Fall Guys para Xbox One e Series X|S é enfim confirmado
Divulgação

Fall Guys para Xbox One e Series X|S é enfim confirmado

A Microsoft anunciou que o popular jogo ‘Fall Guys: Ultimate Knockout ’ chega em breve nas plataformas de consoles da empresa: os Xbox Series X e S e o Xbox One . O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira (18) no site oficial da marca.

Você viu?

A empresa não definiu uma data específica para lançamento, mas afirmou que o jogo deve estar disponível para os consoles da Microsoft até agosto de 2021. O game também foi anunciado para Nintendo Switch , e atualmente só está disponível para PC e PlayStation 4 .

Joe Walsh, líder de game design da Mediatonic, afirmou que a atração chega para o Xbox com algumas novidades, algumas ainda a serem anunciadas: “há uma deliciosa seleção de fantasias elegantes, rounds imaginativos, recursos e melhorias, e eu não vejo a hora de compartilhar todas essas novidades com a nova e adorável audiência do Xbox nesse verão”, afirma Walsh.

Fall Guys: Ultimate Knockout ’ é um jogo multiplayer no estilo battle royale desenvolvido pela Mediatonic. O game tem fortes influências de competições de corrida com obstáculos tradicionalmente exibidas em programas de auditório. Os personagens são pequenos feijões coloridos que caoticamente se enfrentam para que apenas um consiga alcançar o lugar maior do pódio.

O jogo chama atenção por seu aspecto colorido e caótico em virtude da possibilidade de dezenas de jogadores participarem da competição.  ‘Fall Guys’ foi um sucesso na plataforma Playstation , com mais de 1,5 milhões de registros de jogadores 24 horas após seu lançamento na PS Store

A procura pela atração foi tão grande, que a publisher Devolver Digital teve que bloqueá-la temporariamente para aumentar a capacidade dos seus servidores. Em menos de uma semana, a atração atingiu mais de 2 milhões de vendas no Steam.

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

Troca de dados entre WhatsApp e Facebook é ilegal, determina Alemanha

Publicados

em


source
WhatsApp troca dados dos usuários com o Facebook
Unsplash/Allie

WhatsApp troca dados dos usuários com o Facebook



Nesta terça-feira (13), um dos principais órgãos reguladores da Alemanha entrou com uma ação contra o Facebook . O motivo seria que a empresa de Mark Zuckerberg estaria trocando dados de usuários entre a rede social e o aplicativo de mensagens WhatsApp de forma ilegal.

Segundo o comissário Johannes Caspar, oficial de proteção de dados de Hamburgo e quem iniciou a ação, a recente atualização dos termos de uso e política de privacidade do serviço, que engloba esse compartilhamento, fere o Regulamento Geral de Proteção de Dados ( GDPR ) da União Europeia.

Caspar justificou a iniciativa afirmando que o Facebook precisaria da autorização expressa dos usuários para o compartilhamento – algo que não teria ocorrido. Além disso, ele lembrou que, quando o WhatsApp foi adquirido pelo Facebook há alguns anos, uma das premissas é que não ocorreria a troca de informações entre os serviços.

Você viu?

“Temos motivos para acreditar que a política de compartilhamento de dados entre WhatsApp e Facebook está sendo inadmissivelmente aplicada devido à falta de consentimento expresso e voluntário”, disse o especialista. Algo que, segundo ele, não aconteceu.

Novos termos de uso

Em agosto, o Facebook alterou a política de uso do WhatsApp . Caspar classifica essa alteração do serviço como “uma troca ilegal de dados em massa”, motivo pelo qual ele estaria entrando com o procedimento, e argumenta que a ação visa proteger os dados dos cerca de 35 milhões de usuários do WhatsApp na Alemanha.

A ação regulatória prevê o bloqueio do compartilhamento dos dados por três meses, com possibilidade de a decisão ser ampliada, se autorizada pelo comitê regulatório para proteção de dados.

Além disso, a ação pede ao Facebook que dados sejam apagados, bem como sugere uma multa para o caso de não cumprimento da decisão. Em contrapartida, um porta-voz do WhatsApp afirmou que a empresa não estaria agindo contra as leis locais.

Segundo o porta-voz, “ao aceitar os termos de serviço atualizados do WhatsApp , os usuários não concordam com qualquer expansão em nossa capacidade de compartilhar dados com o Facebook, e a atualização não afeta a privacidade de suas mensagens com amigos ou familiares”, disse, em nota, à Reuters . O Facebook alega que sua atuação está em conformidade com a lei e que vai recorrer da decisão.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana