Serviço Militar

Alistamento Militar tem prazo prorrogado; veja nova data

Publicado

Rapazes que nasceram no ano de 2002, ou seja, que completam 18 anos em 2020, têm até o dia 30 de setembro para fazer o alistamento militar na Junta de Serviço Militar de Cuiabá. O mesmo prazo vale para quem está em situação irregular com as obrigações militares. O prazo anterior de alistamento era 30 de junho, mas, por conta da pandemia de Covid-19, houve ampliação do prazo.

Os serviços da Junta de Serviço Militar de Cuiabá estão sendo oferecidos integralmente por meio de telefone ou WhatsApp – (65) 99234-6579, (65) 98136-9069 e (65) 99698-4933, das 08h às 14h. A coordenadora da Junta Militar, Elaine Leão, pede aos jovens que enviem mensagem para apenas um dos números ofertados e iniciem e terminem todo o processo com o mesmo servidor para evitar retrabalho. Isso porque eles estão trabalhando em home office e precisam otimizar ao máximo o tempo.

De acordo com Elaine Leão, neste período de pandemia, todo o procedimento de alistamento e emissão do certificado de dispensa de incorporação (CDI) está sendo feito de forma não presencial. Os jovens podem enviar foto ou digitalização dos documentos necessários (RG, CPF e comprovante de residência). Também não está sendo feito o juramento à bandeira, por se tratar de uma aglomeração, que antes reunia de 150 a 200 jovens no pátio da Junta Militar, localizada na Rua Carlos Gomes, 168, Araés.

Após dar entrada no alistamento, o cidadão pode ter que fazer testes em dezembro. Caso aprovado, o jovem pode ainda ter que passar por um teste final, em fevereiro de 2021, quando sai o resultado final: se incorporado ou dispensado do serviço militar. Quem faltar a alguma fase de seleção, fica considerado refratário e tem que pagar multa de R$ 4,60 no primeiro ano, valor que é multiplicado por cinco nos anos subsequentes.

Porém, a coordenadora da Junta Militar explica que o prejuízo de ficar irregular pode alcançar outros patamares. “Tem pai de família que liga desesperado porque não consegue emprego por não ter o documento militar em dia. A gente faz todo o possível para ajudar e, na maioria dos casos, conseguimos fazer a emissão do documento de dispensa no mesmo dia e a pessoa fica muito agradecida. É maravilhoso o resultado! É um serviço realmente humanitário”, relata. A coordenadora afirma que esse e outros tipos de cidadãos irregulares representam a maior parte da demanda atendida.

Elaine Leão destaca ainda que o Decreto n° 57654, de 20 de janeiro de 1966, determina que estudantes de medicina, odontologia, farmácia e medicina veterinária são obrigados a prestar um ano de serviço militar após formados. Caso queiram a dispensa, precisam entrar com o requerimento na Junta Militar, caso contrário, ficam impedidos de obter registro junto ao conselho profissional.

Desde 25 de junho, quando iniciou o teletrabalho no serviço público de Cuiabá, a Junta Militar já realizou mais de 500 atendimentos. Antes da pandemia, cerca de 800 jovens faziam o juramento à bandeira todos os meses, além de outros tipos de serviços oferecidos.

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Prefeito lamenta morte do servidor aposentado Vitorino José de Carvalho

Publicado


.

Faleceu na manhã desta segunda-feira (3), o servidor aposentado a Prefeitura de Cuiabá, Vitorino José de Carvalho, aos 72 anos, vítima da Covid-19. Ele estava internado há uma semana em um hospital privado da Capital. 

Vitorino estava aposentado há pouco mais de um ano. Durante mais de 40 anos de serviço público municipal, foi responsável pela folha de pagamento dos servidores. Era diretor financeiro do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cuiabá. Deixa esposa, 3 filhos, uma filha e 5 netos. Todos eles também contraíram a doença. Ainda não há informações sobre o sepultamento.

O prefeito Emanuel Pinheiro lamentou a morte do servidor aposentado e estimou melhoras a sua família. “Com um pesar enorme recebi a notícia do senhor Vitorino, um homem que teve uma vida dedicada à Prefeitura da nossa capital e, infelizmente, partiu em decorrente desse vírus que estamos tentando de todas as formas combater. Peço a Deus que o acolha e que dê o pronto restabelecimento a toda sua família”, disse.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana