POLÍTICA MT

AL cobra explicações sobre mortes de peixes próximos à usina em Sinop

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Por unanimidade, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou na sessão ordinária do dia 18 de agosto requerimento nº 462/2020 de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB) que cobra explicações do governo do Estado a respeito da mortalidade de peixes próxima a Usina Hidrelétrica de Sinop (UHE). A propositura atendeu pedido da Associação do Segmento da Pesca do Estado de Mato Grosso.

Os questionamentos encaminhados a Secretaria de Estado de Meio Ambiente deverão ser respondidos no prazo de 30 dias sob pena de o titular da pastar vir a cometer crime de responsabilidade.

As respostas deverão ser feitas a respeito dos seguintes itens:

Quais as causas de mortalidade dos peixes no Rio Teles Pires localizado no município de Sinop, próxima à barragem da Usina Hidrelétrica de Sinop (UHE)? Quais os procedimentos de investigação estão sendo tomadas ao caso ocorrido? Qual a penalidade ao agente causador de tamanha atrocidade? Qual estratégia a SemaEMA está tomando para não colocar em risco o equilíbrio ecológico local e a atividade econômica e turística da pesca?

“Em tempos de debate sobre o “Cota Zero”, e diante do lamentável dano ambiental sofrido na região, é necessário que seja investigado e devidamente responsabilizado, se for o caso, o agente causador de tamanha atrocidade. Diante da constatação da intensa prática predatória que está causando danos ambientais, gerando visível mortalidade de peixes, colocando em risco o equilíbrio ecológico local e a atividade econômica e turística da pesca”, justifica o parlamentar

 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Ulysses Moraes pede conclusão de reforma em escola de Primavera do Leste

Publicado


Foto: Fernanda Trindade

Na última terça-feira (27), o deputado Ulysses Moraes realizou uma fiscalização na Escola Estadual Sebastião Patrício, em Primavera do Leste. O parlamentar já destinou mais de R$ 1 milhão das suas emendas parlamentares para conclusão da obra, porém o governador Mauro Mendes ainda não efetivou o pagamento. Vale destacar que o local está com reforma paralisada desde 2014.

“Mais uma emenda que Mauro Mendes não paga e mais uma obra parada em Mato Grosso. Isso é uma vergonha. Até quando vai continuar assim? Quando essa obra será concluída para a população? Precisamos de respostas e soluções. Uma escola como essa já deveria estar recebendo os alunos”, disse Moraes.

A reforma, orçada inicialmente em mais de R$ 1,2 milhão e com previsão de entrega em quatro meses, encontra-se abandonada e os alunos estão estudando em um prédio alugado pelo governo. E, de acordo com Geo Obras, o local foi projetado para ter salas de aula, biblioteca, ampliação da cozinha, refeitório e quadra poliesportiva.

“A obra parou para reformar e não foi retomada. Até agora nada de conclusão e não tem nenhuma justificativa, um fica jogando a responsabilidade para outro. A estrutura da escola é grande, tem quadra, só precisamos que essa situação se resolva para que os alunos voltem a estudar”, destaca o parlamentar.

A obra seria de grande importância para município. Cerca de 400 alunos deveriam estar estudando na escola. Por isso, Ulysses Moraes afirma que irá continuar cobrando por uma conclusão. “A câmara de vereadores é do lado da escola, quero ver se eles também se mobilizam para cobrar por uma solução”, finalizou o deputado.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana