POLÍTICA MT

AL atende deputado e inicia transmissões com intérprete de libras

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) comemorou a decisão da Mesa Diretora da ALMT em oferecer  tradutor e intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras) nas transmissões da TV Assembleia e também de audiências públicas e outros eventos organizados pelo Parlamento. 

“Essa é uma prova de que o Legislativo trabalha pela inclusão social e está disposto a contribuir com os avanços. Fico muito grato pela minha contribuição”, declarou.

Em 2021, o Plenário aprovou o requerimento nº 227 de autoria do deputado Wilson Santos que propôs à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa recomenda a contratação de, no mínimo, quatro profissionais tradutores e intérpretes de Libras, no cargo de assessor parlamentar, para atendimento às sessões plenárias, reuniões de comissões, câmaras setoriais temáticas e eventos oficiais do Parlamento.

Já foram realizados nos últimos três anos simpósios, seminários e conferências para discutir educação, importância de profissionais intérpretes nos órgãos públicos e políticas públicas para contemplar mulheres e esportistas com problemas de audição. A inclusão social dos surdos é uma bandeira do deputado Wilson Santos no atual mandato, mantendo em seu quadro de funcionários o assessor parlamentar Riguel Brum, pessoa surda.

O parlamentar ainda foi responsável por outra indicação aprovada pelo Legislativo para ser cumprida pelo governador Mauro Mendes: a contratação de tradutores e intérpretes de Libras pela Secretaria de Estado de Segurança Pública para atuar no atendimento especializado de mulheres surdas vítimas de violência doméstica.

Só em 2021, o deputado Wilson Santos protocolou cinco projetos de leis que contemplam a inclusão social das pessoas surdas.

Um deles garante às mulheres surdas vítimas de violência o atendimento especializado com profissional intérprete e tradutor em Língua Brasileira de Sinais (Libras) e outro para assegurar ao profissional tradutor e intérprete de libras o acesso gratuito aos meios de transporte público e estabelecimentos abertos sempre que estiver acompanhando pessoa surda.

Outra propositura abrange o direito à presença de Tradutor e Intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, nos hospitais e maternidades.

Outro projeto de lei exige do governo do estado a execução de políticas públicas para pessoas surdas. Um deles autoriza o Poder Executivo a instituir o Programa Comunicação em Libras, com Interpretação na Língua Brasileira de Sinais para Pessoas Surdas (Libras), e de guias-intérpretes para surdocegos.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA MT

Projeto social irá resgatar dignidade e dar oportunidade de mudança na vida de 300 mulheres cuiabanas

Publicados

em


Deputado Dilmar Dal Bosco, em Sessão Ordinária, no Plenário

Foto: Marcos Lopes

Com o intuito de contribuir e amenizar as consequências sofridas por milhares de famílias afetadas pela covid-19 além de oportunizar a mudança de vida de mulheres em Cuiabá, o deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM), em parceria com o  Centro Pedagógico de Ensino Especial Regina Maria da Silva Marques (Cenper), Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso e a empresa David Melo Culinary Scholl, via chef David Melo- coordenador do curso- disponibilizará a capacitação a 300 mulheres em situação de vulnerabilidade social e econômica, com um curso de gastronomia. A qualificação acontecerá durante o mês de novembro na capital, possibilitando a autonomia financeira e a geração de renda.

Deputado Dilmar explica que a ideia é resgatar a dignidade dessas mulheres e oportunizar para que possam entrar no mercado de trabalho e garantir sustento das suas famílias. “Não podemos ficar esperando as coisas acontecerem. Precisamos arregaçar as mangas e entrar de cabeça no social. Este projeto irá contemplar, inicialmente, essas 300 mulheres, em Cuiabá, mas a nossa intenção, juntamente com o pessoal do Cenper, é capacitar mais de três mil mulheres em todo o estado de Mato Grosso” disse Dilmar.

O parlamentar ainda salientou que o momento de isolamento social e o afastamento das pessoas ocasionaram a perda da renda no lar de milhares de famílias. “Estamos passando um momento muito delicado, pois muitas pessoas perderam seus negócios ou estão com dificuldade em mantê-los. Mais uma vez vamos nos juntar e oportunizar este curso, que é o projeto de capacitação dessas 300 mulheres com este curso de gastronomia, que é muito importante para mim. Poder participar desse projeto, dando qualificação, capacitação e acima de tudo, conhecimento para que elas possam, voluntariamente, abrir o seu negócio e assim ter uma atividade e renda”, finalizou deputado.

Pedro Paulo Fernandes da Silva, coordenador do Cenper, explicou que o projeto foi idealizado com o apoio do deputado Dilmar justamente neste momento pós-pandemia. “Tivemos um crescimento absurdo de desemprego e, dessa forma, pensamos em criar um curso onde possamos oportunizar essas mães, essas mulheres cuiabanas, a ter seu próprio negócio. Então, nesse sentido, graças ao entendimento do parlamentar, em relação à necessidade de capacitar essas mulheres, e o apoio, por meio de uma emenda parlamentar, vamos iniciar esse projeto, que tenho certeza será case de sucesso e servirá de exemplo para todo o país. Precisamos sair da nossa zona de conforto, precisamos contribuir com o próximo, ajudar, dar oportunidade”, disse Pedro Paulo.

As inscrições iniciaram  na segunda-feira (18), e podem ser realizadas das 13h30 às 16h30, pelo telefone (65) 3624-1298, de segunda à sexta-feira. As interessadas podem comparecer na sede do Cenper, que fica localizado na Rua Fenelon Müller, 897, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá. Lembrando que é necessário apresentar comprovação de endereço e os documentos pessoais.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana