CIDADES

Agosto Lilás em Alto Garças será marcado por mobilização virtual devido à pandemia

Publicado


.

AGOSTO LILÁS – A campanha nasceu com o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção e do enfrentamento à violência contra a mulher, incentivando as denúncias de agressão, que podem ser físicas, psicológicas, sexuais, morais e até patrimoniais.

A Secretaria De Assistência Social de Alto Garças informa que em razão da pandemia do Covid-19 e da necessidade do distanciamento social, as ações de conscientização serão concentradas em divulgações virtuais sobre o assunto, por meio de postagens de conscientização lembrando o assunto e também por meio de entrevistas na rádio local.

Em qualquer circunstância a violência deve ser denunciada e isso pode ser feito na delegacia ou pelo número 180, sendo que essa central de atendimento à mulher vítima de violência oferece assistência gratuita, confidencial e algumas funcionam 24 horas. Mesmo que a vítima não realize a ocorrência, os parentes ou vizinhos podem fazê-la.

Procurar ajuda é o passo principal para conseguir sair da situação de violência. É importante que todos fiquem atentos aos canais de denúncia disponíveis e, se possível compartilhar estas informações com o maior número de pessoas para que qualquer caso de violência contra a mulher não fique impune.

Ainda como form de maior conscientização além das Redes Sociais acontecerá também Entrevista na Rádio local no Jornal de integração, na sexta-feira 07 de Agosto as 11:30 com a Psicóloga do CRAS, Marcella Sperandio.

O número de feminicídios ocorridos nos seis primeiros meses de 2020 em Mato Grosso aumentou 68% em relação ao mesmo período do ano passado. Neste ano, 32 mulheres foram vítimas de feminicídio, enquanto que em 2019 houve 19 vítimas. Os dados são da Superintendência do Observatório de Violência da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

A Secretária de Assistência Social Gisele Denise Lima Singolano relatou “É muito importante que todos fiquem atentos aos canais de denúncia disponíveis em nossa cidade, uma vez que talvez a vitima não consiga realizar a Denúncia os amigos, parente e até mesmo os vizinhos podem colaborar e ajudar a acabar com essa prática de abuso. Somos uma sociedade ativa e devemos sermos uns pelos outros” Declarou Gisele.

Canais de denúncia:

Central de Atendimento à Mulher – 180

Central de Emergência da Polícia Militar – 190

Plantão da Polícia civil de Alto Garças/MT – (66) 9.9921.4397

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

CIDADES

Todos os municípios de MT continuam com risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (26.11) o Boletim Informativo nº 263 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Nesta edição do Boletim, os 141 municípios do Estado configuram na classificação de risco baixo de infecção pelo coronavírus, conforme mostra documento a partir da página 12.

Esse status já se mantém por 24 dias. Em 02 de novembro, Ribeirãozinho foi a última cidade classificada com risco “moderado”. Desde então, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, representado pela cor vermelha e que indica alerta máximo de contaminação, ou amarela, que indica alerta moderado.

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana