turismo

Aeroporto de Guarulhos terá área para ricos sem contato com o público

Publicados

em

source
A área exclusiva para ricos no aeroporto de Guarulhos será similar ao que existe em Dubai
Reprodução/Youtube 18.06.2022

A área exclusiva para ricos no aeroporto de Guarulhos será similar ao que existe em Dubai

A Secretaria Nacional de Aviação Civil autorizou esta semana a concessionária GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos, a firmar um contrato com investidores árabes e canadenses, por meio da operadora Jetex, para a construção de um terminal exclusivo para passageiros de alta renda.

O terminal, destinado principalmente a passageiros de jatos executivos e de primeira classe de voos regulares de longa duração, deverá ser o principal concorrente do São Paulo Catarina, aeroporto internacional privado da JHSF voltado à altíssima renda. A vantagem de Guarulhos em relação ao concorrente é a distância menor para a capital paulista: 25 km, contra 74 km do Catarina.

O grupo internacional pretende investir US$ 80,6 milhões (R$ 415 milhões, no câmbio atual) na estrutura, que será construída em uma área entre o atual terminal 3 de Guarulhos e os hangares da American Airlines e da Latam Brasil.

— Não será apenas uma sala VIP, é um terminal inteiro. Isso já existe em outros aeroportos do mundo, mas em nenhum da América Latina. Além disso, o de Guarulhos será o maior do mundo, com 4 mil metros quadrados de área construída em uma área de 5 mil metros quadrados — afirma o secretário de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann.

Condução especial O projeto precisou do aval do governo federal porque prevê um contrato de 40 anos da concessionária com os operadores do terminal, e a concessão de Guarulhos vence em 10 anos. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse ter dado parecer favorável.

— Ouvimos as áreas técnicas e jurídicas (do ministério) e demos a autorização. Agora, a concessionária precisa do licenciamento ambiental e de iniciar as obras. Os investidores dizem que o prazo é de um ano e meio a dois anos para que o terminal entre em operação — diz Glanzmann.

Entre as condições para o aval, está a vedação à operadora de antecipar pagamentos à GRU Airport, para evitar que uma eventual nova concessionária de Guarulhos tenha de arcar com o ônus da operação sem ser remunerada.

O terminal de ricos terá um espaço amplo com decoração clean e moderna
Reprodução/Youtube 18.06.2022

O terminal de ricos terá um espaço amplo com decoração clean e moderna


Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Propaganda

turismo

SP: Parque Alto da Boa Vista ganhará mirante, trilha e ‘cachorródromo’

Publicados

em

 Parque Alto da Boa Vista está inserido no distrito de Santo Amaro na capital paulista
Reprodução/Prefeitura da Cidade de São Paulo

Parque Alto da Boa Vista está inserido no distrito de Santo Amaro na capital paulista

O Parque Alto da Boa Vista, que completou um ano de inauguração parcial em maio, na zona sul da cidade de São Paulo, ganhará um nova fase de implantação que entregará ao espaço um mirante com vista para árvores nativas, trilha sensorial para crianças e um “cachorródromo”.

Entretanto, a segunda fase está em licitação, com resultado a ser divulgado em 23 de agosto. A previsão é de um ano de obra, com a entrega para o fim de 2023 ou o início do ano seguinte. O valor estimado é de R$ 4,59 milhões, porém a menor oferta será a selecionada. A primeira etapa custou R$ 825,7 mil, mais da metade de um termo de compromisso ambiental e o restante de doações.

A abertura do parque permitiu um contato inicial com o espaço após cerca de duas décadas de mobilização popular e disputas na Justiça, mas ainda abrange uma pequena parte da área total, isolada por uma enorme quantidade de cerca de bambu.

Com a nova fase, a ideia é que o parque mantenha uma vocação mais contemplativa, mas que sejam introduzidas opções de lazer, a fim de mantê-lo ativo.

Desse modo, para as crianças, serão feitas intervenções lúdicas em vez da instalação de um parquinho tradicional. Entre elas, estão um piso ondulado e emborrachado para brincadeiras e deitar, marcações de pegadas de animais no chão e um caminho sensorial. As mudanças também envolvem a instalação de um mirante de 65 metros quadrados, com vista para as árvores.

As áreas de vegetação mais densa serão mantidas, com a troca progressiva das espécies invasoras por árvores nativas da Mata Atlântica, enquanto as mais abertas receberão alguns dos novos equipamentos. Hoje, a fauna nativa inclui espécies como a aroeira-mansa, o jaborandi e a embaúba-branca. Há também árvores frutíferas, como bananeira, abacateiro e goiabeira.

Atualmente, o parque é apenas uma mancha verde no distrito de Santo Amaro, com um caminho demarcado por bambus e com placas informativas de algumas das 61 aves identificadas no local, como a coruja-orelhuda e o tucano-de-bico-verde, banheiros e bancos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Acompanhe o iG Turismo também pelo Instagram e receba dicas de roteiros e curiosidades sobre destinos nacionais e internacionais. Siga também o  perfil geral do Portal iG no Telegram.

Fonte: IG Turismo

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana