MULHER

Ácido hialurônico: confira como e por que usar o queridinho do skincare das famosas

Publicados

em


source

Alto Astral

Ácido hialurônico: confira como e por que usar o queridinho do skincare das famosas
Reprodução: Alto Astral

Ácido hialurônico: confira como e por que usar o queridinho do skincare das famosas

Se você é fã de um bom skincare, certamente já ouviu falar no ácido hialurônico . Apesar de pronúncia difícil, a intenção desse ativo é descomplicar os cuidados com a pele, auxiliando em diversas necessidades.

Seja pela praticidade ou funcionalidade, o produto tornou-se querido das famosas e é aposta certeira em suas rotinas . Se você também deseja turbinar a sua, entenda mais sobre as funções do ácido, como ele pode te ajudar e se você deve ou não usá-lo, em conversa com a dermatologista da clínica Leger, Cibele Tamietti.

A composição

O que muitas pessoas não sabem, é que o ácido hialurônico é uma molécula e já está presente em nosso organismo naturalmente, sendo que metade concentra-se na pele.

Quais são suas funções?

Hidratação , reparação e regeneração dos tecidos, preenchimento dos espaços entre as células e estimulação da produção de colágeno são algumas que podemos citar. “Ele tem a capacidade de atrair e reter água preenchendo os espaços entre as células. Seu alto poder hidratante proporciona maior elasticidade, vitalidade, viço, maciez e firmeza na pele, prevenindo e minimizando rugas e linhas de expressão”, explica a médica.

Quem pode usar?

Você viu?

A dermatologista afirma que não há contraindicações, assim, pode ser usado por qualquer pessoa a partir dos 25 anos, inclusive gestantes e lactantes, caso ele não esteja associado a outro composto.

Ela completa a explicação dizendo que todas as peles podem receber o produto, mas é preciso atentar-se ao seguinte: indicação de pele e idade, e formatos oferecidos, como gel, sérum ou creme, pois, cada um será melhor para um tipo de pele.

“Sua produção natural do organismo diminui nessa idade, o que resulta em ressecamento da pele, perda da elasticidade e do volume, e formação de rugas. Para prevenir ou recuperar um pouco destes danos é possível repor o Ácido Hialurônico de três formas: tópico (cremes, gel, sérum), oral (cápsulas) ou injetável”, pontua Cibele.

Modos de uso

Existem três maneiras de usá-lo: o uso tópico, oral ou injetável. Confira as explicações e orientações da médica para cada um deles:

  • Tópico: os cremes, géis ou séruns melhoram a hidratação e textura da pele. Em cada produto haverá uma concentração diferente do ativo, portanto, os que possuírem maior presença do ácido agirão primordialmente na hidratação, enquanto os de menor tendem a penetrar na pele com ações antienvelhecimento, estimulando a produção natural do ácido no organismo.
  • Oral: as cápsulas promoverão benefícios hidratantes, melhorando a elasticidade e reparando tecidos. Dessa forma, reduzirá a profundidade de rugas já existentes.
  • Injetável: em forma de gel, o ácido será aplicado por um profissional diretamente na pele, preenchendo rugas e sulcos. Ele promoverá a sustentação e melhora do contorno facial com aumento de volume. É possível usá-lo, também, para a correção de cicatrizes (como a da acne, por exemplo) e assimetrias, tornando o rosto mais harmônico.

Consultoria: Cibele Tamietti, dermatologista da Clínica Leger e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SDB).

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

MULHER

Como se espiritualizar sem depender de nenhuma religião

Publicados

em


source
Como se espiritualizar sem depender de nenhuma religião
Redação João Bidu

Como se espiritualizar sem depender de nenhuma religião

A espiritualidade vai muito além da religião. Ela está em cada atitude do dia a dia e na forma como você lida com elas e com as pessoas. O amor e o respeito, ao próximo e a si mesmo, são a base para trabalhar a própria espiritualidade. Sem eles, não adianta frequentar cultos, igrejas ou templos para encontrar o que está procurando; o sentido de tudo está dentro você e na maneira como você propaga o bem pelo mundo.

Então, se você quer saber  como se espiritualizar , seja para se preparar para ingressar com verdade em alguma religião, ou para não precisar depender de nenhuma delas, aprenda algumas atitudes simples para enaltecer seu propósito de vida e garantir paz interior.

COMO SERÁ O SEU DIA HOJE? DESCUBRA TUDO HORÓSCOPO DIÁRIO NO SITE DO JOÃO BIDU! LÁ TEM TODAS AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

A espiritualidade não depende de religião

Contato com seu verdadeiro Eu

Quantas vezes ao dia você desacelara para entrar em contato consigo mesmo? Pode ser por meio da música, uma pausa para o café ou uma contemplação no espelho; tirar um momento para si é fundamental para o autoconhecimento e a espiritualidade.

O amor pode ser considerado a essência de qualquer religião, então, quando você está em paz e presente de corpo e alma, você consegue emanar empatia e amor para as pessoas e para si mesmo. Por isso, durante seu dia, dedique alguns minutos para observar o mundo e agradecer pela sua vida. Lembre-se de agradecer também por suas próprias conquistas e de tratar a sua luta com muito carinho.

Pequenas meditações fazem a diferença

A meditação é um caminho direto para se conectar com os propósitos que moram em você. Durante uma meditação, por exemplo, é possível descobrir mais sobre você mesmo e compreender as razões dos seus medos e aflições.

Caso não consiga se concentrar enquanto medita, uma boa alternativa é respirar bem profundamente, prestando atenção na respiração, durante um minuto. Faça isso nas pausas do dia a dia, no banho ou quando estiver sentindo a ansiedade se aproximar. Se você fizer 20 pausas, será como se tivesse meditado por 20 minutos. Experimente essa técnica e aproveite a diferença que ela fará no seu cotidiano.

Faça mais pelos outros

A empatia precisa ser trabalhada e desenvolvida com o tempo. Pra isso, comece praticando pequenas atitudes solidárias para as pessoas, sem esperar nada em troca.

Faça pelo desejo de melhorar ou ajudar a vida delas e jamais pense que você conseguirá algo com isso, nem mesmo a gratidão. Cada indivíduo está na sua própria jornada de autoconhecimento e de espiritualidade; enquanto algumas pessoas têm facilidade em agradecer, outras acreditam que isso é demonstração de fragilidade.

Portanto, quando você não espera retorno das suas ações e faz o bem pensando apenas no outro, decepções são evitadas e a empatia é verdadeiramente propagada.

Leia Também

Não esqueça de você

Para atingir seu espírito, ouse fazer atividades que tenham sentido para você. Sem se importar com o que as pessoas irão pensar ou se você será bem sucedido; faça apenas por você, porque te dá prazer. Livre-se das preocupações e limpe a bagunça da mente com tudo aquilo que te faz bem.

Sua espiritualidade é leve e livre; não há regra que a prenda. Assim, não a detenha em uma rotina centrada na produtividade e na busca pela aprovação dos outros. Ouça mais a sua voz interna e respeite as decisões do seu coração.

Trabalhe seu Eu para amar as pessoas

Com o isolamento social, muitos perceberam como não dedicavam tempo para se aproximar de quem ama. Isso acontecia, principalmente, devido ao grande fluxo de trabalho e tarefas que enchiam a cabeça, sem dar espaço para o convívio com amigos e familiares.

Mesmo com a alteração da rotina, muitas pessoas continuam não tendo tempo para praticar o amor ao próximo; pensam que isso depende do contato físico e pode ser deixado para outra hora. Assim, a espiritualidade perde seu vigor de transformação.

Se você quer mudar essa situação, saiba que o ideal é começar pelo seu interior. Afinal, para amar verdadeiramente o outro, é preciso amar-se primeiro. Por isso, não coloque bens materiais, sonhos e ilusões acima de você.

Jornada da transformação

Quer aprender mais um pouco sobre autoconhecimento e subconsciente? Participe da Jornada da Transformação , um webinário que abordará temas como inteligência emocional, numerologia e autoconhecimento.

​​ Shutterstock

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana