BRASIL E MUNDO

Acesso à internet cresceu nos lares brasileiros

Publicados

em


Os lares brasileiros passaram a contar mais com a internet de banda larga móvel, crescendo de 80,2% em 2018 para 81,2% em 2019. Também houve aumento da banda larga fixa, que passou de 75,9% para 77,9%. A proporção de domicílios que contam com os dois tipos de conexão saltou de 56,3% para 59,2%. Esses são alguns dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2019, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, o telefone celular continua sendo a principal ferramenta utilizada pelos conectados. Ele foi encontrado em 99,5% dos domicílios. Depois vem o computador, com 45,1%, seguido pela televisão (31,7%) e tablet (12%).

No geral, 82,7% dos domicílios nacionais possuem atualmente acesso à internet, um aumento de 3,6 pontos percentuais em relação a 2018.

Além disso, entre as 183,3 milhões de pessoas com 10 anos ou mais de idade, 143,5 milhões (78,3%) utilizaram a internet nos últimos três meses. Jovens adultos entre 20 e 29 anos foram os que mais acessaram. O uso é maior entre estudantes (88,1%) do que entre não estudantes (75,8%). Os alunos da rede privada (98,4%) usam mais do que os da rede pública (83,7%).

Caminho certo

O aumento da conexão ocorreu de forma mais significativa na área rural. O percentual de domicílios conectados saltou de 49,2%, em 2018, para 55,6%, em 2019, o que corresponde a um aumento de 6,4 pontos percentuais. Nos domicílios urbanos, a utilização da internet subiu de 83,8% para 86,7%.

Para o ministro das Comunicações, Fábio Faria, os dados mostram que o Brasil está no caminho certo. “Estamos no rumo para conectar cada vez mais pessoas em todo o país. Isso vai ser ainda mais ampliado com ações como o 5G, que terá o leilão ainda este ano.”

Para mudar cada vez mais essa realidade no país, o Ministério das Comunicações (MCom) desenvolve importantes programas, como o Wi-Fi Brasil, Norte Conectado, Nordeste Conectado e Cidades Digitais.


Com informações do Ministério das Comunicações

Fonte: Brasil.gov

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Juíza aceita denúncia e torna Jairinho e Monique réus pela morte de Henry

Publicados

em


source
Jairinho e Monique foram denunciados pela morte no menino Henry Borel
Reprodução

Jairinho e Monique foram denunciados pela morte no menino Henry Borel

O vereador Jairinho e sua namorada, Monique Medeiros , se tornaram réus nesta sexta-feira (7) pela morte do menino Henry Borel , de 4 anos, e tiveram suas prisões temporárias convertidas em preventivas. A decisão foi tomada após a juíza Elizabeth Machado Louro, da 2ª Vara Criminal da Capital, aceitar denúncia contra o casal. A informação é do jornal Folha de S.Paulo .

A mãe e padrasto de Henry cumpriam prisão temporária desde 8 de abril, quando foram presos em endereço distinto de onde moravam. Agora na condição de réus, os dois têm prazo de dez dias para se manifestar.

No entendimento da magistrada, os dois estarem em endereços diferentes no momento da detenção pesou para a conversão da prisão deles de temporária para preventiva. A juíza também levou em consideração a ameaça de coação de testemunhas, já que a babá de Henry e a empegada doméstica tiveram que prestar um segundo depoimento à polícia.

“Para além da revolta generalizada que os apontados agentes atraíram contra si antes mesmo de serem denunciados pelo órgão com atribuição para tal, releva assinalar que o modus operandi das condutas incriminadas reforça o risco a que estará exposta a ordem pública, bem como a paz social, se soltos estiverem os ora acusados”, escreveu Elizabeth.

Você viu?

“As circunstâncias do fato, pois, estão a reclamar a pronta resposta do Estado com a adoção da medida extrema provisória, até como forma de aplacar a nefasta sensação de impunidade”, completou a magistrada.

Ainda segundo a juíza, o caso exige “a adoção da medida extrema de cautela” e “qualquer das medidas substitutivas, mais brandas” não “suficientes”.

A decisão foi tomada um dia depois de o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro denunciar Dr. Jairinho e Monique Medeiros pelo homicídio triplamente qualificado de Henry, no dia 8 de março. Ambos também foram denunciados pelos crimes de tortura, fraude processual e coação de testemunhas.

Monique ainda responderá por crime de falsidade ideológica pelo fato de, em 13 de fevereiro, ter prestado declaração falsa no Hospital Real D’Or, em Bangu, sobre as causas de um ferimento do filho.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana