GERAL

A capital do país é o tema do Sem Censura desta segunda-feira

Publicados

em


O Sem Censura desta segunda-feira (18) contará histórias de Brasília. Na semana em que a capital federal celebra 62 anos, o escritor João Carlos Amador é o convidado da edição. Ele conversa com a jornalista Marina Machado e debatedores convidados sobre curiosidades da cidade.

João Carlos Amador é natural de Brasília. Como filho de militar, morou em diversas cidades pelo país, como Manaus, Belém, Fortaleza, Rio de Janeiro, até voltar em definitivo para Brasília aos 18 anos. Jornalista e publicitário pela Universidade de Brasília (UnB), atuou em agências de publicidade e fez parte da equipe da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República como coordenador das redes sociais do governo federal.

Em 2014, criou o projeto Histórias de Brasília nas redes sociais, uma iniciativa para resgatar memórias e curiosidades sobre a capital do país. Atualmente, a página reúne mais de 220 mil seguidores na internet.

Além de quatro livros publicados com histórias diversas sobre a cidade. João Carlos Amador publicou também duas obras infantis: um livro sobre a infância de Juscelino Kubitschek (Nonô, o menino presidente) e o Histórias de Brasília para Crianças. Desde 2018, é colunista na rádio CBN em que conta histórias e curiosidades sobre a capital.

Participam como debatedores convidados os jornalistas Daniel Zukko, criador e apresentador do programa de TV e Web “#MinhaBrasília”, e Neila Medeiros, apresentadora do jornal local da Rede Record em Brasília.

O programa Sem Censura vai ao ar às segundas-feiras, às 21h, logo após a novela A Escrava Isaura, com transmissão para todo o país em TV aberta por intermédio das emissoras afiliadas à Rede Nacional de Comunicação Pública – TV, gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e por outras plataformas, como Facebook, Twitter e Youtube, por onde o público pode participar usando a hashtag #SemCensura.

Ao vivo e on demand

Acompanhe a programação da TV Brasil pelo canal aberto, TV por assinatura e parabólica. Sintonize: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar .

Seus programas favoritos estão no TV Brasil Play, pelo site play.ebc.com.br ou por aplicativo no smartphone. O app pode ser baixado gratuitamente e está disponível para Android e iOS. Assista também pela WebTV: tvbrasil.ebc.com.br/webtv

Sem Censura – João Carlos Amador

Segunda-feira (18), às 21h, na TV Brasil

Facebook – https://www.facebook.com/tvbrasil

Twitter – https://twitter.com/TVBrasil

Instagram – https://www.instagram.com/tvbrasil

YouTube – https://www.youtube.com/tvbrasil

TikTok – https://www.tiktok.com/@tv.brasil

Para saber como sintonizar a TV Brasil em sua cidade, acesse: tvbrasil.ebc.com.br/comosintonizar .

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Propaganda

GERAL

Mulher morre durante teste físico para oficial do Exército

Publicados

em

O Comando Militar do Leste (CML) abriu um processo administrativo para apurar o que provocou a morte da dentista Ingrid Balbino de Sousa Coelho Vieira, nesta quarta-feira (22), após teste de aptidão física para o cargo de Oficial Temporário do Exército, prova realizada no Colégio Militar, na Tijuca, zona norte do Rio. Ingrid concorria a uma vaga para Odontologia – Ortodontia.

O teste físico da candidata estava agendado para o início da manhã e o exame foi alterado para ser realizado às 14h30.

Em nota, a Seção de Comunicação Social do Comando Militar do Leste (CML) informou que  Ingrid “passou mal durante a execução de uma das fases do processo”.

“A candidata recebeu os primeiros socorros no local e foi conduzida à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Durante a noite, o quadro de saúde da candidata se agravou e ela veio a óbito”, informou o comunicado.

O Comando Militar do Leste informou ainda que “foi aberto um processo administrativo para apurar as circunstâncias do ocorrido e que está prestando todo o apoio necessário à família”.

Segundo caso 

Um candidato ao cargo de inspetor para a Polícia Civil do Rio de Janeiro passou mal durante a prova física e morreu. Fabio Henrique Silva, de 41 anos de idade, caiu no chão durante a prova de corrida.

A Polícia Civil lamentou a morte e informou que o candidato apresentou laudo médico para a realização da prova, sendo socorrido e levado ao hospital após passar mal.

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2022-06/candidato-vaga-na-policia-civil-do-rio-morre-apos-teste-fisico

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana