CIDADES

3ª etapa dos kits da alimentação escolar é entregue para alunos da rede municipal de ensino de Trivelato

Publicado


.

A Prefeitura de Santa Rita do Trivelato, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, iniciou a entregar da terceira etapa dos kits de alimentação para alunos da rede municipal de ensino do município. Os kits estão sendo entregues aos alunos desde a suspensão das aulas, que ocorreu no mês de março, como medida preventiva no enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19).

Os kits da alimentação escolar são entregues para alunos de famílias atendidas pelo programa Bolsa Família e em condições de vulnerabilidade. Ao todo são 03 (três) tipos de kits, que vi atender conforme o número de alunos por família, direcionados para educação infantil e ensino fundamental.  Os alunos atendidos são os matriculados nas unidades escolares do Centro de Educação Infantil Nascer do Sol, Escola Municipal Três de Novembro e Escola Municipal Nova Brusque, na comunidade Pacoval.

Os kits da alimentação escolar se equiparam à merenda que os estudantes recebiam nas unidades escolares. As entregas vão ser realizadas nas escolas em que os alunos estão matriculados. A distribuição da quantidade e equilíbrio dos kits será conforme quantidade de alunos por família.

Os kits contam com arroz, pacote de feijão, óleo de soja, macarrão, molho de tomate, sal, frango, caixinhas de leite, multicereal, biscoito doce e salgado, açúcar 2 kg, achocolatado em pó e 2 kg de frango. Os alimentos são distribuídos conforme quantidade de alunos por família. Os kits tem o reforço de um rico alimento da parceira da educação de Trivelato, a Aprosoja Alimento, que acrescentou um suplemento nutritivo, à base de soja que poder ser usados em bolos e sucos.

A ação da Prefeitura de Santa Rita do Trivelato e Secretaria de Educação e Cultura, é orientada pelo Ministério Público, visando em assegurar o direito humano à alimentação das crianças e dos adolescentes vulneráveis. Os kits da alimentação escolar parte da situação de emergência do Decreto Municipal 27/2020, da recomendação nº 04/2020 da Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Nova Mutum, e segue atualizado no Decreto Municipal 34/2020, confira abaixo. Santa Rita do Trivelato foi destaque nacional na entrega dos kits, assista aqui.

 

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

CIDADES

Agosto Dourado: inicia mês de incentivo ao aleitamento materno

Publicado


.

A amamentação traz benefícios que vão além dos aspectos nutricionais. É um momento único de ligação entre mãe e filho. Para conscientizar sobre a importância do aleitamento materno desde as primeiras horas de vida até os seis meses de idade, a Secretaria de Saúde promove o Agosto Dourado.  

Durante todo o ano, os profissionais da Secretaria de Saúde de Tapurah, nas suas áreas de atuação, estão incumbidos de incentivar a amamentação com a população em geral, esclarecendo sobre os benefícios da amamentação para a mãe e para o bebê, sendo que, para o bebê, os benefícios serão estendidos ao longo de toda a sua vida. 

“O trabalho é contínuo o ano todo, mas em especial no mês de Agosto, as ações são intensificadas, este ano devido a pandemia, serão feitas de forma online e orientações individuais, levando informação ligadas à gestação, aos cuidados com o bebê, troca de experiências”. Conta o Secretário de Saúde, Marco Felipe. 

Os profissionais das Unidades Básicas de Saúde do município estão à disposição das gestantes e das mamães e familiares para todo e qualquer esclarecimento ou auxílio para que a amamentação no peito seja ofertada com prioridade, pelo menos nos seis primeiros meses de vida dos bebês. 

“Sabemos que as primeiras semanas dos recém-nascidos são as mais difíceis, principalmente nos primeiros 15 dias, é uma fase de adaptação para ambos, mamãe e bebê. Aquelas mães que tem o desejo de amamentar, que sabem da importância do leite materno para o seu filho, nós damos suporte, nas Unidades de Saúde. São diversos profissionais capacitados, que podem ajudar a mãe a conseguir amamentar o seu filho no peito”, diz a enfermeira Elizabete Gawski. 

O sucesso da amamentação não depende somente das condições orgânicas e fisiológicas da mãe e do bebê. Depende principalmente do real desejo da mãe em amamentar, da persistência, dedicação e do apoio familiar, em especial do parceiro. Ainda que haja desejo e apoio familiar e que esteja tudo funcionando bem na mãe e no bebê, podem surgir algumas dificuldades que são pertinentes ao processo de amamentação. A informação sobre o processo de amamentação e sobre os inúmeros benefícios para mãe para o bebê são fundamentais para que a mãe e a família se fortaleçam na decisão de amamentar. 

A recomendação da Organização Mundial de Saúde é que o aleitamento materno seja exclusivo durante os seis primeiros meses de vida do bebê e que, após o sexto mês, com a introdução de outros alimentos, ainda seja mantida até os dois anos de idade ou mais. 

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana