Abelhas são declaradas o ser vivo mais importante do planeta

A abelha é o único inseto que fornece alimento para os seres humanos

https://sossegodaflora.blogspot.com

Da Assessoria

Abelhas - essenciais para a biodiversidade

Abelhas são essenciais para a biodiversidade

O Earth Wathch Institute acaba de declarar as abelhas como as espécies mais valiosas do mundo no último debate da Royal Geographical Society of London. 

 

Os benefícios diretos que os produtos produzidos pelas abelhas representam para a vida e para a saúde humana não são secretos para qualquer pessoa. 


Mas a realidade é que não devemos parar de pensar nos benefícios que traz à nossa saúde, mas de valorizar sua função mais extensa na cadeia natural que é a polinização, sem a qual a vida no planeta seria definitivamente impossível. 


A biodiversidade é o processo de interação entre os seres vivos e o planeta, a relação entre eles e, é claro, a resposta biológica do ambiente às espécies.


Nesse processo a abelha tem uma função vital, pois a agricultura mundial depende de 70% desses insetos, mais claramente 70 de cada 100 produtos que usamos para alimentar dependem exclusivamente das abelhas. 


O equilíbrio é autoexplicativo: Sem polinização as plantas não poderiam se reproduzir e sem plantas a fauna também desapareceria e consequentemente, os humanos. 


Teorias que explicam seu desaparecimento


Uma das hipóteses que explica o desaparecimento maciço das abelhas é a telefonia móvel. Esta conclusão definitiva foi afirmada pelo Instituto Federal de Tecnologia da Suíça após provar que as ondas emitidas durante uma conversa são capazes de desorientá-las até a morte, perdendo seu senso de direção e, assim, sua dinâmica de vida.


Por mais de 83 experiências, o investigador e biólogo Daniel Favre mostrou que a comunicação via celular pode produzir um ruído de dez vezes mais elevado do que o normal e que na presença de abelhas, ele [o ruído] pode desorientá-las ao avisar o grupo, incitando-as a abandonar a colmeia causando o Fenômeno CCD ou "problema colapso das colônias". 


O outro, claro, é o uso de pesticidas na pulverização de culturas. Esses produtos contêm substâncias químicas que agem como as neurotoxinas e aderem aos insetos, coletando as flores.


Posteriormente transportando para as colmeias onde eles contaminam o resto dos produtos processados em comum como a cera, própolis e vários méis com consequências fatais que afetam outros favos [de mel], incluindo colmeia de abelhas-rainha sem o qual desaparece infalivelmente.


Além disso, quando essas migrações massivas ocorrem, os jovens ou as larvas são abandonados e, logicamente, eles também desaparecem. 


Soluções 


É muito difícil para a comunidade científica propor soluções que possam ser executadas. Infraestrutura tecnológica e a mentalidade atual tornaria muito difícil para as pessoas, renunciar a viver sem o uso de telecomunicações ou abandonar o uso de sprays.


A organização internacional Greenpeace propõe as seguintes medidas urgentes a priori: 


-Pesquisa e monitoramento da saúde das abelhas. Proibir imediatamente o uso de pesticidas tóxicos. 
-Promover alternativas agrícolas naturais. 
-Criar um sistema de áreas protegidas livres de telecomunicações.


O Dr. David Susuki tem razão ao declarar: "As notícias diárias documentam a menor queda ou aumento no mercado de ações ou no setor de leilões, mas ignoramos deliberadamente o equilíbrio dos serviços prestados pela natureza, como a absorção de dióxido. A liberação de carbono e oxigênio, proteção contra erosão e polinização de frutos e sementes e sem polinização, todos os sistemas econômicos entrariam em colapso. Um mundo sem abelhas seria um mundo sem pessoas ".


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br