Índios estão proibidos pelo Ibama de produzirem em sua terras

Ibama autuou 16 arrendatários, duas fazendas e cinco associações indígenas por ilegalidade. Foram aplicadas 44 multas aos agricultores, que totalizam mais de R$ 129 milhões.

Da Redação

Divulgação

adilton sachetti

Sachetti recebeu Índios da etnia Parecis, em Brasília

Deputado Federal Adilton Sachetti recebeu em seu gabinete em Brasília, índios da etnia Parecis, do município de Sapezal. Os indígenas estão há quase 30 dias andando pelos corredores de Brasília e não conseguem ser atendidos.

 

“Eles vieram pedir nosso apoio junto a órgãos federais para liberação de área na região em que produzem milho e soja. Colocamos nossa equipe à disposição dos indígenas aqui em Brasília.” Disse o deputado Sachetti

  

O Ibama autuou 16 arrendatários, duas fazendas e cinco associações indígenas por ilegalidade. Foram aplicadas 44 multas aos agricultores, que totalizam mais de R$ 129 milhões. Cerca de 16 mil hectares estariam sendo explorados ilegalmente nas terras dos povos Paresi, Tirecantinga, Utiariti, Manoki e Uirapuru. A área foi embargada pelo Ibama.

 

Segundo os agentes, durante a fiscalização não foi constatada a participação direta dos índios nas lavouras. No entanto, as associações indígenas administravam os recursos provenientes dos arrendamentos.

 

De acordo com o artigo 231 da Constituição Federal e o artigo 22 do Estatuto do Índio, é proibido o uso de terras de reserva para qualquer atividade que não seja exclusivamente para a subsistência dos povos indígenas.

 

 

 


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br