Esclarecimentos da Diretoria Executiva do PREVILUCAS

Nota de esclarecimento

Previlucas

Sérgio Tanigut/Agência Phocus

Lucas do Rio Verde - Porquinho

 

Todos os investimentos realizados pelo PREVILUCAS são normatizados com base na Resolução nº 3.922/2010 do Conselho Monetário Nacional e definida na Política Anual de Investimentos, e efetivados após diversas análises técnicas que envolvem pareceres prévios de assessoria econômica, comitê de investimentos, equipe técnica especializada com Certificação Profissional ANBIMA e a decisão colegiada do Conselho Curador que é formada por servidores efetivos do município de Lucas do Rio Verde – MT, os quais deliberam as instituições financeiras e ativos da carteira onde serão aplicados os recursos do Instituto de Previdência Municipal, levando em consideração o cenário macroeconômico nacional.

 

No período compreendido entre 2013 e 2016 havia o seguinte cenário: em 2013 o PREVILUCAS tinha em sua carteira de investimentos o montante financeiro superior a R$ 47.000.000,00 e em 2016 finalizou com o valor superior a R$ 96.900.000,00. Neste mesmo período, considerando a inflação acumulada oficial e as contribuições dos servidores que ingressaram nos cofres do Instituto de Previdência houve crescimento real superior ao valor de R$ 13.000.000,00 graças a política de aplicações financeiras adotada pelos gestores e conselheiros do PREVILUCAS.

 

No ano de 2015, o PREVILUCAS passou por auditoria direta específica de governança, aplicada a diversos institutos no país, do então Ministério da Previdência Social (MPS) em que se certificou que os procedimentos internos adotados se encontravam em conformidade no que toca às normas gerais de funcionamento dos Regimes Próprios de Previdência Social, a qual tinha objetivo de aprofundar os fatos envolvendo às normas gerais estabelecidas pelo MPS que vinculavam parâmetros mínimos sobre a gestão dos investimentos e recursos do PREVILUCAS.

 

Nos anos de 2015, 2016 e 2017 o PREVILUCAS foi classificado em 3º, 2º e 2º lugar consecutivamente no Prêmio Nacional de Boas Práticas de Gestão Previdenciária promovido pela Associação Nacional de Entidades de Previdência de Estados e Municípios que visa principalmente as ações adotadas para boa gestão dos recursos previdenciários.

 

Em todos os períodos acima mencionados, o PREVILUCAS manteve o seu Certificado de Regularidade Previdenciário (CRP) válido sem qualquer restrição.

 

As escolhas de fundos de investimentos, além dos pareceres acima mencionados foram e permanecem sendo analisados conforme classificação de risco (“rating”) como irrisórios (AA-), pelas agências internacionais como: FITCH, MOODY`s, STANDARD & POOR`s e AUSTIN RATING.

 

Assim, NÃO HOUVE por parte da Diretoria e dos conselheiros qualquer tipo de negligência e/ou gestão temerária no período supramencionado no exercício de suas atribuições. Os esclarecimentos ao órgão fiscalizador estão sendo prestados de forma tempestiva e demonstrarão que não houve, como NÃO HÁ qualquer perda dos recursos previdenciários dos servidores públicos municipais de Lucas do Rio Verde – MT.

 

Mais informações acessar: http://previlucas.lucasdorioverde.mt.gov.br/site/noticia.php?cod=224


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br