PT decidiu registrar candidatura de Lula e vai pro tudo ou nada

Segundo o senador Lindbergh Farias, o PT tem material e imagens do ex-presidente suficientes para fazer a campanha, caso seja necessário

Da redação | Portal Mato Grosso

Divulgação

Lindbergh Farias

Lindbergh Farias

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) afirmou que seu partido vai manter a candidatura do ex-presidente Lula à presidência da República nas eleições de outubro deste ano. Em pronunciamento na tribuna do Senado, ele afirmou que o PT tem material e imagens de Lula suficientes para fazer a campanha, caso seja necessário.

 

"A gente decidiu registrar a candidatura do Lula, sim. Se eles quiserem impugnar, aí começamos outro processo. Nós vamos fazer campanha com ele. É claro que o golpe deles é para isso, o medo deles é a eleição. O Lula estraga a festa. Não só ele ganha a eleição, como, se impedir que ele seja candidato e ele apoiar outra pessoa, ela ganha", afirmou.

Divulgação

Lula

Mesmo com Lula preso, campanha será realizada, garante PT

Lindbergh leu um artigo do jornalista Mário Magalhães, publicado na quarta (11), no site de notícias The Intercept Brasil, no qual ele faz uma cronologia dos fatos que antecederam a prisão do ex-presidente, condenado pelo Tribunal Federal Regional da 4ª Região por corrupção e lavagem de dinheiro.

 

Leia também

 

Zilu provoca Zezé ao posar de robe preto

 

O senador disse ter acompanhado Lula durante todo o processo, que considerou um momento histórico para o país. "Eu tinha clareza quando estava no Sindicato dos Metalúrgicos que estava vivendo um momento histórico, só comparado a 1954, o suicídio de Getúlio Vargas. Getúlio pertence à história. Lula, com essa perseguição toda, vai se transformar numa das figuras políticas mais importantes dos últimos tempos", disse o senador.

 

Lindbergh reafirmou a inocência do ex-presidente e garantiu que dirigentes e militantes do PT vão lutar com intensidade para garantir sua liberdade. "Defender Lula hoje é defender o povo trabalhador".Lula está preso, desde o último dia 7, na sede da Polícia Federal em Curitiba (PR).


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br