Base Nacional Comum Curricular é discutida na Seduc

Discussão inclui plano de ação para estruturar as redes de ensino do Estado para o processo da implementação da BNCC

Viviane Saggin

Junior Silgueiro

Base Nacional Comum Curricular

Base Nacional Comum Curricular

Representantes da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), do Movimento pela Base e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-MT) se reuniram, na manhã da última sexta-feira (10.11), para refletir e planejar a implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

 

 

O secretário adjunto de Política Educacional da Seduc, Edinaldo Gomes de Sousa, destaca que o objetivo da reunião foi pensar um plano de ação para estruturar as redes de ensino do Estado para o processo da implementação e, em particular, o regime de colaboração entre estados e municípios.

 

“É um momento muito importante para as reses. A Base define o que deve ser aprendido a cada etapa da vida escolar e são os currículos que vão definir como os objetivos de aprendizagem estabelecidos devem chegar aos estudantes nas salas de aula”, ressalta.

 

De acordo com Henrique Pimentel, do Movimento pela Base, neste momento, em que estão sendo dados os últimos passos para a homologação da Base, a intenção é apoiar os territórios a construir modelos de governança e de estudo para a elaboração curricular que façam com que a Base chegue, efetivamente, nas salas de aula.

 

“Não adianta termos um documento robusto, de alta qualidade, que tenha altas expectativas para os estudantes, mas que não seja aplicável em sala de aula, na última instância – que é o objetivo da política”, destaca.

 

Pimentel garante que o trabalho tem sido realizado em articulação com o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e Undime para apoiar os estados e municípios, que precisem dessa facilitação das discussões e do suporte do desenho de modelo de governança a tocar as discussões, daqui para frente.

Base Nacional Comum Curricular

Movimento da Base Nacional Comum Curricular

“Nossa vinda à Mato Grosso derivou de um seminário sobre o Regime de Colaboração e Preparação para a Implementação da BNCC, que ocorreu em São Paulo nos dias 26 e 27 de outubro, e contou com cerca de 80 participantes de todos os estados do pais, quando forma discutidas quais as estratégias seriam utilizadas para conseguir dar início no processo para quem ainda não havia começado e para quem já havia iniciado, dar continuidade às discussões”.

 

A presidente da Undime-MT, secretária de Educação de Bransnorte, Terezinha Assmann, lembrou que a reunião serviu para que fossem traçadas metas e ações para a implementação nos municípios.

 

“O que percebemos é que o melhor para todos é o regime de cooperação. Para os municípios, individualmente, montarem sua Base e implantar, é quase impossível. Com o encontro, definimos o que deve ser trabalhado localmente de agora em diante. Com a Base definida, no momento oportuno, na aplicação, cada município colocará suas especificidades no Programa Político Pedagógico (PPP) da escola, apontou.

 

 


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br