Assaltante é baleado e morre afogado dentro de piscina em Poconé

O proprietário do imóvel invadido reagiu, matou o assaltante e foi preso em seguida pela Polícia para audiência de custódia

Da redação | Portal Mato Grosso

LADRÃO MORRE

 

Parece Coisa de cinema. Manhã de sábado (11) tranquilo e escaldante na histórica cidade de Poconé, distante 100 quilômetros de Cuiabá, um dos mais conhecidos portais de entrada do Pantanal de Mato Grosso. Dois rapazes limpam a piscina nos fundos de uma residência quando, de repente, o estampido de um tiro de revolver o deixam amedrontados. Aparece um homem sangrando em correria sob o piso molhado, escorrega e cai na piscina. Morre minutos depois. O segundo assaltante escapou com vida e não foi encontrado pela Polícia. O dono da casa foi preso e responder à Justiça. O depoimento foi dado ao delegado Olímpio da Cunha, que considerou o ato como legítima defesa. Mesmo assim, optou por autuá-lo pelo crime de homicídio e encaminhá-lo para audiência de custódia.

 

Esse é o roteiro que complicou a vida de um morador da pacata cidade. Os dois homens entraram na casa e foram vistos pela mulher do morador, que já tinha acordado. Eles aproveitaram que o portão da residência estava aberto e invadiram o local. A mulher viu os dois ladrões e gritou alertando o marido sobre o assalto. Conforme a Polícia Civil, o marido estava no quarto, acordou, pegou um revólver calibre 38 e enfrentou um dos assaltantes. O homem baleado no coração ainda teve forças para correr.

 

O atirador, que na verdade é a vítima, é conhecido vendedor de carros em Poconé. A audiência de custódia aconteceu neste domingo às 10h30, em Cuiabá. O assaltante foi identificado como Patrick de Oliveira, de 19 anos. Ele seria morador do Bairro São Mateus, em Várzea Grande, região metropolitana da capital.

 


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br