Tribunal de Contas mantém rotina e Campos Neto abre as portas ao diálogo

Um dos primeiros compromissos do presidente do TCE-MT foi com o governador Pedro Taques. Com ele, discutiu questões relacionadas ao momento político e sinalizou o interesse em manter as instituições unidas

Rui Matos | Portal Mato Grosso

Thiago Bergamasco | Agência Phocus

Fachada do TCE - MT - 02.jpg

Tribunal de Contas de Mato Grosso

Desde que assumiu a presidência em substituição legal do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) no dia 14 de setembro, o conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto, 44 anos, tem sido o alvo principal da Imprensa e de observadores propensos a críticas contra a Corte de Contes. Ele recebeu o comando da Casa por força do Regimento Interno após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, que afastou os conselheiros José Carlos Novelli, Antonio Joaquim, Valter Albano, Waldir Teis e Sérgio Ricardo - que já se encontrava afastado, citados na delação premiada do ex-governador Silval Barbosa. Ambos já se defendem da acusação do ex-governador, as quais afirmam ser inverídica. Também recorreram contra a decisão de Fux e aguardam julgamento.

O Tribunal de Contas é um colegiado extremamente técnico e todos aqui estão preparados para analisar e julgar sob qualquer circunstância

 

Campos Gonçalo de Campos Neto conta que nunca teve a vaidade de presidir o TCE, no entanto, quando foi convocado abraçou a missão e logo teve o respaldo dos conselheiros interinos Luiz Henrique Lima (vice-presidente, Isaías Lopes da Cunha (corregedor-geral), Luiz Carlos Pereira (ouvidor-geral), Jaqueline Jacobsen, João Batista Camargo, Moisés Maciel e Ronaldo Ribeiro (conselheiro substituto junto à Presidência), além dos servidores de carreira e assessores comissionados. “O TCE é um colegiado extremamente técnico e todos aqui estão preparados para analisar e julgar sob qualquer circunstância. Sem contar que o Tribunal está mais próximo do dia a dia do cidadão, o que o tornou mais transparente, acessível e ágil”, observou o presidente.

 

Na avaliação do conselheiro, o lastro do Tribunal de Contas de Mato Grosso, considerado como um dos mais atuantes e referência nacional em excelência motivou manifestação de apoio por meio de nota pública assinada pela Associação dos Auditores Públicos Externos do Tribunal de Contas de Mato Grosso (Audipe), Associação dos Técnicos de Controle Público Externo do TCE-MT (Asteconpe) pelo Sindicato dos Trabalhadores do Tribunal de Contas (Sinttcontas) e pela Associação dos Aposentados e Pensionistas do TCE-MT (AAP-TCE).

Thiago Bergamasco/Agência Phocus

Domingos de Campos Neto - Conselheiro do TCE-MT

Conselheiro presidente interino do TCE-MT, Gonçalo Domingos de Campos Neto

Um dos primeiros compromissos do novo presidente foi com o governador Pedro Taques. Com ele, discutiu questões relacionadas ao momento político vivenciado no Estado e sinalizou o interesse em manter as instituições unidas para gerenciar crises, além de pensar ações proativas ao Estado. Campos Neto manifestou apoio a atual gestão e explicou que os trabalhos terão continuidade com base na técnica. “O Tribunal vai desenvolver o seu trabalho fazendo uma sintonia entre o Governo do Estado e as Câmaras Técnicas do Tribunal. Só com diálogo sairemos da crise”.

 

Gonçalo de Campos Neto diz que, mesmo com apoio irrestrito de seus pares, sabe que é preciso superar as adversidades e gerar resultados. “Já temos uma rotina técnica com seus ritos sendo seguidos e diretrizes já traçadas no Plano Estratégico 2016-2021. Aqui não inventamos nada e só temos desafios pela frente. Um deles é conquistar respeito daqueles que apenas criticam sem conhecer a nossa rotina”. Para o conselheiro, estar na presidência do TCE não é apenas lidar com questões administrativas, técnicas ou políticas. “Aqui lidamos com pessoas e sabemos enfrentar as diferenças geracionais. Aqui não tem comparação entre o mais jovem e o mais velho. Somos todos iguais”, completa.

Sobre o futuro, o conselheiro Campos Neto se limita a dizer que o assumir das responsabilidades torna o servidor cada vez mais capacitado e motivado

Sobre o futuro, o conselheiro se limita a dizer que o assumir das responsabilidades torna o servidor cada vez mais capacitado e motivado. “Essa nova fase cria em nós, conselheiros, o desejo de fazer as coisas acontecer, não só na nossa vida, mas na vida dos que foram confiados à nossa responsabilidade. Mantivemos o ritmo e a vida segue no TCE”, finalizou.

 

O presidente Gonçalo de Campos Neto já acumula experiência em gestão pública desde 1996, quando ingressou na carreira política como vereador de Várzea Grande. A partir de 2000 foi deputado estadual por três mandatos. Ingressou no Tribunal de Contas em 02 de junho de 2009, por indicação do Poder Legislativo. É graduado em Administração com Ênfase em Análise de Sistema; pós-graduado em Gerência de Cidades; pós-graduado em Direito Público com Ênfase em Gestão Pública e aluno do Programa de Qualificação Permanente dos Membros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso desde 2010.

Thiago Bergamasco | TCE-MT

Luiz Henrique Lima conselheiro

Conselheiro interino do TCE-MT, Luiz Henrique Lima

Conselheiro Substituto Luiz Henrique Lima, 57 anos, é natural de Concórdia (SC). É Doutor em Planejamento Energético, Mestre em Planejamento Energético, Especialista em Finanças Corporativas e Bacharel em Ciências Econômicas. De 1996 a 2009 foi auditor federal de Controle Externo do Tribunal de Contas da União e, ainda, Secretário de Estado de Saneamento e Recursos Hídricos do Rio de Janeiro (2000/02) e Secretário de Estado de Administração do Rio de Janeiro (1992/1994). Também foi deputado estadual no Rio de Janeiro (1987/1994) - sendo Vice-Relator da Assembleia Constituinte estadual (1989) e Líder de Governo (1991) - e vereador no mesmo Estado (1983/1986), sendo Líder de Governo (1985). Foi diretor de Relações Institucionais da ATRICON – Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (2012/2017), membro do Conselho Fiscal da AUDICON – Associação dos Auditores (Ministros e Conselheiros Substitutos) dos Tribunais de Contas do Brasil (2014/2017) e vice-presidente da Região Centro-Oeste da AUDICON – Associação dos Auditores (Ministros e Conselheiros Substitutos) dos Tribunais de Contas do Brasil (2011/2013). É professor e autor de oito livros. Escreve artigos para o jornal A Gazeta. É conselheiro substituto do TCE desde 2009, aprovado em concurso público.

Thiago Bergamasco | TCE-MT

Isaias Lopes da Cunha

Conselheiro interino do TCE-MT, Isaías da Cunha

Conselheiro Substituto Isaías Lopes da Cunha, 47 anos, é natural de Nioaque (MS). É membro da Associação Nacional dos Ministros e Conselheiros Substitutos dos Tribunais de Contas do Brasil – AUDICON; Membro da Associação Nacional dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil – ATRICON; Membro da Associação Mato-grossense dos Corretores de Imóveis, Avaliadores, Peritos e Administradores e Corretores judiciais e Membro do Instituto dos Auditores Interno do Brasil – IIA BRASIL. Autor de livros, capítulos e artigos, auxiliou a Ouvidoria-Geral do TCE (2016/2017); assumiu em substituição aos Conselheiros Valter Albano (jul/2016), Domingos Neto (Jun/2014 e jun/2013), Antônio Joaquim (jul/2011), Alencar Soares (mar-abr/2010). É conselheiro substituto aprovado em concurso desde 2009.

Thiago Bergamasco | TCE-MT

Luiz Carlos Pereira conselheiro

Conselheiro interino do TCE-MT, Luiz Carlos Pereira

Conselheiro Interino Luiz Carlos Azevedo Costa Pereira, 49 anos, é natural do Rio de Janeiro (RJ). É mestrando em Administração Pública na Escola de Administração de Brasília, do Instituto Brasiliense de Direito Público; Especialista em Direito Público pela Associação Nacional dos Magistrados Estaduais; Bacharel em Direito pela Universidade do Distrito Federal; Bacharel em Engenharia Eletrônica pela Universidade Federal da Paraíba, além de Engenharia Eletrônica no Curso de Formação de Oficiais do Exército pelo Instituto Militar de Engenharia. No TCE foi coordenador da Revista do Tribunal de Contas; conselheiro substituto auxiliar da Presidência na gestão 2012/2013, coordenador da Comissão Especial do Projeto FGV para o Tribunal de Contas; Docente EAD e Instrutor da Escola de Contas do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, além de outras atividades. Ingressou no TCE por concurso público em 2009.

Thiago Bergamasco | TCE-MT

Conselheiro Relator Substituto João Batista Camargo

Conselheiro interino do TCE-MT, João Batista Camargo

Conselheiro Substituto João Batista de Camargo Júnior é natural de Rancharia (SP). É bacharel em Direito (IESB – Brasília/DF). Conclusão em 2010; Especialista em Direito Público; Especialista em Orçamento Público, Especialista em Administração Estratégica de Sistemas de Informação e Bacharel em Ciências da Computação. Atuou como professor de Direito Financeiro, Auditor Federal de Controle Externo do TCU, Analista de informática do Banco Central, Analista do INEP, Analista da Anatel, Analista do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Telebrás e professor universitário de informática. Aprovado nos concursos públicos para os tribunais de contas de Rondônia (1º. Lugar 2010), Alagoas (1º. Lugar, 2008), Amazonas (4º. Lugar, 2008), Mato Grosso (6º. Lugar, 2008), Ceará (12º. Lugar, 2006), além de concursos para Auditor Federal de Controle Externo do TCU (3º. Lugar, 2003) e Analista de Informática do Banco Central (2002). Está no TCE desde 2009.

Thiago Bergamasco | Agência Phocus

Conselheira Jaqueline jacobsen

Conselheira interina do TCE-MT, Jaqueline Jacobsen

Conselheira Substituta Jaqueline Maria Jacobsen Marques, 46 anos, é natural de Cuiabá (MT). É graduada em Administração pela UFMT; pós-graduada em Auditoria das Entidades Governamentais pela UFMT; pós-graduada em Gestão Pública pela Faculdade Afirmativo e pós-graduada em Controle Externo pela Fundação Getúlio Vargas. Na vida pública foi auxiliar Judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso 1995-1998 e taquígrafa Judiciária no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso 1999. No Tribunal de Contas foi Auditora Pública Externa 1999-2011 e empossada no cargo de conselheira substituta em 01/11/2011. Foi conselheira Interina no ano de 2015.

Thiago Bergamasco | TCE

Moises Maciel conselheiro

Conselheiro interino do TCE-MT, Moisés Maciel

Conselheiro Substituto Moisés Maciel, 48 anos, é natural do Rio de Janeiro (RJ). É graduado em Ciências Contábeis; graduado em Direito pela Faculdade de Direito de Cachoeiro de Itapemirim; especialista em Direito Processual pela UNAMA; especialista em Direito Público pelas Faculdades de Direito Damásio de Jesus; mestrando em Direito Constitucional pela Faculdade Autônoma de Direito de São Paulo. Atuou como Técnico de Atividade Judiciária do TJ do Rio de Janeiro; foi Analista Judiciário Especial Contador do Poder Judiciário do Estado do Espírito Santo e aprovado em concurso público de Auditor (Conselheiro-Substituto) do TCE de Minas Gerais em 2006. Já assumiu a 2º vice-presidente da Associação dos Auditores dos Tribunais de Contas do Brasil e coordenador-geral da Rede de Controle da Gestão Púbica de Mato Grosso em 2016 e reconduzido ao cargo em 2017. Foi empossado no TCE-MT em 2011.

Marcos Bergamasco | Agência Phocus

Ronaldo Ribeiro conselheiro

Conselheiro substituto do TCE-MT, Ronaldo Ribeiro

Conselheiro Substituto Ronaldo Ribeiro de Oliveira, 51 anos, é natural de Contagem (MG). É pós-graduado em Direito do Estado; pós-graduado em MPA Executivo em Controle Externo; Master de Planejamento Público, Responsabilidade Fiscal e Execução Orçamentária; Pós-graduado em Gestão Pública; Pós-graduado em Auditoria das Entidades Governamentais; Graduado em Ciências Contábeis e Aluno de Ciências Econômicas na UFMT. No TCE já atuou como Conselheiro Substituto junto à Presidência nos biênio 2014/2015 e 2016/2017; Secretário-Chefe da Consultoria Técnica 2010/2011; Subsecretário de Controle Externo da 3ª Relatoria 2005/2009; Líder da Inspetoria de Atos de Pessoal 2002/2003. Coordenou o Fórum Município & Soluções; foi supervisor da Comissão Organizadora do V Encontro Nacional dos Tribunais de Contas do Brasil; Membro da Comissão Permanente de Amortização do Déficit Atuarial do Estado; Membro Suplente do Conselho de Previdência no MTPREV; além de outras atuações.


Fonte: Portal Mato Grosso

Visite o website: wwww.portalmatogrosso.com.br